Saúde

Liberado certificado de vacinação para quem tomou vacinas diferentes

A emissão poderá ser realizada por meio do aplicativo ConecteSUS

Fonte:EBC
22 de Outubro de 2021 as 17h 00min

© Tomaz Silva/Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou hoje (22) a liberação de emissão do certificado de vacinação contra a covid-19 para pessoas que tomaram duas doses de marcas diferentes, a chamada intercambialidade. A emissão poderá ser realizada por meio do aplicativo ConecteSUS.

Essa alternativa estava proibida no app. Em nota no início do mês, o ministério reconheceu que o sistema impedia a emissão do certificado e informou que buscaria uma solução para evitar essa limitação.

O certificado de vacinação é um documento que o cidadão pode emitir para comprovar que concluiu o ciclo vacinal, seja por meio do recebimento de duas doses na maioria dos casos ou da dose única em se tratando da vacina da Janssen.

Intercambialidade

De acordo com a nota técnica do Ministério da Saúde, de maneira geral as vacinas contra a covid-19 não são intercambiáveis, ou seja, indivíduos que iniciaram a vacinação devem completar o esquema com a mesma vacina. No entanto, em situações de exceção, onde não for possível administrar a segunda dose com uma vacina do mesmo fabricante, seja por contraindicações específicas ou por ausência daquele imunizante no país, poderá ser administrada uma de outro laboratório. 

A segunda dose deverá ser administrada respeitando o intervalo adotado para o imunizante utilizado na primeira dose.

Às mulheres que receberam a primeira dose da vacina AstraZeneca/Fiocruz e que estejam gestantes ou no puerpério (até 45 dias pós-parto), no momento de receber a segunda dose da vacina, deverá ser ofertada, preferencialmente, a Pfizer/Wyeth. Caso esse imunizante não esteja disponível na localidade, poderá ser utilizada a vacina Sinovac/Butantan.

Contudo, a despeito da orientação do Ministério da Saúde, diversas cidades realizaram a intercambialidade durante alguns períodos diante da alegação de falta de uma determinada marca para aplicar a segunda dose. Foi o caso de São Paulo, que tomou essa decisão em setembro.

A Agência Brasil publicou matéria explicativa sobre o tema, mencionando orientações das autoridades de saúde nacionais e internacionais e estudos que apontaram possíveis benefícios do uso de marcas diferentes.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Ciência e Saúde

Saúde

Covid-19: Rio vai receber 120 mil doses de vacinas para as crianças

São 90 mil doses da CoronaVac e 30 mil doses do imunizante da Pfizer

24 de Janeiro de 2022 as 09h30

Saúde

Ministro da Saúde é o convidado do Sem Censura desta segunda-feira

Programa vai ao ar pela TV Brasil às 21h

24 de Janeiro de 2022 as 06h45

Saúde

Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos de covid-19

Total de óbitos chegou a 296 no mesmo período

23 de Janeiro de 2022 as 18h00

Saúde

Especialistas explicam riscos de suplementos para treinos em academias

Produtos prometem melhor performance e resultados mais efetivos

23 de Janeiro de 2022 as 11h15

Saúde

Estudo aponta relação entre consumo de drogas e internações por trauma

Substâncias mais encontradas na pesquisa são álcool, cocaína e maconha

23 de Janeiro de 2022 as 08h45

Saúde

Em 24 horas, covid-19 registra 238 mortes

No mesmo período, foram 157.393 casos da doença

22 de Janeiro de 2022 as 20h30

Saúde

São Paulo aproveita o sábado para vacinar crianças sem comorbidades

Pfizer pediátrica é aplicada em imunossuprimidas de 5 a 11 anos

22 de Janeiro de 2022 as 16h45

Saúde

Reforço de marca diferente é mais eficaz para vacinados com CoronaVac

Estudo avaliou concentração de anticorpos 28 dias após dose de reforço

22 de Janeiro de 2022 as 15h30

Saúde

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos

Até ontem, capital imunizava crianças com comorbidade e acim de 8 anos

22 de Janeiro de 2022 as 11h45

Saúde

Rio registra alta de 313% em internações e 172% em óbitos por covid-19

Governo trabalha para ampliar centros de testagem no estado

21 de Janeiro de 2022 as 21h30

Saúde

Governo vai enviar doses pediátricas para estados com baixos estoque

Vacinas contra a covid-19 serão enviadas para doze estados

21 de Janeiro de 2022 as 19h15

Saúde

CoronaVac é incluída no plano de vacinação para crianças

Anvisa autorizou ontem uso de imunizante para a faixa etária

21 de Janeiro de 2022 as 14h30

Saúde

Ministério faz vacinação contra a covid-19 na região Norte

Iniciativa acontece nos sete estados neste sábado

21 de Janeiro de 2022 as 10h15

Saúde

Covid-19: Rio retoma calendário de vacinação infantil na quarta-feira

Cidade espera receber 90 mil doses da Coronavac na segunda-feira

21 de Janeiro de 2022 as 10h00

Saúde

Inscrições para Exame Revalida 2022/1 encerram hoje

A prova será aplicada no dia 6 de março

21 de Janeiro de 2022 as 08h45

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO