Estado

Óleo que atingiu praias do Nordeste veio de petroleiro grego, diz PF

Empresa e comandante do navio são indiciados por crime de poluição

Fonte:EBC
02 de Dezembro de 2021 as 19h 00min

© Divulgação/Agência Petrobras

As manchas de óleo que apareceram em centenas de praias brasileiras entre agosto de 2019 e março de 2020 vieram de um petroleiro grego. A conclusão foi divulgada nesta quinta-feira (2) pela Polícia Federal (PF).

Segundo a PF, foram encontradas manchas de óleo em mais de mil localidades, em 11 estados litorâneos. Apenas os custos arcados pelos poderes públicos federal, estadual e municipal para a limpeza de praias e oceano foram estimados em mais de R$ 188 milhões, estabelecendo-se assim um valor inicial e mínimo para o dano ambiental.

“A Polícia Federal, a partir das provas e demais elementos de convicção produzidos, concluiu existirem indícios suficientes de que um navio petroleiro de bandeira grega teria sido o responsável pelo lançamento da substância oleaginosa que atingiu o litoral brasileiro. Foram indiciadas pela prática dos crimes de poluição, descumprimento de obrigação ambiental e dano a unidades de conservação a respectiva empresa e seus responsáveis legais, bem como o comandante e o chefe de máquinas do navio”, afirmou a PF em nota.

O valor total do dano ambiental está sendo apurado pela perícia da PF, que deverá encaminhar com brevidade o respectivo laudo às autoridades competentes. O inquérito policial relatado segue agora para o poder judiciário federal no Rio Grande do Norte e o Ministério Público Federal (MPF), para análise e adoção das medidas cabíveis.

Investigações

As investigações, realizadas em parceria com diversos órgãos e instituições nacionais e internacionais, foram centradas em três frentes. A primeira diz respeito à investigação das características da substância, por meio de análises químicas que buscaram determinar o tipo de material que chegou à costa brasileira, suas características e, especialmente, sua procedência, se nacional ou estrangeira, e qual país.

“Isso se fazia necessário, uma vez que surgiram diversas teorias sobre a origem do material (vazamento de oleodutos, plataformas ou reservas naturais, navios em trânsito ou naufragados, costa da África etc.)”, explicou a PF.

A segunda frente diz respeito ao local exato onde ocorreu o vazamento/lançamento do óleo, na qual priorizou-se o uso de técnicas de geointeligência, que incluem imagens de satélite e modelos e simulações realizadas por softwares específicos. A terceira foi realizada com base em dados, documentos e informações que pudessem esclarecer os fatos, por meio de cooperação nacional e internacional, inclusive com apoio da Interpol.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Estado

Rio: empreiteira deverá devolver R$ 660 milhões aos cofres públicos

Este é o terceiro contrato de leniência proveniente da Lava Jato

24 de Janeiro de 2022 as 18h00

Estado

Pará anuncia medidas para população afetada por interdição de ponte

Governo vai construir nova ligação em até sete meses

24 de Janeiro de 2022 as 17h00

Estado

Seduc vai chamar aprovados no processo seletivo por ordem de classificação

O chamamento será iniciado nesta quarta-feira (26.01) por e-mail ou telefone

24 de Janeiro de 2022 as 16h30

Estado

Governador vai encaminhar proposta ao Confaz para manter congelamento de ICMS

Neste mês, o Estado votou a favor de prorrogar o congelamento, mas foi voto vencido

24 de Janeiro de 2022 as 16h00

Estado

Três homens são presos por extração ilegal de madeira em Nova Maringá

Os suspeitos não possuíam autorização ambiental para extração da madeira e, consequentemente, para venda do produto

24 de Janeiro de 2022 as 15h30

Estado

Escola de Governo oferta 300 vagas para curso online de Gestão Pública Gerencial

Qualificação tem como público-alvo todos os servidores públicos do Poder Executivo estadual

24 de Janeiro de 2022 as 14h15

Estado

PM prende homem por violência doméstica e apreende espingarda e munições

Suspeito ameaçou a esposa de morte após o pedido de separação, ocorrência foi registrada no sábado (22.01)

24 de Janeiro de 2022 as 12h15

Estado

ANA abre consulta pública sobre agenda regulatória 2022-2023

Contribuições poderão ser feitas até o dia 9 de março

24 de Janeiro de 2022 as 10h30

Estado

Governo de MT investe em pesquisa sobre biomembrana com produtos naturais para reparo de lesões na pele

A biomembrana para úlceras cutâneas contém ingredientes como borracha natural, babosa e própolis

24 de Janeiro de 2022 as 10h00

Estado

Curta sobre imigração negra e websérie da cultura cigana serão lançados no Cine Teatro Cuiabá

Os filmes selecionados no edital MT Nascentes serão lançados nesta terça-feira (25.01), no Cine Teatro Cuiabá.

24 de Janeiro de 2022 as 09h45

Estado

Empaer orienta produtores sobre cuidados com rede de energia elétrica

Desde 2021, quatro pessoas morreram em acidentes fatais relacionado à atividade agrícola, semana passada um trabalhor de 21 anos morreu em Querência após uma descarga elétrica de maquinário

24 de Janeiro de 2022 as 09h30

Estado

Justiça regulamenta visto temporário de nômades digitais no Brasil

Autorização de residência também foi regulamentada

24 de Janeiro de 2022 as 07h45

Estado

Agência Brasil explica o que são cookies

Entenda como esse termo do dicionário digital influencia na navegação

24 de Janeiro de 2022 as 06h15

Estado

Museus estaduais terão entrada gratuita no aniversário de São Paulo

Capital paulista completa 468 anos

23 de Janeiro de 2022 as 17h00

Estado

Espelho Labirinto exibe obras de 86 artistas brasileiros em Brasília

Mostra gratuita pode ser vista até 13 de março no CCBB

23 de Janeiro de 2022 as 13h00

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO