Economia

EPE sugere antecipação de obras para escoar energia gerada no Nordeste

Meta é solucionar restrições locais para conexão de futuros projetos

Fonte:EBC
19 de Janeiro de 2022 as 13h 15min

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) quer antecipar algumas das obras previstas para o escoamento da geração de energia produzida na área sul do Nordeste, de forma a reforçar a estrutura do Sistema Interligado Nacional, solucionando algumas restrições locais de conexão – o que poderá, inclusive, viabilizar futuros projetos de geração de energia na região.

A recomendação consta do Estudo de Escoamento de Geração da Região Nordeste – Volume I – Área Sul, levantamento que foi detalhado hoje (19) para agentes do setor elétrico (associações, agentes de geração e transmissão) em evento online organizado pela EPE e pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

Além de apresentar premissas e soluções, o evento mostrou o encadeamento deste estudo com outros que estão em andamento. Segundo a EPE, este é o primeiro de uma série de três volumes de estudos que apresentam recomendações visando reforçar a estrutura do Sistema Interligado Nacional.

Futuros projetos

Os estudos pretendem “solucionar restrições locais para conexão de futuros projetos de geração; aumentar a confiabilidade no atendimento à carga; e ampliar a capacidade de intercâmbio energético entre as regiões Norte/Nordeste e Sudeste/Centro-Oeste”.

Nesse sentido, a expansão da malha de transmissão (que partirá da Bahia, interligando-se às linhas instaladas em Minas Gerais e no Espírito Santo) é apontada como solução para atender a oferta de geração de energia renovável – em especial eólica – gerada no Nordeste.

A expectativa é que, ao final, seja possível aumentar “significativamente” a capacidade de intercâmbio, “passando de 17,2 GW, previstos para o ano de 2026, para aproximadamente 30 GW, viabilizando assim o escoamento de cerca de 57 GW de geração renovável nas regiões Norte/Nordeste”, informa a EPE.

O primeiro volume trata apenas da expansão da chamada Área Sul da Região Nordeste. “Contudo, dada a magnitude do potencial previsto, as recomendações envolveram expansões da malha de transmissão desde a região norte do estado da Bahia até os estados de Minas Gerais e do Espírito Santo”.

Investimentos

O total de investimentos previstos é de cerca de R$ 18,2 bilhões, valor que abrange aproximadamente 6.600 km de linhas de transmissão em 500kV e 4 novas subestações de Rede Básica.

O levantamento recomenda a antecipação da maioria das obras previstas no estudo Expansão da Capacidade de Transmissão da Região Norte de Minas Gerais, que agregam mais R$ 6,3 bilhões em investimentos, com cerca de 2.500 km de linhas de transmissão em 500kV e 1 nova subestação de rede básica.

Segundo o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do MME, Paulo César Domingues, a solução final apresentada pelos relatórios estará integrada com as soluções regionais. “A expansão recomendada no Volume 1 contempla duas etapas de implantação. A primeira, de caráter determinativo, permite aumentar a capacidade de escoamento local, mas também constitui o primeiro conjunto de reforços em corrente alternada de ampliação da interligação Nordeste-Sudeste”, disse Domingues.

De acordo com o secretário, a segunda etapa, de caráter indicativo, é passível de atualização posterior e dependerá da dinâmica dos acessos dos empreendimentos de geração na Região Nordeste. “Se os montantes de geração prospectivos forem maiores do que os previstos nas datas de referência dos estudos, será necessário antecipar as datas de necessidade dos esforços”, acrescentou. Por isso, o secretário destacou a importância de monitorar constantemente o desempenho elétrico do sistema, considerando os acessos futuros dos agentes de geração.

Oportunidades

O presidente da EPE, Thiago Barral, ressaltou que muitas empresas têm buscado oportunidades nesse mercado e disse que tais investimentos serão essenciais para a segurança energética do Brasil. “Se o país quer sustentar o crescimento da demanda, vai precisar de transmissão. Essas obras terão benefício excelente porque vão gerar mais oferta de geração e mais competição”, afirmou Barral. Ele informou que, até março, entregará o desenho de um novo ciclo de expansão da infraestrutura.

A principal motivação para a elaboração dos estudos é a “expressiva expansão de geração renovável”,prevista para se concretizar principalmente nas regiões Norte e Nordeste nos próximos anos, destacou a consultora técnica da EPE Thaís Teixeira.

“Essa expansão de geração deve ser acompanhada pela expansão da rede de transmissão, de modo a prover uma integração segura da geração prospectiva projetada; proporcionar também margem adicional para escoamento para projetos de geração no futuro; e, acima de tudo, um atendimento seguro da demanda do sistema integrado nacional em múltiplos cenários alternativos que poderão ocorrer”, acrescentou.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Economia

Economia

Painel Telebrasil discutirá 5G, internet 3,0 e sustentabilidade

Evento terá participação dos ministros Fábio Faria e Paulo Guedes

25 de Junho de 2022 as 09h15

Economia

Aneel mantém bandeira tarifária verde para julho

Não haverá cobrança extra na conta de luz no próximo mês

24 de Junho de 2022 as 20h45

Economia

Comitê da Petrobras aprova nome de Caio Andrade para presidência

A informação foi divulgada em nota, na noite desta sexta-feira

24 de Junho de 2022 as 20h00

Economia

Desemprego chega a 9,4% em abril, diz Ipea

Taxa é a menor registrada no país desde outubro de 2015

24 de Junho de 2022 as 18h45

Economia

Dólar sobe para R$ 5,25 e tem quarta semana seguida de alta

Bolsa sobe 0,6%, mas encerra semana em queda

24 de Junho de 2022 as 18h15

Economia

El BC Brasil prevé un 1,7% de crecimiento del PIB para 2022

El pronóstico anterior, publicado en marzo, era del 1%.

24 de Junho de 2022 as 14h45

Economia

Presidente sanciona com vetos lei que previa compensações de ICMS

Entre os vetos, está o que garantia mínimos em saúde e educação

24 de Junho de 2022 as 11h00

Economia

Prévia da inflação oficial é de 0,69% em junho

Taxa é maior que a de maio: 0,59%

24 de Junho de 2022 as 09h15

Economia

CMN publica decisão fixando em 3% meta de inflação para 2025

Anúncio foi feito pelo Ministério da Economia

24 de Junho de 2022 as 08h30

Economia

Governo paga hoje Auxílio Brasil a beneficiários com NIS final 6

Valor mínimo para cada família é R$ 400

24 de Junho de 2022 as 05h15

Economia

Dólar sobe para R$ 5,23 com temor ante recessão global

Bolsa cai 1,45% e atinge menor nível desde novembro de 2020

23 de Junho de 2022 as 19h15

Economia

CMN fixa em 3% a meta de inflação para 2025

Metas para 2023 e 2024 são mantidas em 3,25% e 3%

23 de Junho de 2022 as 18h15

Economia

BC projeta crescimento de 1,7% do PIB para 2022

Previsão anterior, divulgada em março, era de 1%

23 de Junho de 2022 as 14h45

Economia

Arrecadação de tributos federais cresce 4,13% em maio

Segundo o Fisco, este é o melhor resultado desde 2007

23 de Junho de 2022 as 12h00

Economia

Três consumidores de Cuiabá e dois do interior são sorteados com R$ 50 mil no Nota MT

Entidades sociais indicadas pelos premiados vão receber R$ 10 mil, cada

23 de Junho de 2022 as 11h30

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO