Estado

Governo investe em Segurança e resultados aparecem: Cuiabá é a 2ª capital com menor índice de mortes violentas

Estado destinou mais de R$ 274 milhões em obras e ações para reforçar a segurança na capital mato-grossense

Fonte:Secom Mato Grosso
28 de Junho de 2022 as 14h 30min

PM Ilustrativa - Foto por: Christiano Antonucci

Cuiabá é a segunda capital do Brasil com o menor índice de mortes violentas, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta terça-feira (28) pelo portal G1. Nos últimos três anos, o Governo de Mato Grosso fez investimentos de R$ 274 milhões em segurança pública no município.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública define como morte violenta aquelas que resultaram de homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e mortes cometidas pela polícia. Cuiabá possui uma taxa de 10,6 mortes a cada 100 mil habitantes, ficando atrás apenas de São Paulo, que tem um índice de 7,7.

A posição da capital no ranking é reflexo de R$ 274 milhões em investimentos realizados no setor da segurança pública em Cuiabá nos últimos três anos. Desse montante, R$ 92 milhões são em obras e ações concluídas ou em andamento. Entre esses R$ 92 milhões, R$ 88 milhões é referente apenas a obras e ações concluídas.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, afirma que nunca houve tantos investimentos na história da segurança pública de Mato Grosso. O Estado investiu mais de R$ 621 milhões em recursos ao longo da atual gestão.

“Tudo é planejado e executado seguindo as determinações do governador Mauro Mendes com um único objetivo: dar segurança a toda população mato-grossense", afirmou o responsável pela pasta.

Outro investimento que se destaca é a construção dos raios 3 e 4 da Penitenciária Central do Estado (PCE), além do raio de segurança máxima que será entregue pelo governador Mauro Mendes nesta quarta-feira (29). As novas instalações dispõem de 54 celas, sendo 46 individuais e 8 duplas, totalizando 62 vagas, além de celas especiais para receber presos com curso superior.

Confira a reportagem do G1 na íntegra:

Macapá tem maior taxa de mortes violentas, e São Paulo, a menor; veja ranking das capitais, segundo Anuário

Capitais das regiões Norte e Nordeste lideram o ranking baseado na taxa de mortes. 21 das 27 cidades tiveram queda no número de casos entre 2020 e 2021. Levantamento do Anuário considera homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e mortes cometidas pela polícia.

Por Clara Velasco, g1

Das 27 capitais do país, 21 tiveram queda no número de mortes violentas entre 2021 e 2020. É o que mostram dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgados nesta terça-feira (28).

De forma geral, o país teve uma queda de 6% no número de mortes violentas, que incluem homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e mortes cometidas pela polícia.

Entre as capitais, apenas seis tiveram alta: Manaus (48,9%), Macapá (31,2%), Boa Vista (9,9%), Porto Velho (8,6%), Teresina (9,5%) e Salvador (3,4%). Chama a atenção que, das seis, quatro estão no Norte, única região do país que teve aumento na violência no ano passado (9%).

Como o Monitor da Violência já havia antecipado em fevereiro, alguns fatores estão por trás dos altos índices da região Norte:

Associação do narcotráfico com crimes ambientais, como grilagem, garimpo ilegal e desmatamento
Falta de integração das autoridades estaduais e federais no combate aos crimes na Amazônia Legal
Disputa de territórios entre facções criminosas

A intensificação dos conflitos entre grupos criminosos tem causado o aumento dos casos de violência na região amazônica, como o recente assassinato do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips.

Mesmo com a diminuição generalizada, a maioria das capitais registrou taxas de mortes violentas mais elevadas que a média nacional, considerando todos os municípios: de 22,3 mortes a cada 100 mil habitantes.

A menor taxa entre as capitais foi registrada por São Paulo: 7,7 mortes por 100 mil habitantes. É a única entre as 27 a ter menos de 10 mortes violentas por 100 mil habitantes.

Na outra ponta está Macapá, com uma taxa oito vezes maior: 63,2 mortes por 100 mil habitantes.

Veja abaixo o ranking das capitais do país pela taxa (mortes por 100 mil habitantes):

  1. Macapá - 63,2
  2. Salvador - 55,6
  3. Manaus - 52,5
  4. Teresina - 37,0
  5. Boa Vista - 34,8
  6. Fortaleza - 34,3
  7. Recife - 33,1
  8. Porto Velho - 32,4
  9. Maceió - 29,8
  10. Aracaju - 29,4
  11. João Pessoa - 28,1
  12. Natal - 24,0
  13. Rio Branco - 23,1
  14. São Luís - 22,8
  15. Palmas - 22,3
  16. Belém - 22,3
  17. Vitória - 21,1
  18. Porto Alegre - 20,0
  19. Rio de Janeiro - 19,2
  20. Curitiba - 16,7
  21. Goiânia - 16,6
  22. Campo Grande - 15,3
  23. Distrito Federal - 11,2
  24. Florianópolis - 10,8
  25. Belo Horizonte - 10,8
  26. Cuiabá - 10,6
  27. São Paulo - 7,7

Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Estado

Marcha para Jesus reúne milhares no centro do Rio de Janeiro

Presidente Bolsonaro participou da celebração religiosa

13 de Agosto de 2022 as 17h45

Estado

Após ressaca, tempo volta a esquentar no Rio de Janeiro

Fenômeno cancelou campeonato de surf em Niterói

13 de Agosto de 2022 as 14h30

Estado

Operação fiscaliza postos do Distrito Federal

Ao todo, foram fiscalizados 93 postos e 597 bombas de abastecimento

13 de Agosto de 2022 as 09h00

Estado

Mega-Sena deste sábado paga prêmio de R$ 27 milhões

Concurso será às 20h em São Paulo

13 de Agosto de 2022 as 07h30

Estado

Novo diretor da Anvisa toma posse nesta sexta-feira

Mandato de Daniel Meirelles Fernandes Pereira tem duração de 5 anos

12 de Agosto de 2022 as 20h00

Estado

Polícia investiga caso de racismo na Uerj de São Gonçalo

Agressora seria uma colega de turma da vítima

12 de Agosto de 2022 as 19h30

Estado

Rompimento na adutora compromete fornecimento de água em Paquetá

Concessionária enviou para ilha duas balsas com 690 mil litros de água

12 de Agosto de 2022 as 17h00

Estado

Sindicato dos guias recomenda suspensão de passeios no centro de SP

Motivo da recomendação é a falta de segurança na região

12 de Agosto de 2022 as 16h30

Estado

5G será acionado em Curitiba, Goiânia e Salvador na terça-feira

Prazo para tecnologia chegar a todas as capitais deve ser ampliado

12 de Agosto de 2022 as 15h15

Estado

Governo federal reconhece emergência em cidades de Mato Grosso do Sul

Incêndios e estiagem afetaram 14 municípios do estado

12 de Agosto de 2022 as 14h15

Estado

RJ: chegada de ciclone extratropical causa ventos fortes e estragos

Ressaca provoca ondas de até 4m. Tempo melhora no final de semana.

12 de Agosto de 2022 as 13h45

Estado

PF faz operação contra fraudes no auxílio emergencial no estado de SP

Ação é realizada nas cidades de Penápolis e Turiúba

12 de Agosto de 2022 as 13h45

Estado

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Mais 60 postos devem ser fiscalizados até amanhã, diz MJSP

12 de Agosto de 2022 as 13h45

Estado

Operação policial na Maré apreende cerca de uma tonelada de drogas

Houve confronto na operação e um suspeito morreu

12 de Agosto de 2022 as 13h45

Estado

Rádio MEC lança versões de produções televisivas de música clássica

Emissora traz temporada do Partituras e estreia o programa Harmonia

12 de Agosto de 2022 as 13h45

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO