Redação

MPT ajuíza ação civil pública contra responsáveis pela construção da Usina de Colíder

Atuação do MPT se fez necessária em razão do desrespeito reiterado das empresas à legislação trabalhista, especialmente no que se refere à jornada de trabalho dos empregados e ao meio ambiente laboral.

Fonte:MT Agora - Assessoria
03 de Julho de 2013 as 06h 21min

O Ministério Público do Trabalho em Alta Floresta ajuizou, na última quarta-feira (26), na Vara do Trabalho de Colíder, uma ação civil pública (ACP) com pedido de antecipação de tutela contra o Consórcio J. Malucelli – CR Almeida e a Companhia Paranaense de Energia S/A (Copel), respectivamente empreiteira principal e dona da obra de construção da Usina Hidrelétrica (UHE) de Colíder. Segundo a procuradora do Trabalho que conduz a ação, Fernanda Alitta Moreira da Costa, a atuação do MPT se fez necessária em razão do desrespeito reiterado das empresas à legislação trabalhista, especialmente no que se refere à jornada de trabalho dos empregados e ao meio ambiente laboral.
 
Entre os pedidos feitos na ACP, elaborada em coautoria com o procurador Jefferson Luiz Maciel Rodrigues, está o de que as três empresas sejam condenadas solidariamente ao pagamento de indenização de R$ 15 milhões, a título de dano moral coletivo, dano social geral e dano social na modalidade dumping social. Este último, explica Fernanda Alitta, é caracterizado pelo fato dos empregadores violarem os direitos dos trabalhadores para eliminar a concorrência no mercado e obter vantagens comerciais e financeiras, em razão do baixo custo da produção de bens e prestação de serviços.
 
“Essa conduta não atende à   função social da propriedade privada, da empresa, dos contratos, enfim, aos valores sociais da livre iniciativa. As rés, em verdade, agem com desrespeito à ordem jurídica e ao Estado de Direito. Agem com desrespeito ao sentimento coletivo de que a vida em família e em sociedade precede ao arbítrio do empregador e empreendedor na exigência do trabalho, como preceituado na Constituição da República e na legislação ordinária”, afirmou.
 
Caso os pedidos elaborados pelo MPT sejam deferidos pela Justiça do Trabalho, as empreiteiras principais, J. Malucelli Construtora de Obras S/A e CR Almeida S/A Engenharia de Obras, deverão cumprir antecipadamente, em caráter liminar, cerca de 34 itens, entre eles, a implementação dos programas de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO) e de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (PCMAT). No total, a ação pleiteia o cumprimento de 136 obrigações de fazer e não fazer (tutela inibitória), sendo a maioria delas relativa à saúde e segurança no trabalho.
 
À dona da obra, empresa Copel Geração e Transmissão S/A, compete exigir, sob pena de multa, que as empreiteiras cumpram a legislação vigente, bem como as normas e instruções internas relativas à segurança e saúde do trabalho, e coloquem em prática ações complementares que assegurem a integridade física e mental dos empregados e de terceiros.
 
A UHE de Colíder, que começou a ser construída em 2011, tem um custo orçado em, aproximadamente, R$1,2 bilhão. A usina à © classificada como de médio porte e terá potência de 300 megaWatts (mW), o que representa a capacidade de atender a uma cidade de 680 mil habitantes.
 
Entenda melhor o caso
O Ministério Público do Trabalho atua para combater as irregularidades trabalhistas na UHE de Colíder desde novembro de 2011. Atualmente, já chega a dez o número de procedimentos instaurados na Procuradoria do Trabalho no município de Alta Floresta em face do Consórcio J. Malucelli – CR de Almeida. Em março de 2012, por exemplo, houve ajuizamento na Vara do Trabalho de Colíder de ação cautelar com pedido de interdição de dois guindastes e das frentes de trabalho no local onde estava sendo construído o vertedouro da usina.
 
De acordo com a equipe que realizou inspeção no local na época, os guindastes não dispunham de uma série de documentos obrigatórios que garantiriam a segurança das operações, nos termos do que determina a Norma Regulamentadora nº 18 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Além disso, estavam sendo operados em áreas de vivência, expondo trabalhadores a graves riscos. Também foi constatada a inadequação parcial de alojamentos, banheiros e refeitórios, o não fornecimento de equipamentos de proteção coletiva, bem como insuficiência de documentos na elaboração do PCMAT e do PCMSO.
 
Dada a magnitude do empreendimento e as várias denúncias, foi realizada nova inspeção em abril de 2012, oportunidade em que foram encontradas diversas irregularidades. Três meses depois, a pedido do MPT, o Grupo Móvel da Auditoria das Condições de Trabalho (GMAI) do MTE interditou, administrativamente, dentre outros locais e equipamentos, quase todas as gruas presentes no canteiro de obras, em decorrência de inúmeras problemas que ensejavam situação de risco grave e iminente à vida e à integridade física dos trabalhadores. No total, foram lavrados 304 autos de infração.
 
Em julho, o MPT ajuizou ação civil pública e obteve liminar que suspendeu todas as atividades envolvendo trabalhadores na área denominada "bota-fora 01”, local de descarga de materiais do canteiro da UHE de Colíder. A ação foi proposta contra o Consórcio J. Malucelli – CR Almeida após um desmoronamento que resultou na morte de um trabalhador de 19 anos.
 
Este ano, a UHE de Colíder voltou a ser destaque após um incêndio ocorrido em 11 de fevereiro, que destruiu 90% da área de vivência e desencadeou a demissão de cerca de 800 trabalhadores, que permaneceram alojados por aproximadamente 11 dias em dois ginásios de Colíder e Nova Canaã.
 
Lesão
A procuradora do Trabalho Fernanda Alitta defende que a conduta da empresa, que classificou como delinquência patronal, lesou não só a dignidade da pessoa humana, por não preservar a saúde e a integridade física de seus trabalhadores, mas das famílias e da sociedade. “A primeira, por restar privada do convívio desses trabalhadores em razão das jornadas extenuantes e do descaso das rés quanto ao meio ambiente laboral e aos direitos fundamentais e sociais trabalhistas. A segunda, porque houve lesão à Ordem jurídica, aos valores sociais do trabalho e da livre iniciativa, ao sentimento social e coletivo de respeito às normas ”, explica.
 
Na ação, a procuradora requer que cada uma das empresas – J. Malucelli Construtora de Obras S/A, CR Almeida S/A Engenharia de Obras e Companhia Paranaense de Energia S/A, seja condenada solidariamente ao pagamento de indenização de R$ 5 milhões, totalizando R$ 15 milhões. “O prejuízo decorrente do agir destituído de boa-fé é evidente e extrapola os limites do direito patrimonial. Extrapola, inclusive, os limites dos direitos individuais dos empregados. Atinge o próprio Estado social", frisa.

COMENTARIOS

Mais de Estado

Sífilis

Mato Grosso registrou 8,5 mil casos de sífilis entre 2015 e 2019

Por meio do teste rápido, é possível diagnosticar a infeção sexualmente transmissível, que tem tratamento e cura.

23 de Fevereiro de 2020 as 10h21

Substituição

Presidente do TCE substitui dois conselheiros após STF manter afastados 5 titulares acusados de corrupção em MT

Segundo o TCE, as trocas foram feitas para garantir a todos os conselheiros a oportunidade de atuar no Tribunal Pleno.

23 de Fevereiro de 2020 as 10h06

Carnaval 2020

Mais de 50 mil passageiros devem passar pelo Aeroporto Marechal Rondon em MT durante o carnaval

Fluxo de passageiros nesse período é 20% maior. A recomendação nesse período de grande fluxo é que os passageiros se programem para chegar mais cedo.

23 de Fevereiro de 2020 as 10h02

Cultivo de Maconha

Sitiante é preso suspeito de cultivar maconha em terreno em MT

Além dos pés de maconha, foram encontradas drogas prensadas. Suspeito afirmou à polícia que é para consumo próprio.

20 de Fevereiro de 2020 as 14h38

Investigação

Padre é investigado pela polícia por suspeita de importunação sexual a duas mulheres em MT

Inquérito foi aberto depois que as mulheres procuraram a polícia para denunciar que tinham sido vítimas do padre.

20 de Fevereiro de 2020 as 14h35

Vagas de Emprego

Estão abertas 859 vagas de empregos pelo Sine em MT; oportunidades estão em 28 municípios

Estão abertas 859 vagas de empregos pelo Sine em MT; oportunidades estão em 28 municípios

20 de Fevereiro de 2020 as 09h25

Sem Alvará

Justiça manda fechar academia que não possui alvará nem profissional habilitado em MT

A academia continuava sem a presença de profissional habilitado em período integral de funcionamento.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h13

Denuncia

Associação de Fabricantes de Placas denuncia Detran-MT por supostas irregularidades no novo sistema de emplacamento padrão Mercosul

Segundo a entidade, a resolução do Conselho Nacional de Trânsito sobre a implantação das novas placas teria sido descumprida.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h10

Assalto

PM preso suspeito de assaltar agência de Correios é investigado por abusar de adolescente de projeto social

Vítima era aluna do projeto social 'Luz do Amanhã', comandado pela própria Polícia Militar. O objetivo do projeto, o qual Edmilson também trabalhava, é tirar crianças e adolescente das ruas.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h38

Prisão

Marido é preso suspeito de matar e enterrar corpo de mulher no quintal de casa em MT

Simone Ferreira estava desaparecida desde o dia 31 de janeiro. Suspeito disse à polícia que bateu a cabeça da mulher contra a parede durante uma briga do casal e depois a enterrou no quintal.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h32

Roubo

Idoso é roubado e agredido por três travestis em região de prostituição em MT

Com uso de facas, elas ameaçaram de morte a vítima e levaram celular e carteira. Dois suspeitos foram presos.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h30

Prisão

Mãe denuncia creche após filha de 2 anos voltar para casa com hematomas em Cuiabá

A Polícia de Rondônia registrou o homicídio em uma lanchonete, na BR 364, na cidade de Presidente Médici.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h14

Denuncia

Mãe denuncia creche após filha de 2 anos voltar para casa com hematomas em Cuiabá

Segundo a mãe, ela matriculou a filha neste ano para trabalhar, mas agora precisa ficar em casa para cuidar da menina.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h08

Roubo

Ladrões rendem funcionários e clientes de loja de eletrodomésticos em Cuiabá

Um dos suspeitos armados se rendeu e foi preso. O segundo envolvido fugiu e está sendo procurado pela polícia, com a ajuda do helicóptero do Ciopaer.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h01

Corpo Encontrado

Pescadores encontram corpo de homem no Rio Vermelho em MT

A Polícia Militar, Civil, e peritos da Politec estiveram no local.

18 de Fevereiro de 2020 as 14h56

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO