Economia

IPCA-15: prévia da inflação sobe 1,17% em novembro

Acumulado em 12 meses fica em 10,73%, impactado pela alta na gasolina

Fonte:EBC
25 de Novembro de 2021 as 09h 15min

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

A prévia da inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), apresentou alta de 1,17% em novembro. O resultado representa a maior variação para o mês desde 2002, quando o índice ficou em 2,08%.

No mês passado, o IPCA-15 ficou em 1,20% e em novembro de 2020, 0,81%. O acumulado do ano está em 9,57% e em 12 meses a prévia da inflação está em 10,73%, acima dos 10,34% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Os dados foram divulgado hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Todos os grupos de serviços e produtos pesquisados tiveram alta na prévia de novembro. O maior impacto individual no indicador foi da gasolina, que ficou 6,62% mais cara no mês, influenciando o resultado dos transportes, com variação de 2,89%, a maior entre os grupos pesquisados. No ano, a gasolina subiu 44,83% e em 12 meses a alta acumulada é de 48%.

O transporte por aplicativo teve alta de 16,23% na prévia de novembro, após ter subido 11,60% em outubro. Já as passagens aéreas ficaram 6,34% mais baratas, depois de subir 28,76% na prévia de setembro e 34,35% em outubro.

No grupo habitação, que subiu 1,06%, a maior contribuição foi do gás de botijão, que teve a décima oitava alta consecutiva, ficando 4,34% mais caro em novembro. O produto acumula alta de 51,05% desde junho de 2020. A energia elétrica desacelerou e subiu 0,93%, após subir 3,91% em outubro. Além do reajuste em Goiânia, Brasília e São Paulo, desde setembro está em vigor a bandeira tarifária Escassez Hídrica, que acrescenta R$ 14,20 na conta de luz a cada 100 kWh consumidos.

O grupo alimentação e bebidas desacelerou, com alta de 0,4% em novembro, depois de subir 1,38% em outubro. As principais altas foram do tomate (14,02%), batata-inglesa (14,13%), cebola (7%), frango em pedaços (3,07%) e queijo (2,88%). Por outro lado, houve queda no preço das carnes (-1,15%), leite longa vida (-3,97%) e frutas (-1,92%).

Em saúde e cuidados pessoais, os itens higiene pessoal (1,65%) e produtos farmacêuticos (1,13%) foram as maiores influências para a alta de 0,80% na prévia do mês. Vestuário subiu 1,59%, educação ficou estável, com alta de 0,01%, e artigos de residência ficaram 1,53% mais caros, despesas pessoais subiram 0,61% e o grupo comunicação teve alta de 0,32% na prévia de novembro.

Regiões

Segundo o IBGE, todas as áreas pesquisadas tiveram alta no IPCA-15 de novembro. A maior variação foi em Goiânia, com alta de 1,86%, puxada pelo reajuste da energia elétrica (10,93%) e pela gasolina (5,87%). A menor inflação foi medida na região metropolitana de Belém, que subiu 0,76%, com a queda de 2,05% na energia elétrica e de 9,3% no açaí.

O IPCA-15 difere do IPCA pelo período de coleta, que vai do dia 16 do mês anterior ao 15 do mês de referência, e nas regiões pesquisadas. A população-objetivo do IPCA-15 são as famílias com rendimentos de 1 a 40 salários-mínimos, residentes nas regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, além do Distrito Federal e do município de Goiânia.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

CNC: Brasil encerrou 2021 com recorde de endividados

As famílias recorreram mais ao crédito para sustentar o consumo

18 de Janeiro de 2022 as 11h00

Economia

Governo apresenta regras para relicitação do aeroporto de Natal

Contrato a ser assinado terá vigência de 30 anos

18 de Janeiro de 2022 as 09h00

Economia

Auxílio Brasil começa a ser pago nesta terça-feira

Investimento para os pagamentos supera R$ 7,1 bilhões

18 de Janeiro de 2022 as 07h15

Economia

Petrobras atinge recorde de produção no pré-sal em 2021

Estatal alcançou 1,95 milhão de barris de óleo por dia

17 de Janeiro de 2022 as 19h15

Economia

Banco Central diz que atividade econômica cresce 0,69%

Percentual de novembro é prévia do Produto Interno Bruto - PIB

17 de Janeiro de 2022 as 10h30

Economia

FGV: inflação medida pelo IGP-10 sobe 1,79% em janeiro

Índice é referência para tarifa pública e contratos antigos de aluguel

17 de Janeiro de 2022 as 10h00

Economia

Pandemia faz Receita Federal adiar retorno do trabalho presencial

Servidores voltam trabalhar presencialmente em março

17 de Janeiro de 2022 as 09h30

Economia

Empresas do Simples podem ganhar dois meses para regularizarem débitos

Comitê discutirá prazo extra em reunião na próxima semana

15 de Janeiro de 2022 as 06h45

Economia

Estados decidem encerrar congelamento de ICMS de combustíveis

Imposto voltará a ser corrigido por preços em fevereiro

14 de Janeiro de 2022 as 21h00

Economia

Timemania tem novas regras para divisão de recursos entre clubes

Metade da arrecadação irá para clubes indicados como Time do Coração

14 de Janeiro de 2022 as 09h00

Economia

Estiagem causa prejuízos à agricultura e ameaça o abastecimento

Inmet emite alerta sobre possível onda de calor em todo o RS

13 de Janeiro de 2022 as 18h15

Economia

Caixa deposita hoje retroativo do auxílio emergencial a pais solteiros

Cerca de 823 mil pessoas receberão benefício

13 de Janeiro de 2022 as 16h00

Economia

Venda de produtos de consumo em supermercados cresce 1,9% em novembro

Abras descarta ações para reduzir movimento de pessoas nas lojas

13 de Janeiro de 2022 as 15h45

Economia

Mais de mil consumidores são contemplados no sorteio do Nota MT; confira o resultado

Dois moradores de Cuiabá e três do interior foram sorteados com R$ 10 mil, cada um

13 de Janeiro de 2022 as 11h30

Economia

Setor de serviços cresce 2,4% em novembro, após dois meses de queda

A perda acumulada foi perda acumulada foi de 2,2%

13 de Janeiro de 2022 as 09h15

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO