Saúde

São Paulo libera distanciamento mínimo em escolas, cinemas e teatros

Decisão da prefeitura começa a valer a partir de amanhã

Fonte:EBC
14 de Outubro de 2021 as 15h 00min

© Rovena Rosa/Agência Brasil

A prefeitura de São Paulo liberou, a partir de amanhã (15), a necessidade de espaçamento de um metro entre cadeiras em cinemas e teatros. O anúncio foi feito hoje (14) pelo prefeito Ricardo Nunes.

Com a decisão, poderão ser ocupados todos os lugares e cadeiras nesses ambientes. A administração municipal recomenda, no entanto, que seja solicitado o comprovante de vacinação contra a covid-19, com ao menos uma dose. Essa exigência é obrigatória para eventos que reúnam mais de 500 pessoas.

A necessidade de espaçamento também deixou de valer para escolas, com validade a partir do próximo dia 25 de outubro. Nunes destacou, entretanto, que os estudos que embasaram a dispensa do distanciamento mostram que ainda é necessário o uso de máscaras mesmo ao ar livre.

Essa determinação só poderá ser revista, segundo o prefeito, depois de 10 de novembro. “Nós vamos apresentar um novo estudo, porque entre o dia 10 e 15, nós vamos estar com 100% das pessoas com ciclo vacinal completo”, ressaltou o prefeito.

A prefeitura fez o rastreamento e monitoramento de 2,3 mil casos confirmados de covid-19 e observou a transmissibilidade da doença a partir dos contatos dessas pessoas. A partir da taxa de contágio, a recomendação foi de manter as medidas contra a disseminação do vírus, como o uso de máscaras.

Vacinação

O prefeito comparou os dados da imunização contra o novo coronavírus na cidade de São Paulo e outras grandes capitais, como Nova York, Londres e Berlim. Segundo Nunes, atualmente receberam as duas doses ou dose única das vacinas contra a doença, 78,8% da população acima de 12 anos de idade e 86,1% das pessoas adultas (com mais de 18 anos). “Somos, disparado na frente, a capital que mais vacinou no mundo”, afirmou.

Retorno às escolas

Com o fim da necessidade de distanciamento, as escolas voltarão a funcionar normalmente, com os estudantes frequentando as aulas todos os dias. “Não haverá mais rodízio nas escolas municipais. Todos os alunos podem ser atendidos todos os dias”, ressaltou o secretário municipal de Educação, Fernando Padula.

As famílias podem, no entanto, optar por não enviar os jovens para a escola. Para isso, é necessário assinar um termo de responsabilidade, se comprometer a retirar as atividades impressas na escola e que os estudantes assistam aos vídeos disponibilizados pela secretaria.

Surtos

A coordenadora do núcleo epidemiológico da vigilância sanitária municipal, Paula Bisordi, disse que desde a volta às aulas, em abril, os estabelecimentos de ensino passaram por diversos surtos de síndrome gripal respiratória. Em toda a cidade, foram 2.074 surtos, sendo que 80% em unidades escolares. Do total de surtos, 70% foram confirmados como causados pela covid-19.

Nas escolas, os surtos causaram 13,2 mil casos de adoecimento, mais de 60% em adultos entre 20 e 69 anos. As crianças com idade entre 1 e 4 anos responderam por 21,3% dos casos. Bisordi afirmou que, no momento, a situação nas escolas em relação à transmissão da covid-19 está controlada. "Atualmente, nós não vemos tendência de aumento desses surtos em unidades escolares”, disse.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Ciência e Saúde

Saúde

Covid-19: Brasil registra 22 milhões de casos e 615,4 mil óbitos

Em 24 horas, foram registrados 10.627 novos casos e 221 mortes

03 de Dezembro de 2021 as 19h00

Saúde

Governo publica edital para construção do Hospital Regional de Juína

Licitação ocorrerá na modalidade concorrência, ou seja, ganha aquela que apresentar o menor preço

03 de Dezembro de 2021 as 17h15

Saúde

Covid-19: Anvisa inclui eventos adversos graves em bula de medicamento

Problemas foram detectados no tratamento de pacientes com artrite

03 de Dezembro de 2021 as 16h15

Saúde

Rio libera comprovante de vacinação em shoppings e táxis

Decreto municipal foi publicado hoje

03 de Dezembro de 2021 as 08h15

Saúde

Covid-19: Brasil registra 215 óbitos e 12,9 mil novos casos

Governo já distribuiu mais de 372 milhões de doses de vacinas

02 de Dezembro de 2021 as 20h15

Saúde

Covid-19: 90% dos adultos brasileiros já tomaram a 1ª dose da vacina

Ao todo, 159,3 milhões iniciaram o ciclo vacinal contra a doença

02 de Dezembro de 2021 as 11h30

Saúde

Capital paulista cancela a festa de réveillon

Anúncio foi feito pelo prefeito Ricardo Nunes

02 de Dezembro de 2021 as 11h30

Saúde

São Paulo registra queda em casos de HIV pelo quarto ano seguido

Em 2020, novas notificações diminuiram 16,4% em relação a 2019

02 de Dezembro de 2021 as 10h30

Saúde

Brasil tem 11,4 mil novos casos de covid-19 e 283 mortes em 24 horas

Total de pessoas infectadas pela doença sobe para 22,10 milhões

02 de Dezembro de 2021 as 08h30

Saúde

Anvisa defende transparência e cooperação entre autoridades reguladora

Diretor-presidente disse que notícias falsas matam tanto quanto vírus

01 de Dezembro de 2021 as 18h45

Saúde

Anvisa aprova mais um produto medicinal à base de Cannabis

Produto é fabricado na Colômbia

01 de Dezembro de 2021 as 17h45

Saúde

Ômicron: Anvisa pede dados sobre vacinas já autorizadas no país

Agência alerta que momento é de cautela para a população

01 de Dezembro de 2021 as 17h00

Saúde

Aids: pandemia que já dura 40 anos desacelera nos anos 2000

De 2000 a 2019 mortes relacionadas ao HIV cairam 51%, diz OMS

01 de Dezembro de 2021 as 14h15

Saúde

São Paulo faz busca ativa para vacinar população em situação de rua

Ação será no Núcleo de Convivência São Martinho Lima, no Belenzinho

01 de Dezembro de 2021 as 09h15

Saúde

ONG no DF vende farofa para ajudar crianças que vivem com vírus HIV

Organização foi criada no Dia Mundial de Luta Contra a Aids

01 de Dezembro de 2021 as 06h00

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO