Estado

Homicídios de mulheres em Mato Grosso deixam 70 filhos sem mães

Destes, 21 eram filhos das vítimas com os autores dos crimes; levantamento coordenado pela Gerência de Inteligência Estratégica mostra que violência é progressiva e letal

Fonte:Secom Mato Grosso
26 de Janeiro de 2022 as 11h 00min

- Foto por: Marcos Vergueiro /Secom-MT

A violência contra mulheres não deixa marcas apenas nas vítimas, mas em todo seu círculo familiar. Além das marcas físicas e psicológias, a Polícia Civil identificou que as mortes violentas de mulheres registradas em Mato Grosso, no ano passado, deixaram 70 filhos sem mães, entre crianças, jovens e adultos. Destes, 21 eram filhos das vítimas com os autores. Entre os registros de feminicídios, duas vítimas estavam gestantes quando foram mortas.

Tais acontecimentos em geral desestruturam famílias inteiras, com filhos sem mães e pais, pois, em muitas situações, os homens cometeram suícidio após matar suas companheiras ou foram presos. Esses números integram um estudo realizado, desde 2020, pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil para traçar o perfil de mulheres vítimas de mortes violentas. 

O levantamento coordenado pela Gerência de Inteligência Estratégica é realizado com base nos boletins de ocorrência e em inquéritos policiais e traz também os dados sobre local dos crimes, meio empregado nos homicídios, solicitação de medidas protetivas, perfis das vítimas, vínculo entre vítimas e autores dos crimes, índice de esclarecimento dos homicídios e os efeitos da violência contra mulheres.

Dos homicídios e feminicídios cometidos no ano passado contra mulheres, 80% deles foram esclarecidos. Do total de crimes ocorridos, 66 autores foram indiciados e 24 dos casos seguem em apuração.

Josilaine Maria Gomes dos Reis, 31 anos, deixou três filhos órfãos de seus cuidados. Ela foi morta a golpes de faca pelo seu ex-companheiro, com quem tinha um filho pequeno. Ele não aceitava o fim do relacionamento e na noite do dia 5 de outubro do ano passado, invadiu a casa dela, no bairro Nova Esperança, em Cuiabá, e na frente dos filhos atacou a ex-mulher.

A técnica de enfermagem estava dormindo quando sofreu os primeiros golpes, que terminaram dentro do banheiro da casa. Após cometer o crime e também atentar contra a própria vida, o autor do crime pediu às crianças que fossem até um vizinho para avisar o que ele havia cometido e chamasse a polícia.

Outro crime que deixou crianças órfãs e produziu uma tragédia familiar foi registrado pela Polícia Civil em dezembro de 2021, em Várzea Grande. A técnica em enfermagem, Franciele Robert da Silva, 33 anos, foi morta pelo ex-marido, que invadiu a casa dos pais à sua procura.

Para defender a filha, o pai de Francieli, de 67 anos, entrou em luta corporal com o ex-genro e foi ferido gravemente. Depois, o criminoso foi até o quarto onde a vítima tentava se esconder, junto com a filha de 12 anos, arrombou a porta e desferiu diversos golpes contra a Francieli, que a levaram a óbito. O pai dela chegou a ser socorrido a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte.

Violência progressiva

A delegada Mariell Antonini Dias, coordenadora da Câmara Temática de Defesa da Mulher da Secretaria de Estado de Segurança Pública, destaca que o estudo ajuda a compreender melhor o fenômeno da violência doméstica, deixando claro o risco a que as mulheres estão submetidas quando vivem situação de violação de direitos em casa e não procuram ajuda da Polícia.

“Muitas mulheres pensam que o agressor não terá coragem de ceifar a vida delas e que as ameaças são vazias, mas as estatísticas demonstram que a maior parte das mortes de mulheres acontece em casa, por pessoas que possuem vínculo com elas, sendo necessário que todas entendam que a violência pode ser progressiva e cada vez mais letal. E, por isso, elas devem buscar auxílio para o problema que está acontecendo dentro de casa, tornando visível ao Estado o que apenas quem está na relação conhece”, argumenta a delegada, que também é titular da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Várzea Grande.

Mariell destaca ainda que familiares são importantes nesse processo de rompimento do ciclo da violência e têm o "dever moral" de auxiliar a vítima, buscando o aparato estatal.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Estado

Governo de MT destina R$ 129,5 milhões em investimentos ao município de Apiacás

O setor de infraestrutura foi o que mais recebeu investimentos por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), com R$ 126,7 milhões em recursos

19 de Maio de 2022 as 17h30

Estado

Governo de MT entrega caminhões auto bomba para combate aos incêndios no Pantanal mato-grossense

Foram entregues dois veículos para a unidade do 1° Pelotão Independente Bombeiro Militar, em Poconé

19 de Maio de 2022 as 17h15

Estado

Empresa vencedora de licitação apresenta proposta menor que o valor previsto

Assinatura da ordem de serviço para início da obra deve ocorrer nos próximos dias

19 de Maio de 2022 as 16h00

Estado

“Alta Floresta vive um novo tempo com o atual Governo”, afirma prefeito Chico Gamba

Em visita ao município da Região Norte, governador assinou convênios e autorizou licitação para manutenção de 90 quilômetros de estrada na MT-206

19 de Maio de 2022 as 16h00

Estado

Seduc apresenta a profissionais da educação proposta para recuperação da aprendizagem dos alunos

O plano oferece estratégias ou trilhas, que podem ser aplicadas em cada contexto diferenciado de escolaridade

19 de Maio de 2022 as 16h00

Estado

Paranaíta recebe mais de R$ 131,3 milhões em investimentos do Governo de MT

Investimentos são para obras de infraestrutura e educação, ações sociais e para o fortalecimento da agricultura familiar do município de Paranaíta

19 de Maio de 2022 as 14h30

Estado

Governo formaliza convênios com prefeituras para entregar lâmpadas de LED

As luminárias com as lâmpadas de LED já começaram a chegar e o governo vai distribuir aos municípios de todas as regiões

19 de Maio de 2022 as 14h30

Estado

Homem é encontrado morto na rua depois de madrugada fria em Mauá

O IML ainda não emitiu laudo sobre causa da morte

19 de Maio de 2022 as 14h30

Estado

Falha em radar provoca atrasos em pousos e decolagens em São Paulo

Problema foi detectado às 8h15 e corrigido às 8h42

19 de Maio de 2022 as 14h30

Estado

Operação contra exploração sexual prende 120 pessoas em Mato Grosso

Seis menores vítimas de violência sexual foram resgatadas, sendo quatro no município de Apiacás e duas em Nova Bandeirantes

19 de Maio de 2022 as 12h30

Estado

Documentário homenageia Aníbal Alencastro no 80° aniversário do Cine Teatro Cuiabá

Aníbal Alencastro é um dos pioneiros e mais reconhecidos projetistas de salas de cinema de rua de Mato Grosso. Há mais de meio século ele pesquisa a história de Mato Grosso, com destaque para aspectos da vida cultural e memória das salas de cinema

19 de Maio de 2022 as 12h00

Estado

Operação prende 120 pessoas por crimes de exploração sexual em Mato Grosso

Seis menores vítimas de violência sexual foram resgatadas, sendo quatro no município de Apiacás e duas em Nova Bandeirantes

19 de Maio de 2022 as 12h00

Estado

Empaer promove encontro técnico sobre cultivo de capineiras em Tangará da Serra

São esperados produtores de leite e corte da região, técnicos e autoridades locais em busca de conhecimento sobre o assunto

19 de Maio de 2022 as 10h45

Estado

DF tem a temperatura mais baixa já registrada: 1.4ºC

Massa de ar frio fez gear no Sul de Goiás, diz Inmet

19 de Maio de 2022 as 09h15

Estado

Secel prorroga para dia 31 o prazo de inscrições dos editais da Cultura

Os editais com inscrições abertas são o Viver Cultura, Estevão de Mendonça de Incentivo à Literatura Mato-grossense e Rede Pontos de Cultura de Mato Grosso.

19 de Maio de 2022 as 09h15

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO