Condenação

Justiça condena trio que sequestrou e matou mãe e 2 filhos em Juína (MT)

Cada um dos três réus foi condenado a mais de 140 anos de prisão. Crime ocorreu em 2015; jovem de 18 anos foi estuprada antes de ser morta.

Fonte:MT Agora - G1 MT
23 de Setembro de 2016 as 00h 48min

Mulher e dois filhos adolescentes foram torturados e mortos em mata fechada em Juína (Foto: Juína News)

O juiz Vagner Dupim Dias, da 3ª Vara de Juína, município a 737 km de Cuiabá, condenou a mais de 140 anos de prisão cada um dos três homens acusados de sequestrarem, torturarem e matarem a pauladas uma mulher de 50 anos e seus dois filhos, de 14 e 18 anos, em dezembro de 2015, em uma fazenda naquele município. Os réus foram condenados pelos crimes de extorsão mediante restrição de liberdade, sequestro com resultado morte e estupro – tendo este último sido cometido pelos condenados contra a vítima de 18 anos.

A condenação foi requerida pelo Ministério Público Estadual (MPE) e a sentença foi proferida no último dia 19. Jânio de Souza Meireles foi condenado a 146 anos, 6 meses e 14 dias de prisão, enquanto Carmo Júlio de Souza foi sentenciado à pena de 140 anos, 5 meses e 18 dias de reclusão. Apontado como mentor do crime, José Carlos Luz Lopes foi condenado a 146 anos, 8 meses e 24 dias de prisão. Todos os condenados já estão presos. O G1 não conseguiu localizar as defesas dos réus.

O crime ocorreu no dia 23 de dezembro do ano passado. Segundo o MP, na ocasião, José Carlos, que era amigo há anos da família, fingia visitar a fazenda quando os outros dois acusados invadiram a residência e renderam as vítimas, amarrando-as, e ainda fingiram render o acusado José Carlos. Com o uso de armas de fogo, o grupo a extorquiu, obrigando-a a entregar um cartão de crédito e a senha de sua conta-corrente, de onde foram sacados R$ 1,5 mil, valor dividido entre os condenados.

Conforme o MP, José Carlos se aproveitou da amizade que mantinha com a família para planejar o crime e ludibriar as vítimas, afirmando ser obrigado a ser um 'intermediário nas negociações' entre as vítimas e os sequestradores.

“O acusado José Carlos agia com 'certa hierarquia' em relação aos demais acusados, seja na condição de tio do acusado Carmo, seja na condição de empregador do acusado Jânio, existindo, ainda, laços de amizade e intimidade entre todos os acusados, o que justifica de forma suficiente o vínculo existente entre os mesmos”, afirmou o MP, na denúncia.

Durante as investigações, a Polícia Civil descobriu que o trio tinha a informação de que o irmão da mulher havia vendido uma fazenda em Juara por R$ 700 mil e decidiu sequestrar a família, exigindo R$ 900 mil para libertá-los. Na denúncia, o MP destacou que o trio decidiu, em determinado momento, separar a mãe e os dois filhos do pai, que foi mantido sob vigia dentro da residência, cabendo ao réu Jânio a tarefa de ordenar ao homem o pagamento de resgate.

“Incumbiu-lhe, ainda, a tarefa de executar a vítima [o pai], após constatarem que não conseguiriam obter a quantia monetária exigida em troca da liberdade das vítimas [a mãe e os dois filhos], somente não logrando êxito em seu objetivo por circunstâncias alheias à sua vontade, eis que a vítima [o pai] entrou em luta corporal e conseguiu desarmá-lo e rendê-lo”, diz trecho da denúncia.

Estupro

Conforme o MP, a vítima de 18 anos foi estuprada pelo trio antes de ser morta a pauladas. Logo após ser violentada pelo grupo em um curral, localizado nos fundos da fazenda onde morava a família, a jovem ainda teria sido obrigada a relatar o crime ao pai, que era feito refém dentro da casa. Posteriormente, o pai relatou a violência sexual sofrida pela filha ao MP e à Justiça.

Um dos bandidos foi preso em flagrante e mostrou onde estavam os corpos

“Na ocasião, a vítima declarou de forma cabal ter sido estuprada pelos acusados José Carlos e Carmo, bem como por um terceiro que ela não conhecia”, diz trecho da denúncia.

Na denúncia, o Ministério Público ressalta que o réu Jânio foi responsável por levar a jovem de 18 anos ao local onde ela foi estuprada por Carmo e José Carlos. “O acusado Jânio também a constrangeu a manter relação sexual consigo, sendo certo, inclusive, que guardou a calcinha da vítima no bolso da calça que trajava”, diz a denúncia.

O crime

Segundo a polícia, a família vivia em uma fazenda localizada na BR-174, entre Juína e Vilhena (RO) quando o crime ocorreu. Durante o sequestro, a mulher e os dois filhos foram levados para a mata, enquanto o marido foi mantido refém dentro da casa, como forma de garantir o pagamento.

Segundo o sobrevivente, ele foi levado para o mato na manhã do dia 23 de dezembro, após várias negociações. Quando teve autorização do bandido para tomar água em um riacho próximo, conseguiu dominar o sequestrador, pegar a espingarda que ele portava e levá-lo até uma fazenda vizinha, onde conseguiu ajuda para amarrá-lo e acionar a polícia. O suspeito levou os policiais até onde a mulher e os dois filhos foram mantidos reféns, mas todos já haviam sido assassinados.


COMENTARIOS

Mais de Estado

Pedágio

Decisão do Governo sobre a BR-163 pode tornar MT ‘Estado inviável’ e aumentar pedágio, aponta estudo

A BR-163 foi licitada pelo menor custo tarifário, já que seu plano de investimento era sustentado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

24 de Fevereiro de 2020 as 13h28

Sífilis

Mato Grosso registrou 8,5 mil casos de sífilis entre 2015 e 2019

Por meio do teste rápido, é possível diagnosticar a infeção sexualmente transmissível, que tem tratamento e cura.

23 de Fevereiro de 2020 as 10h21

Substituição

Presidente do TCE substitui dois conselheiros após STF manter afastados 5 titulares acusados de corrupção em MT

Segundo o TCE, as trocas foram feitas para garantir a todos os conselheiros a oportunidade de atuar no Tribunal Pleno.

23 de Fevereiro de 2020 as 10h06

Carnaval 2020

Mais de 50 mil passageiros devem passar pelo Aeroporto Marechal Rondon em MT durante o carnaval

Fluxo de passageiros nesse período é 20% maior. A recomendação nesse período de grande fluxo é que os passageiros se programem para chegar mais cedo.

23 de Fevereiro de 2020 as 10h02

Cultivo de Maconha

Sitiante é preso suspeito de cultivar maconha em terreno em MT

Além dos pés de maconha, foram encontradas drogas prensadas. Suspeito afirmou à polícia que é para consumo próprio.

20 de Fevereiro de 2020 as 14h38

Investigação

Padre é investigado pela polícia por suspeita de importunação sexual a duas mulheres em MT

Inquérito foi aberto depois que as mulheres procuraram a polícia para denunciar que tinham sido vítimas do padre.

20 de Fevereiro de 2020 as 14h35

Vagas de Emprego

Estão abertas 859 vagas de empregos pelo Sine em MT; oportunidades estão em 28 municípios

Estão abertas 859 vagas de empregos pelo Sine em MT; oportunidades estão em 28 municípios

20 de Fevereiro de 2020 as 09h25

Sem Alvará

Justiça manda fechar academia que não possui alvará nem profissional habilitado em MT

A academia continuava sem a presença de profissional habilitado em período integral de funcionamento.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h13

Denuncia

Associação de Fabricantes de Placas denuncia Detran-MT por supostas irregularidades no novo sistema de emplacamento padrão Mercosul

Segundo a entidade, a resolução do Conselho Nacional de Trânsito sobre a implantação das novas placas teria sido descumprida.

20 de Fevereiro de 2020 as 09h10

Assalto

PM preso suspeito de assaltar agência de Correios é investigado por abusar de adolescente de projeto social

Vítima era aluna do projeto social 'Luz do Amanhã', comandado pela própria Polícia Militar. O objetivo do projeto, o qual Edmilson também trabalhava, é tirar crianças e adolescente das ruas.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h38

Prisão

Marido é preso suspeito de matar e enterrar corpo de mulher no quintal de casa em MT

Simone Ferreira estava desaparecida desde o dia 31 de janeiro. Suspeito disse à polícia que bateu a cabeça da mulher contra a parede durante uma briga do casal e depois a enterrou no quintal.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h32

Roubo

Idoso é roubado e agredido por três travestis em região de prostituição em MT

Com uso de facas, elas ameaçaram de morte a vítima e levaram celular e carteira. Dois suspeitos foram presos.

19 de Fevereiro de 2020 as 14h30

Prisão

Mãe denuncia creche após filha de 2 anos voltar para casa com hematomas em Cuiabá

A Polícia de Rondônia registrou o homicídio em uma lanchonete, na BR 364, na cidade de Presidente Médici.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h14

Denuncia

Mãe denuncia creche após filha de 2 anos voltar para casa com hematomas em Cuiabá

Segundo a mãe, ela matriculou a filha neste ano para trabalhar, mas agora precisa ficar em casa para cuidar da menina.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h08

Roubo

Ladrões rendem funcionários e clientes de loja de eletrodomésticos em Cuiabá

Um dos suspeitos armados se rendeu e foi preso. O segundo envolvido fugiu e está sendo procurado pela polícia, com a ajuda do helicóptero do Ciopaer.

18 de Fevereiro de 2020 as 15h01

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO