Economia

PIB recua 1% em agosto, aponta Ibre/FGV

Na comparação interanual, a economia avançou 4,4%

Fonte:EBC
19 de Outubro de 2021 as 11h 00min

© Marcello Casal JrAgência Brasil

A atividade econômica registrou em agosto um recuo de 1% em relação ao mês anterior e alta de 0,7% no trimestre móvel encerrado no oitavo mês do ano, se comparado ao período concluído em maio. Foi o que apontou a análise da série dessazonalizada do Monitor do PIB-FGV, divulgada hoje (19) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). Já na comparação interanual, a economia avançou 4,4% em agosto e 6,7% no trimestre móvel terminado no mesmo mês. Em termos monetários, a estimativa é de que no acumulado do ano até agosto de 2021, em valores correntes, o Produto Interno Bruto (PIB, a soma dos bens e dos serviços produzidos no país), ficou em R$ 5,680 trilhões.

Para o coordenador do Monitor do PIB-FGV, Cláudio Considera, a economia brasileira continua em trajetória de recuperação em relação à forte queda de 2020 causada pela pandemia da covid-19. Os dados indicam que até agosto a taxa de crescimento do PIB em 12 meses ficou em 3,6%, em relação à verificada nos 12 meses até agosto de 2020, que apresentou queda de 3,1%.

Considera disse que o setor de serviços, que registrou quedas mensais consecutivas e altas entre março do ano passado e igual mês deste ano, desde abril apresenta desempenhos positivo com a taxa acumulada positiva em 12 meses a partir de junho, sendo em agosto de 2,6%. “No setor de serviços tem relevância a atividade de outros serviços, que representa cerca de 15% do PIB, que chegou a ter taxa mensal negativa de 22,8% e que apresentou taxas positivas elevadas desde abril deste ano”, disse.

De acordo com o coordenador, o desempenho positivo do setor de serviços é um reflexo da vacinação contra a covid-19. “Esse desempenho se deve à maior abrangência da vacinação, que possibilitou a maior interação entre as pessoas com idas a hotéis, bares, restaurantes, viagens etc. Isso é compatível com o consumo de serviços por parte das famílias que no mês de agosto cresceu 8,2%”, explicou.

Pandemia

Segundo o Ibre, “por causa da influência da pandemia da covid-19 nos fatores sazonais de 2020, que podem não estar realmente relacionados à sazonalidade, foi realizado no relatório divulgado nesta terça-feira um exercício adicional com relação a série com ajuste sazonal”.

O Ibre informou que alguns institutos de estatística internacionais estão analisando esses impactos e, “por essa razão, além do ajuste sazonal habitual que contempla o período de janeiro de 2000 a agosto de 2021, foi realizado adicionalmente o ajuste sazonal para 2020 e 2021 considerando os fatores sazonais referentes a 2019 e o fator calendário corrente”.

Conforme os pesquisadores, os resultados mostram que, se forem utilizados os fatores sazonais da série do PIB do período de 2000 até 2019, a taxa de variação em agosto de 2021 aponta para queda de 2,3%, inferior à de 1% observada considerando todo o período de 2000 até agosto de 2021. “Esses resultados sugerem que as taxas ajustadas sazonalmente devem ser analisadas com cautela, pois a pandemia pode ter influenciado os fatores sazonais não apenas por razões econômicas como também estatísticas”, indicou o relatório.

Consumo das famílias

No trimestre móvel terminado em agosto, o consumo das famílias subiu 6,5%, se comparado ao mesmo período do ano passado. O resultado foi influenciado, principalmente, pelo crescimento de 9,8% nos serviços. Na série com ajuste sazonal, o consumo das famílias avançou 1,9% no trimestre móvel de junho a agosto, em relação ao concluído em maio.

FBCF

Também no trimestre móvel terminado em agosto, a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), que representa os investimentos, cresceu 18,5% na comparação ao mesmo período do ano passado. De acordo com o Ibre, todos os componentes mantiveram a trajetória de crescimento. Apesar disso, na série ajustada sazonalmente, a FBCF registrou recuo de 3,5% no trimestre móvel de junho a agosto, na comparação entre março e maio.

Exportação e importação

A exportação teve alta de 3% no trimestre móvel de junho a agosto, em relação ao mesmo período do ano passado. “Apenas os componentes da agropecuária e da extrativa mineral não contribuíram positivamente para esse crescimento. Na análise da série dessazonalizada, a exportação apresentou retração de 7% no trimestre móvel findo em agosto, em comparação ao findo em maio”, apontou o relatório.

A importação teve elevação relevante de 32,7% no trimestre móvel de junho a agosto, na comparação com o mesmo período de 2020. O resultado foi influenciado, principalmente, pelo elevado crescimento de bens intermediários (40,8%).

Taxa de investimento

Em agosto de 2021, a taxa de investimento ficou em 17,6%, na série a valores correntes. “Esse resultado apresenta uma taxa de investimento abaixo da taxa de investimento média mensal considerando o período desde 2000”, indicou a análise.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

Governo define reajustes de benefícios e contribuições previdenciários

Portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União

20 de Janeiro de 2022 as 08h30

Economia

Auxílio Brasil: Caixa paga hoje famílias cadastradas com NIS final 3

Repasse mínimo a cada família é de R$ 400

20 de Janeiro de 2022 as 07h15

Economia

Plano de recuperação do RJ poderá passar por ajustes, diz governador

Texto voltará a ser discutido com Ministério da Economia em 15 dias

19 de Janeiro de 2022 as 20h45

Economia

Auxílio Brasil deve injetar, no mínimo, R$ 84 bilhões na economia

Estudo da CNC aponta que 70% deste valor será para consumo imediato

19 de Janeiro de 2022 as 18h30

Economia

Pandemia aumenta acesso da população a serviços bancários

Contas digitais já atendem 19% dos brasileiros

19 de Janeiro de 2022 as 15h00

Economia

Monitor do PIB indica alta de 1,8% em novembro de 2021, diz FGV

Avanço da economia mostra reversão de queda e estagnação

19 de Janeiro de 2022 as 14h00

Economia

EPE sugere antecipação de obras para escoar energia gerada no Nordeste

Meta é solucionar restrições locais para conexão de futuros projetos

19 de Janeiro de 2022 as 13h15

Economia

Ministério avalia concessão do Aeroporto Santos Dumont no Rio

Portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União

19 de Janeiro de 2022 as 08h30

Economia

Caixa paga hoje Auxílio Brasil para cadastrados com NIS terminado em 2

A Caixa Econômica Federal paga, nesta quarta-feira (19), a terceira parcela do Auxílio Brasil às famílias inscritas no Cadastro Único para Program...

19 de Janeiro de 2022 as 06h00

Economia

Sefaz disponibiliza resgate de pontos para desconto no IPVA 2022

Com 400 pontos o motorista já consegue o desconto máximo de R$ 100

18 de Janeiro de 2022 as 16h30

Economia

CNC: Brasil encerrou 2021 com recorde de endividados

As famílias recorreram mais ao crédito para sustentar o consumo

18 de Janeiro de 2022 as 11h00

Economia

Governo apresenta regras para relicitação do aeroporto de Natal

Contrato a ser assinado terá vigência de 30 anos

18 de Janeiro de 2022 as 09h00

Economia

Auxílio Brasil começa a ser pago nesta terça-feira

Investimento para os pagamentos supera R$ 7,1 bilhões

18 de Janeiro de 2022 as 07h15

Economia

Petrobras atinge recorde de produção no pré-sal em 2021

Estatal alcançou 1,95 milhão de barris de óleo por dia

17 de Janeiro de 2022 as 19h15

Economia

Banco Central diz que atividade econômica cresce 0,69%

Percentual de novembro é prévia do Produto Interno Bruto - PIB

17 de Janeiro de 2022 as 10h30

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO