Saúde

Anvisa determina recolhimento de lotes da CoronaVac

Doses foram fabricadas em local não inspecionado pela Anvisa

Fonte:EBC
22 de Setembro de 2021 as 07h 30min

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de alguns lotes da vacina CoronaVac, contra a covid-19, que foram interditados após constatação de que “dados apresentados pelo laboratório não comprovam a realização do envase da vacina em condições satisfatórias de boas práticas de fabricação”.

A determinação foi anunciada hoje (22) por meio da Resolução (RE) 3.609, que determinou o recolhimento dos lotes da CoronaVac que já haviam sido interditados de forma cautelar pela Resolução (RE) 3.425, de 4 de setembro de 2021.

No dia 3 de setembro, a Agência foi comunicada pelo Instituto Butantan que o parceiro na fabricação vacina CoronaVac, o laboratório Sinovac, havia enviado para o Brasil 25 lotes na apresentação frasco-ampola (monodose e duas doses), totalizando 12.113.934 doses, que foram envasados em instalações não inspecionadas pela Anvisa.

Diante da situação, e “considerando as características do produto e a complexidade do processo fabril, já que vacinas são produtos estéreis (injetáveis) que devem ser fabricados em rigorosas condições assépticas”, a Anvisa adotou medida cautelar com o objetivo de mitigar um potencial risco sanitário.

Em nota divulgada há pouco, a agência informa que, desde a interdição cautelar, avaliou todos os documentos encaminhados pelo Instituto Butantan, “dentre os quais os emitidos pela autoridadesanitária chinesa”.

“Os documentos encaminhados consistiram em formulários de não conformidades que reforçaram as preocupações quanto às práticas assépticas e à rastreabilidade dos lotes”, detalha a nota.

A Anvisa acrescenta que também fez a análise das documentações referentes à análise de risco e à inspeção remota realizadas pelo InstitutoButantan, “e concluiu que permaneciam as incertezas sobre o novo local de fabricação, diante das não conformidades apontadas”.

Os lotes interditados “não correspondem ao produto aprovado pela Anvisa nos termos da Autorização Temporária de Uso Emergencial (AUE) da vacina CoronaVac”, uma vez que foram fabricados em local não aprovado pela agência e, conforme informado pelo próprio Instituto Butantan, “nunca inspecionado por autoridade com sistema regulatório equivalente ao da Anvisa”.

“Portanto, considerando que os dados apresentados sobre a planta da empresaSinovac localizada no número 41YongdaRoad, Pequim, não comprovam a realização do envase da vacina CoronaVacem condições satisfatórias de boas práticas de fabricação, a Anvisa concluiu, com base no princípio da precaução, que não seria possível realizar a desinterdição dos lotes”, completa a nota.

A Anvisa concluiu também que a realização de inspeção presencial na China não afastaria a motivação que levou à interdição cautelar dos lotes, por se tratar de produtos irregulares, uma vez que não correspondem ao produto aprovado pela Anvisa, por terem sido envasados em local não aprovado pela Agência.

Diante a situação, ficará a cargo dos importadores adotar os procedimentos necessários para o recolhimento das vacinas restantes de todos os lotes que foram interditados.

A agência enfatiza que “a vacina CoronaVac permanece autorizada no país e possui relação benefício-risco favorável ao seu uso no país”, desde que produzida nos termos aprovados pela autoridade sanitária.

Confira os lotes impactados

Segundo a Anvisa, 12.113.934 doses de lotes cujo recolhimento foi determinado pela Anvisa já foram distribuídos. São eles:

IB: 202107101H, 202107102H, 202107103H, 202107104H, 202108108H, 202108109H, 202108110H, 202108111H, 202108112H, 202108113H, 202108114H, 202108115H, 202108116H e L202106038.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Ciência e Saúde

Saúde

Fiocruz aponta piora na ocupação de leitos de UTI por covid-19 no SUS

Sete estados estão na zona crítica, com mais de 80% de leitos ocupados

26 de Janeiro de 2022 as 11h15

Saúde

Fundação Pró-Sangue de São Paulo tem estoques em nível crítico

Caso não haja aumento de doações há risco de desabastecimento

26 de Janeiro de 2022 as 10h00

Saúde

Ministério envia à Anvisa informações sobre autotestes de covid-19

Agência diz que resposta sobre venda deve sair no menor tempo possível

26 de Janeiro de 2022 as 10h00

Saúde

Rio de Janeiro vacina hoje crianças de 10 anos contra a covid-19

Calendário da semana contempla meninas e meninos a partir de 8 anos

26 de Janeiro de 2022 as 08h45

Saúde

Anvisa determina recolhimento de autoteste de covid-19

É o meuDNA PCR-LAMP Autocoleta de Saliva, da empresa Pague Menos

26 de Janeiro de 2022 as 08h30

Saúde

Covid-19: casos em acompanhamento mais do que dobram em uma semana

Número de infectados desde o início da pandemia passa de 23,3 milhões

25 de Janeiro de 2022 as 20h00

Saúde

DF já começou a vacinar crianças a partir de 5 anos contra a covid-19

Para este público imunizante usado é o da Pfizer

25 de Janeiro de 2022 as 17h45

Saúde

Senacon notifica empresas sobre aumento de preços de testes de covid

Órgãos de defesa do consumidor verificaram os preços em lojas

25 de Janeiro de 2022 as 17h15

Saúde

Ministério da Saúde anuncia ações contra a hanseníase no janeiro roxo

Em março, será publicado um novo protocolo clínico para tratamento

25 de Janeiro de 2022 as 15h45

Saúde

Covid-19: taxa de óbitos é 27 vezes maior entre idosos sem imunização

Esquema vacinal completo também diminui internações e casos graves

25 de Janeiro de 2022 as 14h15

Saúde

Rio de Janeiro recebe hoje vacinas pediátricas contra covid-19

Previsão de entrega é de 138 mil doses da Pfizer infantil

25 de Janeiro de 2022 as 14h00

Saúde

Covid-19: RJ retoma calendário de vacinação infantil amanhã

Crianças de 10 anos poderão se vacinar com a CoronaVac

25 de Janeiro de 2022 as 11h15

Saúde

SP: Procon notifica farmácias sobre falta de testes de covid-19

Aumentam relatos de dificuldades para realização de exame

25 de Janeiro de 2022 as 09h30

Saúde

Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos

Quase 350 milhões de doses de vacinas já foram aplicadas no país

24 de Janeiro de 2022 as 22h45

Saúde

Segunda-feira (24): Mato Grosso registra 601.453 casos e 14.205 óbitos por Covid-19

Há 179 internações em UTIs públicas e 192 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 82% para UTIs e em 42% para enfermaria

24 de Janeiro de 2022 as 18h30

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO