Patinho Feio

Estado é ignorado pela União e não recebe recursos do PAC para logística

Sem voto, sem investimento, mesmo estando entre os maiores produtores de soja, carne, algodão e milho do mundo, projetos de ferrovias de Mato Grosso nunca sai do papel

Fonte:MT Agora - RD News
07 de Setembro de 2015 as 19h 23min

Mais uma vez Mato Grosso foi preterido pelo governo federal quando o assunto é investimento. O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) receberá R$ 1 trilhão, entre 2015 e 2018, e apesar dos altos investimentos na área de infraestrutura, o maior Estado produtor do país foi deixado de lado.

Conforme relatório divulgado pela União sobre os andamentos das obras do PAC, estão previstos mais de 3 mil quilômetros referentes à obra de duplicação de rodovia, além de 4,6 mil quilômetros de construção e pavimentação de estrada no Brasil. Entretanto, são contempladas apenas quatro BRs, que passam por Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pará.

Além disso, apesar de a presidente Dilma Rousseff (PT) já ter vindo a Mato Grosso lançar a Ferrovia de Integração do Centro Oeste (Fico), e todos os anos prevê inclusão de estudos e até investimentos neste modal de transporte no Estado, nenhuma das três ferrovias inclusas no pacote do PAC passam por aqui.

O motivo pelo qual Mato Grosso acaba excluído ainda é muito mais associado à política do que à economia. Isso porque, no quesito números, o Estado surpreende. Está entre os maiores produtores de soja, carne, algodão e milho do mundo. Corresponde com mais de 20% da balança comercial, é o terceiro que mais exporta e ajuda com grande parcela do PIB do país.

Mesmo diante do potencial econômico, o Estado ainda é visto como “patinho feito”, devido à baixa densidade eleitoral, com uma população de pouco mais de R$ 3 milhões de habitantes. Além disso, nenhum candidato a presidente do PT venceu aqui. Na última eleição, Aécio Neves (PSDB) obteve 54,67% dos votos contra 45,33% da presidente Dilma.

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, conta que vai constantemente a Brasília e apresenta os números da economia do Estado, já preparou até cartilhas com os dados, mas não tem obtido muito êxito. Tanto que sequer foi liberado ainda o empréstimo de R$ 720 milhões, aprovado no fim do ano passado, para o programa Pró-Concreto, inserido atualmente no Pró-Estrada. O governo tinha o otimismo de receber uma parcela de R$ 13,5 milhões, em agosto, e R$ 22,5 milhões agora.

Mas, até o momento, a secretaria do Tesouro Nacional não deu aval para liberação dos recursos. Há também recursos pendentes referentes ao MT Integrado e mais uma parte para reconstrução de estradas, que juntos somam cerca de mais R$ 700 milhões. “Eles pediram alguns ajustes e nós fizemos. A expectativa é de que este recurso chegue ainda neste segundo semestre”.

As obras das três ferrovias prevista no PAC executaram mais de R$ 1 bilhão neste ano, mas nenhum quilômetro de trilho passa por Mato Grosso. Há décadas o Estado luta para ampliar a malha ferroviária e apesar de acreditar no potencial do Estado, Duarte vê que algumas obras demorarão a sair do papel, como o caso da Bioceânica.

O secretário pontua que existem três projetos de ferrovia para o Estado, um deles é a própria Bioceânica, que tomou mais força, neste ano, com o interesse de empresários chineses. No entanto, embora entenda ser estratégica para China, Duarte não espera sair da fase de planejamento nos próximos quatro anos. “Para os chineses garantir uma ligação direta pelo pacífico com um país produtor de alimento, como o Brasil, é importante”. Duarte também ressalta que existem vários entraves, como questões ambientais e trabalhistas, e afirma que será um projeto a ser conduzido num ritmo chinês. “Eles planejam muito, estudam, analisam, mas na hora de fazer, faz rápido. Só que o tempo deles é diferente, curto prazo para eles são 10 anos. É estratégico, faz sentido, mas não para os próximos quatro anos”.

O segundo eixo de ferrovia que o secretário acredita para Mato Grosso é o que liga Lucas do Rio Verde ao porto de Miritituba, no Pará. Seriam mais de mil quilômetros e já existem interessados em realizar a obra. “Estive em Brasília e faz todo sentido unir uma região produtiva com um porto de saída dos produtos. Este projeto está sendo estudado e tem mais chance de se viabilizar”, explica.

Apesar de um sonho antigo que nunca sai do papel e das inúmeras promessas para que a Ferronorte chegue a Cuiabá, o secretário ainda crê ser possível. Ele conta que embora conste que uma empresa tenha sido contratada, ainda pela segunda edição do PAC, para realizar o estudo de viabilidade, não teve acesso e, por isso, está em contato com empresários para realizar levantamento.

Sobre a questão da viabilidade, muito questionada, o secretário diz que há demanda e interesse de que a ferrovia chegue à Capital. A questão não é apenas pelo fato de não existir lavouras em Cuiabá, mas o de encurtar o trecho para as grandes regiões produtoras.

Históricos problemáticos
A primeira edição do PAC previa investimentos para área de saneamento em três cidades do Estado, sendo Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis. Em meio à suspensão de obras, suspeitas de desvios de dinheiro, e até alvos de operações, apenas a Prefeitura de Rondonópolis fez uso dos recursos e cerca de 80% das obras previstas no programa estão concluídas.

Já Várzea Grande conseguiu segurar os recursos, mas devido aos problemas políticos com as trocas de prefeitos dos últimos anos, as obras ficaram empacadas. Quanto à Capital, na gestão Wilson Santos (PSDB) o programa foi alvo de operação da Polícia Federal, mas a investigação acabou sendo anulada devido às escutas telefônicas irregulares. De todo modo, continua sem definição sobre o andamento das obras previstas ainda nesta primeira edição.

Na segunda fase, as obras de duplicação e manutenção da BR-163 foram inclusas, contudo, não adiantou muita coisa, uma vez que a maioria delas segue sem conclusão e em péssimo estado. Tanto que os trechos de responsabilidade do Dnit foram autorizados a serem repassados para empresa concessionária Odebrescht.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Identificado

MT: idoso atropelado e morto em rodovia ainda não foi identificado

A identidade de um idoso que morreu na última sexta-feira (25) ainda é desconhecida, pois nenhum familiar procurou a vítima que está no Instituto Médico Legal.

27 de Setembro de 2020 as 11h03

Desaparecimento

Jovem de 22 anos desaparece em cachoeira durante passeio em Mato Grosso

Um jovem de 22 anos desapareceu na manhã deste sábado (26) em Jaciara. O fato ocorreu na Cachoeira da Mulata, durante um passeio.

27 de Setembro de 2020 as 11h00

Alta

Bebê que teve 80% do corpo queimado por explosão em fogão a lenha tem alta após 40 dias internado em MT

Nickolas estava internado há cerca de 40 dias em Cuiabá, na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Agora, o menino vai continuar o tratamento em casa.

27 de Setembro de 2020 as 10h27

Estupro

Padrasto é preso por estuprar criança de 10 anos que revelou abusos à coordenação de escola em MT

De acordo com as investigações, o homem estuprou a vítima diversas vezes, fato comprovado por exame de corpo delito realizado na criança.

27 de Setembro de 2020 as 10h15

Leitos

Governo abriu 300 UTIs em seis meses no combate à pandemia em Mato Grosso

Ampliação de leitos contemplou 17 unidades hospitalares de 14 municípios do Estado, sendo possível por meio de parceria entre gestões estadual e municipais

27 de Setembro de 2020 as 10h08

Autorização

Governo de MT autoriza abertura de bares, cinemas, shows e realização de práticas esportivas

De acordo com o governador Mauro Mendes, planejamento para a retomada das atividades econômicas no estado está acontecendo de forma responsável, com o objetivo de preservar os postos de trabalho e a economia de Mato Grosso.

25 de Setembro de 2020 as 23h36

Coronavírus

Sexta-feira (25): Mato Grosso registra 119.728 casos e 3.375 óbitos por Covid-19

Há 243 internações em UTIs públicas e 287 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 57% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias

25 de Setembro de 2020 as 19h03

Coronavírus

MT é o 3º estado com mais mortes por Covid-19 entre profissionais da enfermagem

Foram recebidas muitas denúncias sobre a falta de equipamentos de proteção individual.

25 de Setembro de 2020 as 13h08

Estupro

Pastor estupra enteada com problemas mentais e diz que a confundiu com a esposa em Mato Grosso

O homem foi preso em seu serviço, no bairro São José.

25 de Setembro de 2020 as 09h52

Enxada

Mulher tenta matar cachorra com enxada, é filmada por vizinhos e presa em Mato Grosso

A Polícia Militar de Barra do Garças fez a detenção de uma mulher, nesta quinta-feira (24), após a mesma ser filmada por vizinhos, tentando matar uma cachorra usando uma enxada.

25 de Setembro de 2020 as 09h48

Roubo

Casal que matou idoso de 81 anos para roubar televisão é preso em Mato Grosso

O crime que vitimou o idoso ocorreu na sexta-feira 04 de setembro, na residência do idoso, na Agrovila 12, Assentamento Antônio Conselheiro.

25 de Setembro de 2020 as 09h43

Coronavírus

Covid-19: Mato Grosso registrou 13 mortes nas últimas 24 horas

Há 246 internações em UTIs públicas e 289 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 58% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias

25 de Setembro de 2020 as 09h35

Roubo

Homem usa réplica de arma de fogo para roubar mercearia e é contido em Cuiabá

O senhor contou que estava fechando sua mercearia quando o homem armado o rendeu e apontou a arma de fogo na direção da cabeça da sua esposa exigindo o dinheiro do caixa.

25 de Setembro de 2020 as 09h31

Apreensão

Dinamites usados para explosão de caixas eletrônicos são apreendidos em MT

Para a polícia os criminosos estariam planejando um roubo a bancos da cidade, no entanto, com a apreensão, a tentativa foi frustrada.

25 de Setembro de 2020 as 09h16

A Tiros

Indígena é morta a tiros durante caça em aldeia de MT, diz polícia

De acordo com a Polícia Civil, a indígena Marinalva Zaquimae Corezomae, de 33 anos, chegou sem vida no hospital. Ela foi alvejada ao ser confundida com um animal por outros membros da tribo.

25 de Setembro de 2020 as 09h13

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO