Trincheira

"Erro crasso"

Janaina diz que Aprosoja troca as bolas e faz campanha "esdrúxula"

Fonte: Mídia News
16 de Maio de 2019 as 21h 41min

A Assembleia Legislativa divulgou uma nota, nesta quarta-feira (15), contestando posts da Aprosoja que circularam nas redes sociais nos últimos dias.

Um dos posts compara os duodécimos do Legislativo e do Judiciário à verba destinada à Educação e Saúde. Na publicação, consta que a Assembleia gastou no mês de abril R$ 41,6 milhões, enquanto o repasse para Educação foi de R$ 29,9 milhões. E que o Judiciário recebeu R$ 96,2 milhões, enquanto que a SES ficou com R$ 73,8 milhões.

Conforme a nota do Legislativo, o post comete um erro crasso, ao comparar o orçamento total do mês dos poderes com o custeio das pastas.

"Em outras palavras, o valor demonstrado como repassado às secretarias não constam folhas de pagamento e, tampouco, os pagamentos previdenciários”.

Confira nota na íntegra:
No último final de semana circulou pelas mídias sociais informações assinadas pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso – APROSOJA que fazem comparativos esdrúxulos entre valores recebidos por esta Assembleia Legislativa e a Secretaria de Educação e, em outro, pelo Tribunal de Justiça e a Secretaria de Saúde do Estado de Mato Grosso.

Temos como medida que norteia os trabalhos desta Casa legislativa o primor pela democracia e pelo bom debate. A cobrança de resultados e a permanente vigilância no que diz respeito aos trabalhos não apenas do Executivo, mas de tudo o que diz respeito ao mundo público, é fundamental para que haja clareza do trato coma coisa pública e também com aquilo que foi pactuado entre os eleitos e a população, quando das eleições.

No entanto, as postagens assinadas pela APROSOJA ficaram marcadas por erro crasso no que diz respeito a valores repassados. Confundiram-se nos números e fizeram o alarde comparando o orçamento total do mês dos dois poderes com a verba de custeio de duas secretarias. Em outras palavras, o valor demonstrado como repassado às secretarias não constam folhas de pagamento e, tampouco, os pagamentos previdenciários.

Para que fique claro, constitucionalmente o Estado deve aplicar pelo menos 25% de seu orçamento em Educação e 12% em Saúde. Assim, na previsão para 2019, a Educação teve um orçamento previsto na ordem de R$ 3.220.851.999,00 e a Saúde, R$2.098.594.130,00. Em dados apurados do FIPLAN (sistema de controle financeiro do Estado de Mato Grosso), coletados às 19:30h do dia 14/05/2019, consta o repasse em Abril para a Secretaria de Educação o total de R$233.095.012,71 (cerca de 8 vezes mais que os R$29.997.328,00 do anúncio do APROSOJA) e para a Secretaria de Saúde R$149.378.358,25 (mais que o dobro dos R$73.860.480,00 do outro anúncio). Uma vez que não acreditamos que uma entidade respeitável como a APROSOJA se prestaria a um trabalho de criar notícias falsas manipulando números, é certo que houve um enorme equívoco por desconhecimento do funcionamento do Estado e das obrigações constitucionais, bem como uma leitura pela metade do que o Governo tem publicado mensalmente em suas mídias, em sua prestação de contas.

Embora sejam os Poderes Legislativo e Judiciário indispensáveis para a estrutura do Estado, estamos tão acostumados com eles que, por vezes, nos esquecemos de sua importância e é necessário que se rememore periodicamente. O Poder Legislativo tem a missão de promover a representação da população e a fiscalização do Poder Executivo. Estado sem Legislativo é a caracterização da ditadura. Quando a democracia é derrotada em algum Estado, a primeira medida é a de fechar o Legislativo e, assim, calar o povo. O Judiciário é o órgão que promove a pacificação social, é a quem entregamos as razões de nossas causas, é o Poder que tem o condão de, sempre que há um distúrbio na sociedade, promover a análise à luz da lei e informar quem tem o que chamamos de “direito”.

Quando se busca macular esses Poderes com informações pela metade, visando uma condução maliciosa da opinião da sociedade, está se promovendo muito mais que a disseminação de inverdades. Essa medida é um ataque à própria estrutura democrática do Estado, tendo como resultado apenas desgastes e perdas aos envolvidos, dificultando as relações institucionais. A premissa básica para qualquer relacionamento é o respeito mútuo.

Veja mensagem da Aprosoja:


COMENTARIOS

Mais de Trincheira

Trincheira

Pressa

Prefeitura de MT fecha contrato para decoração natalina por R$ 108 mil

29 de Julho de 2019 as 08h27

Trincheira

Incentivos & ICMS

Pedidos de vista em massa adiam votação de projeto de Mendes

26 de Julho de 2019 as 09h01

Trincheira

Após 4 anos

Ricardo Almeida deixa o TRE-MT; três advogados disputam vaga

10 de Julho de 2019 as 08h33

Trincheira

Reforma da Previdência

Até 2023, MT terá mais servidores aposentados que na ativa

24 de Junho de 2019 as 10h52

Trincheira

Bomba sobre trilhos

Há 8 anos, Silval anunciava VLT, que já drenou mais de R$ 1 bi

24 de Junho de 2019 as 10h51

Trincheira

Em causa própria

Vereadores de Sinop aprovam aumento de VI em quase R$ 2 mil

16 de Junho de 2019 as 11h20

Trincheira

Credenciais cassadas

Após irregularidades, duas autoescolas são impedidas de atuar em MT

09 de Junho de 2019 as 17h34

Trincheira

“Idolatria cega”

Delegado critica Bolsonaro: populismo é tão nefasto quanto corrupção

09 de Junho de 2019 as 17h32

Trincheira

Cidadão de MT

Bolsonaro recebe título da AL durante passagem pelo Estado

06 de Junho de 2019 as 09h29

Trincheira

Imagem protegida

Policiais erguem cobertor em portão para esconder prisão de Arcanjo

29 de Maio de 2019 as 10h36

Trincheira

Lava Jato e afins

Auditor de MT assume setor de inteligência da Receita Federal

26 de Maio de 2019 as 12h23

Trincheira

Calamidade

Educação de MT suspende contrato de obra de R$ 4,7 milhões

26 de Maio de 2019 as 12h22

Trincheira

Direita unida

Vice e apoiador de Bolsonaro viram "cidadãos mato-grossenses"

23 de Maio de 2019 as 21h54

Trincheira

Bela homenagem

Abertura de série sobre Lava Jato usa "Se gritar pega Ladrão"; veja

23 de Maio de 2019 as 21h52

Trincheira

Possíveis réus

Selma: "Congresso tem muito legislador que atua em causa própria"

20 de Maio de 2019 as 10h01

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

Enquete

veja +

COTAÇÃO