Economia

Presidente regulamenta auxílio gás e Programa Alimenta Brasil

Mulheres que foram vítimas de violência doméstica terão preferência

Fonte:EBC
02 de Dezembro de 2021 as 16h 45min

© Wilson Dias/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quinta-feira (2) decreto que regulamenta a Lei 14.237/21, que institui o auxílio gás. O texto detalha regras necessárias à operacionalização do programa, destinado a atenuar o efeito do preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) no orçamento de famílias de baixa renda.

O auxílio será concedido às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) cuja renda familiar mensal per capita for igual ou inferior a meio salário mínimo e às famílias que tenham, entre seus membros, quem receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A edição do decreto viabiliza a implantação do benefício a partir deste mês.

A lei prevê ainda que o auxílio seja concedido preferencialmente às famílias com mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência. Neste sentido, o decreto define que tal concessão será realizada a partir do acesso a informações do banco de dados mantido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

As famílias beneficiadas terão direito, a cada bimestre, a um valor equivalente a 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 quilogramas (kg) dos últimos seis meses. O preço de referência será estabelecido pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Programa Alimenta Brasil

Bolsonaro editou também hoje decreto que regulamenta o funcionamento do Alimenta Brasil, programa de aquisição de alimentos de produtores rurais familiares, extrativistas, pescadores artesanais, povos indígenas e demais populações tradicionais. O texto ainda amplia o limite de recursos que cada entidade familiar ou cooperativa pode receber do poder público.

"Não é admissível que nesse Brasil do conhecimento ainda exista brasileiro e brasileira passando fome. A fome não é silenciosa, ela dói", afirmou o ministro da Cidadania, João Roma, durante a solenidade de assinatura do decreto.

De acordo com o decreto, a partir de 1º de janeiro de 2022, o limite anual de valores pagos a unidades familiares para a aquisição dos alimentos vai aumentar em relação ao antigo programa, da seguinte forma:

Modalidade PPA (antigo) Alimenta Brasil
Compra com doação simultânea R$ 6,5 mil R$ 12 mil
Compra direta R$ 8 mil R$ 12 mil
Incentivo à produção e ao consumo de leite valor anual referente a venda 35 litros de leite por dia R$ 30 mil
Apoio à formação de estoques R$ 8 mil R$ 12 mil
Compra institucional R$ 20 mil R$ 30 mil

Para as cooperativas, o limite anual a ser pago também será aumentado nas modalidades apoio à formação de estoque, que passará de R$ 1,5 milhão para R$ 2 milhões; e compra direta, de R$ 500 mil para R$ 2 milhões. Nas demais modalidades, os limites serão mantidos: compra com doação simultânea, com R$ 2 milhões; e compra institucional, com R$ 6 milhões.

O Programa Alimenta Brasil tem como finalidade incentivar a agricultura familiar, promovendo a inclusão econômica e social dos agricultores familiares mais pobres, além de promover o acesso à alimentação, em quantidade, qualidade e regularidade necessárias, pelas pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

SP: população em situação de rua cresce 31% em 2 anos, mostra censo

Número de pessoas passou de 24.344 para 31.884 ao final de 2021

24 de Janeiro de 2022 as 12h00

Economia

Mercado financeiro aumenta previsão de inflação para este ano

IPCA, inflação oficial do país, deve fechar 2022 em 5,15%

24 de Janeiro de 2022 as 09h30

Economia

Presidente sanciona Orçamento de 2022, com vetos

Valor total da despesa é de R$ 4,73 trilhões

24 de Janeiro de 2022 as 07h45

Economia

Caixa paga Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 5

Valor mínimo para cada família é R$ 400

24 de Janeiro de 2022 as 05h45

Economia

Receita abre consulta a lote residual de restituições do IR

Contribuintes receberão crédito bancário no próximo dia 31

24 de Janeiro de 2022 as 05h15

Economia

Previdência Social inicia 2022 com desafio de zerar filas

INSS encerrou 2021 com 1,8 milhão de pedidos de benefícios em análise

23 de Janeiro de 2022 as 14h30

Economia

IRPF: Receita abre amanhã consulta para lote residual de restituições

Soma dos valores restituídos é superior a R$ 281 milhões

23 de Janeiro de 2022 as 08h00

Economia

Emissões de debêntures incentivadas batem recorde em 2021

Papéis financiam projetos de infraestrutura com isenção de IR

21 de Janeiro de 2022 as 16h00

Economia

BC comunica vazamento de dados de 160,1 mil chaves Pix

Foram vazados dados cadastrais da Acesso Pagamentos

21 de Janeiro de 2022 as 15h45

Economia

ANTT publica tabela com valores atualizados de frete rodoviário

Novos preços mínimos para a atividade estão no Diário Oficial da União

21 de Janeiro de 2022 as 15h45

Economia

Desempenho do varejo deve ser negativo no 1º trimestre, diz Ibevar

Projeções do varejo ampliado indicam queda de 2,22%

21 de Janeiro de 2022 as 15h30

Economia

SP: capital tem recorde de 74% das famílias endividadas em 2021

Já inadimplência apresentou estabilidade

21 de Janeiro de 2022 as 14h45

Economia

Receita abre segunda-feira consulta a lote residual do IR

Mais de 240 mil contribuintes receberão crédito bancário no dia 31

21 de Janeiro de 2022 as 13h45

Economia

Experiência ajudou Brasil a tomar medidas contra inflação, diz Guedes

Ministro da Economia participou do Fórum Econômico Mundial

21 de Janeiro de 2022 as 13h00

Economia

Caixa paga hoje Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 4

Valor mínimo para cada família é de R$ 400

21 de Janeiro de 2022 as 05h15

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO