Política

Debatedores pedem aprovação de política para populações atingidas por barragens

Antônio Cruz/Agência Brasil Rompimento de barragem em Mariana, ocorrido em 2015 Representantes da Justiça defenderam nesta quarta-feira (20) a ap...

Fonte:Agência Câmara de Notícias
20 de Outubro de 2021 as 18h 45min

Rompimento de barragem em Mariana, ocorrido em 2015 - (Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)

Representantes da Justiça defenderam nesta quarta-feira (20) a aprovação pelo Congresso Nacional do projeto de lei que institui a Política Nacional de Direitos das Populações Atingidas por Barragens. A proposta (PL 2788/19) já foi aprovada pela Câmara dos Deputados e aguarda votação dos senadores. O texto lista direitos dessas populações, como indenização, reassentamento da comunidade e auxílio emergencial em caso de desastre.

Segundo o defensor público federal Gabriel Saad Travassos, a matéria é fundamental para garantir segurança jurídica para as populações vítimas de barragens.

“Não me refiro apenas às situações gravíssimas e às populações vitimadas pelo rompimento. Existem outras populações que já são atingidas por barragens em razão de alarmes disparados sistematicamente sem qualquer tipo de orientação, da desvalorização dos imóveis, o que permite a expansão das áreas de domínio das mineradoras sem a reparação justa”, destacou o defensor.

O rompimento de barragens de mineração no Brasil foi discutido pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, a pedido do deputado Carlos Veras (PT-PE), que preside o colegiado. O parlamentar disse que todas as contribuições recebidas serão levadas em consideração em um relatório a ser elaborado.

A reunião abordou a continuidade, no Brasil, dos esforços para punir os responsáveis pelo rompimento de barragens, entre as quais a de Mariana (MG), em 2015, a de Jacareí (SP), em 2016, e a de Brumadinho (MG), em 2019.

O objetivo é garantir que as vítimas das tragédias tenham respeitados seus direitos de acesso à justiça e de reparações pelos danos causados. Trata-se de uma recomendação recebida pelo Brasil no mecanismo de Revisão Periódica Universal (RPU).

Thales Coelho (no telão):
Thales Coelho (no telão): "Falta uma cultura de prevenção de riscos pelas companhias - (Foto: Reila Maria/Câmara dos Deputados)

Descumprimento
A conclusão dos participantes do debate é a de que o Brasil não está cumprindo a recomendação. O coordenador de Direitos Humanos e Empresas da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, Thales Cavalcanti Coelho, apontou uma dificuldade de responsabilização de empresas em relação aos rompimentos, por falta de uma cultura de prevenção de riscos de violação de direitos humanos pelas companhias.

“A ação penal proposta contra as empresas e seus dirigentes foi decotada ao longo da tramitação. Teve desclassificação de crimes de homicídio, imputados pelo Ministério Público, para crimes de inundação seguida de morte”, exemplificou Coelho.

Os participantes do debate reclamaram ainda da falta de protagonismo das vítimas no processo penal. Segundo eles, as empresas usam o poder econômico para contratar advogados e entrar com recursos, o que faz com que o Poder Judiciário não responda rapidamente à população.

O deputado Padre João (PT-MG) enxerga um “atestado de incompetência” na paralisia dos processos. “O poder econômico tem sido cruel e vem tentando contaminar os três Poderes”, lamentou.

Vítimas
Presidente da Associação dos Familiares de Vítimas de Atingidos do Rompimento da Barragem Mina Córrego Feijão, em Brumadinho, Alexandra Costa relatou ter perdido irmão, primo, amigos e conhecidos na tragédia. Ela reclamou da violação de direitos e pediu ajuda técnica para que os crimes sejam reparados.

Iury Bezerra:
Iury Bezerra: "A questão de Mariana é um crime que se renova - (Foto: Reila Maria/Câmara dos Deputados)

Por sua vez, o representante do Movimento dos Atingidos por Barragens Iury Bezerra disse que há um padrão de violação dos direitos humanos em todas as grandes obras. Para ele, o Estado brasileiro é parte da violação de direitos, o que possibilita a impunidade.

“A questão de Mariana é um crime que se renova. Você não tem as famílias cadastradas, você tem reassentamentos que não foram construídos, tem situação de insegurança. Imaginem vocês quem vive às margens de uma barragem, sabendo que ela pode se romper. Você não tem direito de saber o que fazer no caso de rompimento de barragem. Não tem preparação da população. Não tem diálogo”, reclamou Bezerra.

Ações do governo
Presente ao debate, o coordenador-geral de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Daniel Lima, listou ações da pasta relativas aos rompimentos. Segundo ele, as empresas devem apresentar relatórios de vistorias das barragens e também a Agência Nacional de Mineração foi dotada de mais capacidade de fiscalização, entre outras medidas.

O coordenador do grupo de trabalho sobre Mineração, Meio Ambiente e Direitos Humanos do Conselho Nacional de Direitos Humanos, Leandro Scalabrin, no entanto, reclamou de uma insuficiência de recursos e pessoal disponível para essa fiscalização.

Scalabrin disse ainda que os municípios não estão preparados nem conhecem os planos de salvamento nas emergências.

A recomendação do representante regional para o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos na América do Sul, Jan Jarab, é para que os compromissos assumidos sejam implementados pelo Estado brasileiro, a partir de um esforço coordenado pelos três Poderes nas esferas municipal, estadual e federal, com a participação ativa da sociedade civil.

As empresas, segundo Jarab, também precisam adotar medidas urgentes para garantir a reparação dos danos causados e a prevenção de novos colapsos.

RPU
A Revisão Periódica Universal é o instrumento da Organização das Nações Unidas (ONU) que analisa a situação de direitos humanos de seus estados-membros.

No final de 2019, a Câmara dos Deputados e o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Direitos Humanos firmaram parceria para a criação de um Observatório Parlamentar no âmbito da Comissão de Direitos Humanos, com o objetivo de monitorar as recomendações recebidas pelo Brasil. A colaboração foi renovada em 2020 para vigência por mais um ano, contado a partir de fevereiro de 2021.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Política

Política

Projeto restringe concessão de crédito consignado a banco que segue autorregulação do setor

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Alberto Neto: projeto oferece solução eficaz e de baixo custo para reduzir fraudes O Projeto de Lei 2887/21 dete...

26 de Janeiro de 2022 as 14h15

Política

Projeto amplia conceito de guarda parental, no Código Civil, para incluir o dever de cuidado

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Coronel Tadeu: criança e adolescente são sujeitos de direitos O Projeto de Lei 3053/21 amplia o conceito de guar...

26 de Janeiro de 2022 as 14h15

Política

Projeto suspende inscrição de microempresas em cadastro federal de devedores

Marcello Casal Jr/Agência Brasil Inscrição pode restringir crédito e impedir a participação em licitações O Projeto de Lei 1585/21 suspende tempo...

26 de Janeiro de 2022 as 13h30

Política

Projeto suspende uso de avaliação do cadastro positivo por 720 dias

Michel Jesus/ Câmara dos Deputados Tito: no pós-pandemia, o cadastro pode ser ferramenta abusiva de negativa de crédito O Projeto de Lei 2928/21 ...

26 de Janeiro de 2022 as 12h15

Política

Projeto autoriza mudança do nome dos recém-nascidos até 45 dias após registro

Claudio Andrade/Câmara dos Deputados Policial Katia Sastre: muitos pais registram nome diferente do acertado com a mãe O Projeto de Lei 2919/21 a...

26 de Janeiro de 2022 as 11h00

Política

Senado é iluminado de roxo pela campanha de combate à hanseníase

A cúpula e o anexo I do Senado Federal serão iluminados de roxo, de terça-feira (25) até a próxima segunda-feira (31), em alusão à campanha naciona...

26 de Janeiro de 2022 as 11h00

Política

Projeto prevê colocação de barreiras de proteção nas praças de pedágio

Cleia Viana/Câmara dos Deputados Frota: a intenção da proposta é salvar vidas e diminuir o número de feridos O Projeto de Lei 3072/21 torna obrig...

26 de Janeiro de 2022 as 10h45

Política

Projeto obriga motorista bêbado que causar acidente de trânsito a indenizar vítima

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados Ribeiro: seguro DPVAT muitas vezes é insuficiente para o custeio integral do tratamento O Projeto de Lei 3125/...

26 de Janeiro de 2022 as 10h45

Sorriso

Sorriso: vereadores cobram do Executivo implantação de vale alimentação para cooperados e terceirizados

O auxílio passou a ser concedido este mês aos servidores concursados e comissionados

26 de Janeiro de 2022 as 10h45

Sorriso

Wanderley Paulo comenta repercussão internacional no jornal Inglês The Guardian sobre Encontro da Frente Parlamentar em Novo Progresso –PA

Se analisarmos os povos indígenas Americanos percebemos que lá, eles são empresários e mesmo assim cultivam as tradições e é isso que nós desejamos como os nossos irmãos indígenas

26 de Janeiro de 2022 as 10h15

Política

Randolfe Rodrigues é diagnosticado com covid-19

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) confirmou nesta quarta-feira (26), pelas redes sociais, ter recebido o diagnóstico de covid-19. Ele disse qu...

26 de Janeiro de 2022 as 10h15

Política

Projeto institui política de reaproveitamento e doação de eletrônicos de órgãos públicos

Enerson Cleiton/Prefeitura de Uberaba-MG Escolas públicas deverão receber uma parte desses equipamentos recondicionados O Projeto de Lei 5991/19 ...

26 de Janeiro de 2022 as 10h00

Política

CAE retoma neste ano debate sobre privatização dos Correios

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) inicia o ano legislativo com 124 projetos de lei na pauta — entre eles, o que autoriza a privatização dos C...

26 de Janeiro de 2022 as 10h00

Política

Projeto destina 5% de multas ambientais a castração de cães e gatos

Paulo Sergio/Câmara dos Deputados Fruet: medida é necessária para implementar a política de controle de natalidade de cães e gatos O Projeto de L...

26 de Janeiro de 2022 as 09h45

Política

Projeto garante tarifa social de água para abrigos de proteção animal

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados Célio Studart ressalta que os abrigos usam muita água para manter a higiene do local O Projeto de Lei 2775/2...

26 de Janeiro de 2022 as 09h00

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO