Prescrição

CRF-MT orienta e alerta os farmacêuticos sobre a prescrição de medicamentos

Mais de 50% de todos os medicamentos são incorretamente prescritos, dispensados e vendidos; e mais da metade dos pacientes que os utilizam o fazem incorretamente.

Fonte: Soraya Medeiros | CRF-MT
07 de Julho de 2020 as 13h 33min

Nos últimos meses, muito tem se falado sobre as  prescrições de medicamentos, sendo esse tema inclusive, objeto de disputas e debates entre várias profissões, chegando até a serem objetos de disputa judicial.

No Brasil existem alguns grupos de medicamentos que são isentos de prescrição médica  (MIPs). Porém, devem ser utilizados segundo as orientações de um profissional farmacêutico. Esse tipo de medicamento não possui tarja e são regulados atualmente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pelas normas RDC nº 98 de 2016, IN nº 11 de 2016 (dispões sobre a lista de medicamentos isentos) e RDC nº 242 de 2018.

No entanto, existem medicamentos que possuem tarja vermelha e tarja preta, e estes são  sujeitos a controle especial e só podem ser vendidos sob prescrição médica. A Portaria nº 344/98 da Anvisa orienta para  a prescrição dos receituários do tipo A e B e quais as formas de se prescrever corretamente.

As receitas do tipo A (receita amarela) sempre devem ser acompanhadas de declaração do médico feita em seu receituário com o CID e a justificativa de seu uso. Este tipo de receita só é dispensada no mesmo Estado em que for prescrita. Os medicamentos sujeitos a esta receita estão nas listas A1, A2 e A3.

As receitas do tipo B (receita azul) são as receitas de controle especial para a prescrição de medicamentos das lista B1 e B2 da portaria 344/98. Estas receitas são aviadas no estado em que foram prescritas e para aviar em outro estado é necessário que haja uma justificativa com CID e o motivo da prescrição no receituário do médico prescritor.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 50% de todos os medicamentos são incorretamente prescritos, dispensados e vendidos; e mais da metade dos pacientes que os utilizam o fazem incorretamente. Esses erros podem ser causados por diferentes fatores que potencialmente interferem na prescrição, na dispensação, na administração, no consumo e no monitoramento de medicamentos, o que pode ocasionar sérios prejuízos para a saúde e até mesmo a morte.

O presidente do Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso (CRF-MT), Iberê Ferreira da Silva Junior relata que embora os medicamentos sejam produtos farmacêuticos  indispensáveis, na maioria das situações, para a recuperação da saúde dos pacientes, eles não são isentos de risco e podem se tornar extremamente perigosos quando usados inadequadamente, o que os torna um grande problema de saúde pública mundial.

Iberê explica que todas as receitas devem ser escritas de forma legível em todos os campos, com o nome e o endereço completos do usuário, com o nome do medicamento, a dose e posologia corretas de prescrição.

A farmacêutica do Núcleo de Apoio Farmacêutico do CRF-MT, Karina Luckmann ressalta que o profissional farmacêutico exerce um papel primordial na luta pelo uso racional de medicamentos, resguardando a saúde da sociedade. "Prescrições em desacordo com os critérios técnicos e sanitários não devem ser dispensadas, assim como prescrições em quantidade superiores às recomendadas devem ser muito bem analisadas e justificadas. Lembrando que os medicamentos sujeitos a controle especial, de acordo com a Portaria SVS/MS nº 344/98 e suas atualizações, possuem quantidades máximas permitidas para cada receita".

Karina destaca que o farmacêutico deve averiguar as prescrições, informando ao Conselho casos de profissionais que extrapolem seus limites de atuação. "A prescrição correta de medicamentos é um passo muito importante para a promoção do uso racional de medicamentos e proteção da população", afirma.

O presidente do CRF, ainda informa que existem cinco categorias de profissionais da saúde que estão legalmente aptos a prescrever esses medicamentos: são farmacêuticos, médicos, médicos-veterinários, cirurgiões-dentistas e enfermeiros.

Confira o que cada classe profissional podem prescrever:

Farmacêutico – Prescrição regulada pela Resolução nº 586/13 do Conselho Federal de Farmácia, com a limitação para prescrição de medicamentos isentos de prescrição médica;

Enfermeiro – Regulados pela Lei 7.498/86 com a limitação de que pode prescrever medicamentos previamente estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição. Desse modo, uma prescrição por enfermeiro somente tem validade na unidade de saúde envolvida, não podendo ser utilizada para compra de medicamentos em Farmácias. Portanto o Farmacêutico NÃO DEVE DISPENSAR, no âmbito das farmácias e drogarias essas prescrições;

Médico Veterinário – Regulados pela Lei nº 5.517/68, vale ressaltar que esses profissionais podem prescrever medicamentos, mesmo os de uso humano e os sujeitos a controle especial, para serem usados em tratamentos de animais. Sendo assim, o Farmacêutico deve se ater às normas sanitárias que regulamentam as regras e especificidades dessas prescrições;

Cirurgião Dentista – Regulados pela Lei 5.081/66 possuem autonomia para prescrever e aplicar especialidades farmacêuticas de uso interno e externo, indicadas em Odontologia e ainda podem prescrever e aplicar medicação de urgência no caso de acidentes graves que comprometam a vida e a saúde do paciente. Essa regra também se aplica aos medicamentos sujeitos a controle especial. Nesse caso, ressalta-se que não existe uma relação ou categorização de quais os medicamentos podem ou não serem prescritos, porém estes devem possuir finalidade exclusivamente odontológica. O Farmacêutico deve observar, durante sua atribuição técnica e profissional de avaliar a prescrição, se a prescrição em questão se atende as normas legais vigentes e se as mesmas atendem os limites de atuação do Cirurgião-Dentista, que é prescrever medicamentos necessários para tratamentos e procedimentos odontológicos. Nesse momento onde existe uma alta procura por medicamentos, o farmacêutico tem um papel muito importante para se evitar o uso irracional de medicamentos, analisando atentamente as prescrições, não somente quanto da legalidade, mas também sobre as questões técnicas envolvendo a prescrição;

Médico – Ato Médico regulado pela Lei 12.842/13, onde se trata da categoria profissional com maior escopo de atuação em relação às prescrições. No entanto, tais prescrições não podem desobedecer aos regramentos sanitários relacionados aos requisitos e formalidades obrigatórias de uma prescrição e também tem o dever de se atentar às questões técnico-científicas no tocante, por exemplo, ao que se refere às indicações terapêuticas, posologias e vias de administração. Cabe ao Farmacêutico, no desempenho de sua função, também fazer a análise da prescrição de acordo com as normas e critérios técnicos estabelecido, e havendo prescrições médicas  ilegíveis, o profissional deve denunciar este tipo de conduta do prescritor ao CRF/MT, para providências junto ao CRM/MT.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Estado

Acidente

Em fuga, homem provoca acidente e deixa R$ 14 mil espalhados no asfalto

O suspeito alegou ter sido contratado para pegar o dinheiro no bairro Jardim Iguaçu para comprar uma grande quantidade de maconha.

10 de Agosto de 2020 as 09h42

Credenciados

Mato Grosso Saúde tem novos credenciados no interior do Estado

Seis municípios do interior de Mato Grosso já têm prestadores de saúde para atendimento dos beneficiários do Plano

10 de Agosto de 2020 as 09h39

Testes

Região Médio-Norte recebeu 39,3 mil testes rápidos do Governo de Mato Grosso

Testes foram distribuídos para as 16 prefeituras da região, que passa por Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde

10 de Agosto de 2020 as 09h34

Covid-19

MT tem 63.680 casos confirmados de Covid-19 e 2.147 mortes em decorrência da doença

Dos 63.680 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 20.361 estão em monitoramento e 41.172 estão recuperados.

10 de Agosto de 2020 as 04h38

Alta Médica

Governador de MT tem alta médica ao se recuperar de pneumonia após ficar 9 dias internado

Ele estava internado desde o dia 1º de agosto no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo (SP), sendo tratado de uma pneumonia.

10 de Agosto de 2020 as 04h32

Droga

PM flagra adolescente com 2 kg de maconha em mochila

A menor de idade confessou que a droga era dela e que havia trazido de Nova Xavantina.

07 de Agosto de 2020 as 15h45

Porte Ilegal

Rotam encaminha três à delegacia por porte ilegal de arma de fogo em Cuiabá

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939

07 de Agosto de 2020 as 15h38

Flagrante

Dupla é presa em flagrante quando tentava roubar residência em Campo Verde

Policiais militares da 8º Companhia de Campo Verde (a 131 km de Cuiabá) prenderam na noite desta quinta-feira (06.08) um homem e apreenderam um adolescente por roubo, no bairro Recanto do Bosque I.

07 de Agosto de 2020 as 15h34

Patrulhamento

Em alta velocidade e com habilitação vencida, homem é pego com pistola dentro de veículo

A equipe realizava patrulhamento na MT 240 quando perceberam o veículo VW Amarok em alta velocidade

07 de Agosto de 2020 as 15h28

Tiros

Criminosos matam homem com 10 tiros ao se passarem por policiais

Crime foi registrado no bairro Casa Nova, às 22h, na frente da residência onde a vítima morava.

07 de Agosto de 2020 as 15h24

Tempo Seco

Comitê do Fogo orienta produtores rurais para prevenção de incêndios

Nota técnica orientativa está disponível a todos os produtores rurais de Mato Grosso

07 de Agosto de 2020 as 09h43

Testes

Governo de Mato Grosso distribuiu 21,3 mil testes para a região Nordeste

Testes foram distribuídos para as 22 prefeituras da região, que passa por Água Boa e Vila Rica

07 de Agosto de 2020 as 09h40

Coronavírus

Mato Grosso registra 60.409 casos e 2.051 óbitos por Covid-19

Foram registradas 1.934 novas confirmações de coronavírus no Estado.

07 de Agosto de 2020 as 09h27

Estupro

Professor é preso após estuprar a enteada em Mato Grosso

Equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (Dedm) cumpriu nesta quinta-feira (06.08) um mandado de prisão preventiva contra um homem investigado pela unidade policial por estupro de vulnerável praticado contra sua enteada.

07 de Agosto de 2020 as 09h25

Tráfico

Polícia Civil de Juscimeira cumpre mandados em investigação de tráfico de drogas e golpes pela Internet

A operação resultou ainda em uma pessoa presa em flagrante por tráfico de drogas.

07 de Agosto de 2020 as 09h19

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO