Política

Comissão aprova projeto que inclui a defesa do patrimônio no conceito de legítima defesa

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados Éder Mauro: proposta reforça os princípios da proteção individual A Comissão de Segurança Pública da Câmara do...

Fonte:Agência Câmara de Notícias
03 de Dezembro de 2021 as 15h 00min

Éder Mauro: proposta reforça os princípios da proteção individual - (Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou proposta apresentada pelo então deputado Jair Bolsonaro que amplia hipóteses de legítima defesa. O texto aprovado é o substitutivo do deputado Delegado Éder Mauro (PSD-PA) ao Projeto de Lei 7104/14.

A proposta aprovada altera o chamado excludente de ilicitude – situações excepcionais em que o Código Penal considera que não há crime, ainda que haja lesão corporal e morte. Isso significa que a pessoa não será processada.

Atualmente, não há crime:

  • Quando o agente pratica o fato em estado de necessidade (por exemplo, roubo ou furto de pessoas em situação falimentar ou em caso de desastre);
  • em legítima defesa (quando a sua vida está em risco);
  • em estrito cumprimento de dever legal;
  • no exercício regular de direito.

A proposta aprovada inclui uma nova possibilidade:

  • Não haverá crime quando a lesão corporal, morte ou outro fato ocorrer em decorrência da proteção de patrimônio pessoal ou de outra pessoa se houver apropriação ilegal (esbulho ou turbação). É o caso, por exemplo, de invasões de terras ou de inquilinos que se recusam de sair do local.

Segurança pública
Outra mudança no texto amplia o conceito de estrito cumprimento do dever legal para agentes de segurança pública: não haverá crime se a lesão corporal ou morte ocorrer por ação de autoridades de segurança pública, bem como os integrantes das Forças Armadas quando no exercício de atividades de polícia, no exercício de suas funções ou em razão delas, e pessoa que atue comprovadamente em conjunto com esses, no intuito de colaborar na salvaguarda de direitos ou cumprimento da lei.

A autoridade terá de responder pelos excessos, mas:

  • não poderá ser presa em flagrante;
  •  não poderá ficar ficar desarmada (a arma do fato poderá ser recolhida para perícia, mas deverá ser reposta);
  • Não poderá sofrer quaisquer medidas restritivas ou modificativas de direito de caráter administrativo, funcional, cível ou penal enquanto perdurar a apuração dos fatos.

Essas hipóteses acima não estão previstas na legislação em vigor atualmente.

Defesa do patrimônio
Relator da proposta, Eder Mauro afirma que a ampliação do conceito de legítima defesa para a defesa de patrimônio “reforça os princípios da proteção individual e da afirmação do direito”.

Já no caso dos agentes de segurança, Mauro afirma que o objetivo é garantir a aplicabilidade da exclusão de ilicitude aos agentes públicos que agem em estrito cumprimento de dever legal, ou no exercício regular de direito, sem o cometimento de quaisquer abusos, para manter a ordem pública. “Vivenciamos um movimento de criminalização das forças de segurança pública, sendo imperiosa tal medida para o reestabelecimento a segurança jurídica em torno da atuação dos agentes de segurança pública”, disse.

A proposta foi alvo de obstrução durante a análise da comissão. O deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS) pediu a retirada de pauta, e o deputado Paulo Ramos (PDT-RJ) registrou voto contrário.

Excludente de ilicitude
A ampliação do excludente de ilicitude foi objeto de duas propostas enviadas ao Congresso pelo governo federal (Projetos de Lei 6125/19 e 882/19) que não foram aprovadas.

Tramitação
A proposta seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e depende de aprovação em Plenário.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Política

Política

Projeto define como ato de improbidade corte de verba para gestão do patrimônio brasileiro

Divulgação/Comissão de Cultura Situação do acervo histórico da Fundação Palmares motivou apresentação do projeto O Projeto de Lei 2789/21 define ...

24 de Janeiro de 2022 as 19h15

Política

Senadores celebram Dia Internacional da Educação

Senadores registraram, em suas redes sociais, a importância do Dia Internacional da Educação, celebrado nesta segunda-feira (24). A data foi procla...

24 de Janeiro de 2022 as 18h30

Política

Projeto torna obrigatória a classificação de eletrodomésticos quanto à facilidade de limpeza

Paulo Sergio/Câmara dos Deputados Bibo Nunes: dificuldade na higienização de peças pode afetar a saúde O Projeto de Lei 2891/21 torna obrigatória...

24 de Janeiro de 2022 as 18h15

Política

Secretário da Saúde pode ser chamado pela CDH por agir contra determinações do Conitec

O senador Humberto Costa (PT-PE), presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH), quer convidar para depoimento o secretário Hélio Angotti Neto, ...

24 de Janeiro de 2022 as 17h30

Política

Comissão de Educação começa o ano com 59 projetos prontos para votação

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) começa o ano de 2022 com 59 projetos prontos para serem votados. É que todos já contam com votos dos...

24 de Janeiro de 2022 as 17h15

Política

Proposta autoriza empresas a exigir pagamento exclusivo por meio eletrônico

Marina Ramos/Câmara dos Deputados Kim Kataguiri, autor do projeto de lei O Projeto de Lei 2896/21 autoriza o comerciante a aceitar exclusivamente...

24 de Janeiro de 2022 as 16h30

Política

Randolfe comemora suspensão parcial de decreto sobre cavernas

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) classificou como “mais uma vitória” de seu partido em defesa do meio ambiente a suspensão de parte do decret...

24 de Janeiro de 2022 as 15h15

Política

Projeto inclui o bioma Cerrado entre os prioritários para recebimento de verbas ambientais

Toninho Tavares/Agência Brasília O Cerrado possui as nascentes de seis grandes bacias hidrográficas O Projeto de Lei 1600/19 inclui o Cerrado ent...

24 de Janeiro de 2022 as 15h15

Política

Proposta cria política pública voltada para pessoas com Síndrome da Fadiga Crônica

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Erika Kokay: criação de política específica para a doença vai melhorar o tratamento O Projeto de Lei 2812/21 cri...

24 de Janeiro de 2022 as 15h00

Política

Projeto autoriza pagamento de honorários no primeiro grau dos juizados especiais

Marina Ramos/Câmara dos Deputados Pereira Júnior: ações nos juizados exigem do advogado a mesma diligência de causas comuns das varas cíveis O Pr...

24 de Janeiro de 2022 as 15h00

Política

Projeto aumenta em duas horas o período de proibição de busca e apreensão em domicílios

Luis Macedo/Câmara dos Deputados Pereira Júnior: lei atual mitiga a proteção constitucional à inviolabilidade do lar O Projeto de Lei 2804/21 pro...

24 de Janeiro de 2022 as 14h30

Sorriso

Presidente da Câmara cobra novas unidades habitacionais para Sorriso

Em reunião na CEF, Damiani pede a construção de mais um núcleo habitacional popular no município

24 de Janeiro de 2022 as 12h30

Sorriso

Damiani destina R$ 150 mil de emenda impositiva para o Projeto Visão do Lions Clube

O valor possibilitará a compra de lentes e armações de óculos de grau, além de consultas oftalmológica para famílias carentes do nosso município

24 de Janeiro de 2022 as 11h45

Política

Bolsonaro veta R$ 3,1 bilhões no Orçamento, que destina R$ 89,1 bilhões para Auxílio Brasil

O presidente Jair Bolsonaro sancionou com vetos a Lei 14.303, de 2022, que fixa o Orçamento Geral da União para este ano. Ele cortou R$ 3,1 bilhões...

24 de Janeiro de 2022 as 11h00

Política

Projeto proíbe concessão de porte de arma para acusado de violência contra mulher

Michel Jesus/ Câmara dos Deputados Frota destaca que agressores usam arma de fogo para intimidar e até ferir a vítima O Projeto de Lei 2890/21 pr...

24 de Janeiro de 2022 as 10h45

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO