Votação Da RGA

Deputado mostra dedo do meio e xinga grevistas durante sessão em MT

Confronto entre Gilmar Fabris (PSD) e servidores ocorreu nesta terça-feira. Deputado alega que revidou após ser agredido verbalmente por servidores.

Fonte:MT Agora - G1 MT
29 de Junho de 2016 as 02h 25min

Deputado mostrou o dedo do meio e xingou servidores grevistas durante sessão em MT (Foto: Reprodução)

O deputado estadual Gilmar Fabris (PSD) mostrou o dedo do meio e xingou os servidores públicos em greve que se encontravam nas galerias da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, durante a sessão realizada na manhã desta terça-feira (28), quando ocorreria a segunda votação da proposta feita pelo governo do estado para o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA).

Por meio de sua assessoria, o deputado Gilmar Fabris afirmou que revidou após ser agredido verbalmente pelos servidores que acompanhavam a sessão. Posteriormente, ele subiu na tribuna e chamou aos servidores presentes de desordeiros, afirmando que quem estava nas galerias não representava a totalidade dos servidores públicos representados por ele durante a sua vida pública e que estavam agredindo não só a ele, como a qualquer deputado que votasse a favor do governo.

A situação ocorreu no início da sessão, quando o parlamentar entrou no plenário. Um servidor público filmou o momento em que o parlamentar fazia gestos contra a plateia nas galerias e enviou para a reportagem pelo aplicativo Bem Na Hora. O funcionário público, que prefere não ser identificado, disse que o parlamentar “chamou os servidores para a briga” após ser vaiado e chamado de corrupto pelos servidores que acompanhavam a sessão.

“Ele é a favor do governo, votou a favor da proposta e os presentes na sessão começaram a chamá-lo de corrupto quando ele entrou. Daí ele mostrou o dedo do meio, começou a nos xingar, nos chamou de 'vagabundos', chamou para a briga, falando para descermos e brigarmos lá fora [da AL]. Isso não é postura de um representante do povo e não vamos deixar isso sim”, disse.

Ao final da sessão, ao deixar o plenário, o deputado voltou a ser xingado e revidou, mais uma vez. De acordo com o representante do Fórum Sindical, James Rachid Jaudy, uma reunião entre os líderes sindicais foi convocada para que eles avaliem se irão pedir a cassação do mandato do deputado Gilmar Gabris por quebra de decoro parlamentar.

“É lógico que o Fórum Sindical não vai deixar isso de graça. Foi uma agressão contra todos nós. Alguns deputados chegaram a pedir desculpas, mas ele não teve humildade nem mesmo para fazer isso. Na reunião, veremos que medidas iremos tomar contra ele”, afirmou.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), porém, protocolou durante a tarde, no gabinete do presidente da ALMT, deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB), um pedido de cassação do mandato do parlamentar por quebra de decoro. Além disso, a CUT afirmou que avalia ingressar, na Justiça, com uma ação por danos morais contra Gilmar Fabris, alegando que o deputado atacou a honra e o direito de greve dos servidores.

A assessoria da comunicação da Assembleia Legislativa afirmou que a Casa não deve se posicionar sobre o caso, no momento, porque se tratou de um fato isolado e o parlamentar não agiu ou falou em nome da AL, no momento do confronto com os servidores.

Votação da RGA

Durante a sessão, os servidores vaiaram, viraram as costas e fizeram um “apitaço” quando os parlamentares que votaram a favor do governo do estado, durante a primeira votação da proposta da RGA, subiam na tribuna. Os servidores estão em greve desde o dia 31 de maio e pedem o pagamento integral da recomposição da inflação de 2015, que totaliza 11,28%.

O projeto de lei enviado pelo governo do estado e aprovado em primeira votação pela Assembleia Legislativa prevê o pagamento parcelado de 6% dos 11,28% da recomposição salarial e os demais 5,28% se o estado não estourar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que fixa limite máximo de gasto do estado com a folha de pagamento a 49% da Receita Corrente Líquida.

Nova proposta

Os parlamentares da base governista fizeram uma nova proposta ao governo, de pagar 7,36% dos 11,28% da Revisão Geral Anual em três parcelas. A primeira, de 2%, seria paga em setembro deste ano e outras duas, de 2,68%, em janeiro e abril de 2017. Os outros 3,92% também seriam pagos no ano que vem, mas condicionados à LRF.


COMENTARIOS

Mais de Estado

Coronavírus

MT tem dívida com a União suspensa pelo STF; recurso vai para o combate à Covid-19

O pagamento da dívida será suspenso por 180 dias; recurso será destinado à ações de combate a disseminação do coronavírus. A parcela de março de 2020 foi quitada no dia 30

06 de Abril de 2020 as 20h58

Coronavírus

Segunda-feira (06): Mato Grosso registra 76 casos confirmados de Covid-19

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios.

06 de Abril de 2020 as 20h57

Contaminação por Coronavírus

Cuiabá lidera número de casos confirmados de Covid-19 em MT

Dados mostram que o número de mulheres com a doença é maior, se comparado aos homens

06 de Abril de 2020 as 20h53

Hospital Metropolitano

Governador mostra à imprensa o avanço das obras; veja o andamento

Mauro Mendes vistoriou a unidade na manhã desta segunda-feira (06)

06 de Abril de 2020 as 20h51

Alternativas

Senacon orienta consumidores sobre serviços contratados de academias

Fornecedores e consumidores devem buscar um acordo

06 de Abril de 2020 as 20h50

Saúde

Atendimentos presenciais permanecem suspensos até o dia 30 de abril

Todos os suportes presenciais para beneficiários e prestadores serão realizados virtualmente

06 de Abril de 2020 as 20h48

Desvio de Barreira

Sefaz apreende mais de R$ 140 mil em mercadorias sem nota fiscal

Trabalho realizado pela fiscalização interceptou caminhões que “furaram o posto” por carregar mercadorias irregulares

06 de Abril de 2020 as 20h46

Covid-19

MTI viabiliza antivírus gratuito para todas unidades de saúde do Estado durante pandemia

As licenças foram concedidas pela empresa Kaspersky Lab, parceira da MTI em Mato Grosso

06 de Abril de 2020 as 20h45

Auxilio aos Caminhoneiros

Sinfra disponibiliza informações sobre pontos de apoio nas rodovias

O objetivo é informar os caminhoneiros e outros usuários das rodovias e auxiliar que as viagens sejam realizadas sem empecilhos

06 de Abril de 2020 as 20h43

Doe Sangue

MT Hemocentro atende por agendamento e fornece transporte para doadores

MT Hemocentro tem sido rigoroso em relação às medidas de proteção e prevenção ao contágio do coronavírus, sempre pautado pelas determinações do Ministério da Saúde

06 de Abril de 2020 as 20h41

INSCRIÇÕES

Aberta inscrição para palestra online sobre gestão escolar

A videoconferência, que será realizada nesta segunda-feira (06.04) às 16h, terá como palestrante a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk

06 de Abril de 2020 as 13h41

Coronavírus

Corpo de Bombeiros distribuiu 2.300 máscaras nas ruas de Cuiabá

Distribuição visa estimular a população a usar máscaras de tecido ou mesmo fazê-las em casa

06 de Abril de 2020 as 13h37

CPF NA NOTA

Sefaz suspende sorteios até que Caixa recomece extrações da Loteria Federal

Documentos emitidos no período de suspensão continuam tendo validade

06 de Abril de 2020 as 10h09

Coronavírus

Governador torna uso de máscara obrigatório em MT

A partir do dia 13, será obrigatório em todo o Estado o uso da máscara mesmo que artesanal para todos

03 de Abril de 2020 as 20h30

Atualização

Mato Grosso registra um óbito e 44 casos confirmados de Covid-19

Os pacientes com coronavírus são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios

03 de Abril de 2020 as 19h18

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO