Economia

Ministério da Economia analisa cálculo de reajuste dos planos de saúde

Percentual a ser aplicado em 2022 será próximo a 15,8%, prevê Abramge

Fonte:Agência Brasil
20 de Maio de 2022 as 17h 15min

© Marcello Casal JrAgência Brasil

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informou que o percentual máximo de reajuste a ser autorizado para os planos individuais ou familiares está sendo calculado e será divulgado pela agência após conclusão dos estudos e manifestação do Ministério da Economia. A agência reguladora enviou o cálculo do índice de reajuste anual no dia 10 de maio para a pasta. “Ainda não há, portanto, uma data definida para divulgação do índice”, afirmou a ANS.

A Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) estima que o percentual a ser aplicado em 2022 seja próximo a 15,8%. “Nesse sentido, é importante lembrar que os planos de saúde foram o único setor regulado com reajuste negativo em 2021, de -8,19%, reflexo direto das despesas médico-hospitalares de 2020 inferiores às de 2019 por conta do adiamento dos procedimentos eletivos, gerado pelo distanciamento social logo no início da pandemia”, afirma a nota.

O Ministério da Economia respondeu, também em nota, que só se manifestará quando a avaliação for concluída. “Ainda sem previsão”.

Segundo a Abramge, em 2021, as despesas superaram “e muito” as de 2020, como resultado da elevada taxa de ocupação hospitalar ocasionada por dois principais motivos: a retomada dos atendimentos adiados no ano anterior e a segunda onda da covid-19, muito maior do que a primeira.

“Outros fatores que impactaram, foram a inflação mundial de insumos (materiais, equipamentos e medicamentos) e a alta exponencial do dólar, moeda atrelada a grande parte dos insumos médico-hospitalares utilizados no Brasil”, acrescenta a nota.

A Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) projeta reajuste de 15,7%. Segundo a entidade, o aumento de itens diversos, como o preço de medicamentos e insumos médicos, a forte retomada dos procedimentos eletivos, o impacto de tratamentos de covid-19 longa e a incorporação de novas coberturas obrigatórias aos planos de saúde, como medicamentos e procedimentos, impactam diretamente no reajuste.

De acordo com a federação, outro componente considerado para o cálculo do reajuste - sob peso de 20% - é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que incide sobre custos de naturezas como despesas administrativas.

“Nesse sentido, vale ressaltar que o Brasil enfrenta a maior inflação geral em 19 anos, o que afeta diversos setores de atividade econômica, incluindo o mercado de planos de saúde. Ainda assim, no acumulado dos últimos dois anos, o IPCA passou de 16% e o reajuste de medicamentos, 22%, frente a 6,22% dos planos de saúde individuais, se confirmadas as projeções de reajuste para 2022, e considerando o reajuste negativo de – 8,19%, em 2021”, diz a FenaSaúde.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

BNDES e BID vão avaliar projetos viáveis na área de saneamento

Acordo tem foco em favelas e áreas rurais brasileiras

09 de Agosto de 2022 as 19h00

Economia

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago nesta terça-feira

Pagamento do Auxílio Gás também começa hoje

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

Caminhoneiros recebem auxílio com parcela dobrada

Valor será de R$ 2 mil este mês para motoristas de carga

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

IBGE: IPCA tem deflação de 0,68% em julho, menor taxa desde 1980

Queda na inflação oficial foi puxada pela redução nos combustíveis

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

IPCA tem deflação de 0,68% em julho, menor taxa da série histórica

Queda na inflação oficial foi puxada pela redução nos combustíveis

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

Índice Nacional da Construção Civil sobe 1,48% em julho

Custo da construção, por metro quadrado, é de R$ 1.652,27

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

Inflação para famílias de renda mais baixa cai 0,60%

É a menor variação desde o início da série histórica em 1979

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

Estímulos fiscais temporários pressionam inflação, diz Banco Central

Meta a ser definida é 3,5% para este ano

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

CNC prevê alta de 5,3% nas vendas para o Dia dos Pais

Estimativa é criar 18,5 mil vagas temporárias

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

Rentabilidade dos bancos retorna ao nível pré-pandemia

Avaliação é do Banco Central, no Relatório de Estabilidade Financeira

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

Inflação dos aluguéis residenciais sobe 1,05% em julho, diz FGV

Acumulado de 12 meses ficou em 8,65%

09 de Agosto de 2022 as 12h00

Economia

Entidades do setor produtivo criticam alta da Selic

Para CNI, elevação diminuirá produção, consumo e emprego

03 de Agosto de 2022 as 21h00

Economia

Ministro da Economia diz que teto de gastos é "retrátil

Guedes fez palestra na Expert XP 2022, em São Paulo

03 de Agosto de 2022 as 20h15

Economia

Copom eleva juros básicos da economia para 13,75% ao ano

Taxa básica de juros está no maior nível desde janeiro de 2017

03 de Agosto de 2022 as 17h45

Economia

Benefício para caminhoneiros começa a ser pago em 9 de agosto

Portaria foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União

03 de Agosto de 2022 as 09h15

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO