Economia

Governo autoriza integralização de cotas no fundo garantidor do Fies

Valor de R$ 500 milhões garante crédito em caso de inadimplência

Fonte:EBC
28 de Janeiro de 2022 as 10h 45min

© Marcello Casal JrAgência Brasil

O Ministério da Economia publicou hoje (28) portaria que autoriza a integralização de cotas pela União, no valor de R$ 500 milhões, para o Fundo Garantidor do Fundo de Financiamento Estudantil (FG-Fies). O valor será utilizado para garantir o crédito do Fies, em caso de inadimplência do estudante.

Criado pela Lei do Novo Fies em 2017, o FG-Fies começou a funcionar em 2018. A legislação que criou delimitou um total de R$ 3 bilhões para a integralização de cotas do FG-Fies por parte da União. Além da União, a legislação também prevê o aumento do repasse de recursos para o FG-Fies pelas mantenedoras de instituições de ensino que aderirem ao programa.

A utilização dos recursos ocorre quando o estudante estiver inadimplente há mais de 360 dias. Assim que for efetuado o pagamento, o FG-Fies torna-se credor do contrato do financiamento estudantil.

Nesses casos, as regras adotadas pelo comitê gestor do Fies prevêem a possibilidade de cobrança judicial dos contratos firmados até o segundo semestre de 2017, com dívida mínima de R$ 10 mil. Nos casos em que a dívida for inferior a R$ 10 mil, a cobrança ocorre por meo de processo administrativo. O devedor e os fiadores poderão ser acionados.

Renegociação

Em razão dos impactos econômicos e sociais da pandemia de covid-19, o governo federal publicou, no final do ano passado, uma medida provisória que estabelece regras para a renegociação de dívidas do Fies. A expectativa é que a iniciativa atenda pouco mais de 1 milhão de estudantes, que representam contratos no valor de R$ 35 bilhões.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), os números levam em conta o total de 2,6 milhões de contratos ativos do Fies, abertos até 2017, com saldo devedor de R$ 82,6 bilhões. Desse total, 48,8% (1,07 milhão) estão inadimplentes há mais de 360 dias. O texto que facilita o pagamento dos atrasados foi editado no último dia de 2021 e ainda precisa de um decreto regulamentador.

Dentre as principais propostas estão o parcelamento das dívidas em até 150 meses (12 anos e meio), com redução de 100% dos encargos moratórios e a concessão de 12% de desconto sobre o saldo devedor para o estudante que realizar a quitação integral da dívida. O desconto será de 92% da dívida consolidada, no caso dos estudantes que estão no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) ou foram beneficiários do auxílio emergencial. Para os demais estudantes, o desconto será de 86,5%.

Pelos números do MEC, os estudantes com contratos do Fies que estão no CadÚnico ou que receberam Auxílio Emergencial somam 548 mil contratos. Os demais estudantes inadimplentes somam outros 524,7 mil contratos de financiamento.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

Rio de Janeiro reduz para 18% alíquota do ICMS sobre combustíveis

Procon fará operação para fiscalizar queda de preço nos postos

01 de Julho de 2022 as 14h30

Economia

Intenção de consumo das famílias cresce 2,9%

Na comparação com junho de 2021, expansão é de 18,8%

01 de Julho de 2022 as 11h00

Economia

Rio e União assinam acordo de recuperação fiscal

Plano não impede realização de concursos públicos

01 de Julho de 2022 as 09h15

Economia

Geladeiras devem exibir hoje nova etiqueta de eficiência energética

Etiqueta indica diferença de conumo de até 30% entre produtos

01 de Julho de 2022 as 05h45

Economia

BC admite oficialmente estouro da meta de inflação em 2022

Informação consta do Relatório de Inflação do segundo trimestre

30 de Junho de 2022 as 17h00

Economia

Rio: STF estica prazo de entrega de documentos para Recuperação Fiscal

Acordo entre estado e União deve ser assinado ainda hoje

30 de Junho de 2022 as 17h00

Economia

FGV: Quase 30% da população recebia menos de R$500 por mês em 2021

Cenário foi impactado por crises, entre elas a pandemia, diz estudo

30 de Junho de 2022 as 15h30

Economia

Sefaz avança na implantação dos Programas de Educação Fiscal junto aos municípios da região Noroeste

Objetivo é estimular e implementar atividades que incentivem a cidadania fiscal entre os cidadãos

30 de Junho de 2022 as 15h30

Economia

Indicador de Incerteza da Economia sobe 0,5 ponto em junho

Índice chegou a 116,4 pontos com impacto do componente mídia

30 de Junho de 2022 as 15h15

Economia

Micro e pequenas empresas já podem aderir ao Pronampe

Portaria com as regras para concessão do crédito foi publicada hoje

30 de Junho de 2022 as 15h00

Economia

Setor público registrou superavit de R$358 bilhões em 2021

Resultado se deve a aumento de receitas e à redução de gastos

30 de Junho de 2022 as 15h00

Economia

Governo conclui pagamento da parcela de junho do Auxílio Brasil

Beneficiários com NIS final 0 recebem hoje

30 de Junho de 2022 as 14h00

Economia

Receita paga hoje restituições do segundo lote do IR 2022

Estão sendo depositados R$ 6,3 bilhões a 4,25 milhões de contribuintes

30 de Junho de 2022 as 14h00

Economia

Prazo de entrega da declaração anual do MEI termina hoje

Documento deve ser entregue mesmo por quem declarou Imposto de Renda

30 de Junho de 2022 as 14h00

Economia

Presidente volta a prometer zerar pedágio para motocicletas em BRs

Bolsonaro dá exemplo da Presidente Dutra, onde medida já foi adotada

28 de Junho de 2022 as 15h00

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO