Estudo

Composto de planta da Mata Atlântica combate leishmaniose e Chagas

Estudo do Instituto Adolfo Lutz, Universidade Federal do ABC e Universidade de Oxford, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), pode resultar em novos medicamentos para o tratamento de pacientes.

Fonte:Fonte: Camila Boehm | Agência Brasil
14 de Julho de 2019 as 23h 48min

Mata Atlântica - Arquivo/Agência Brasil

Composto derivado de planta originária da Mata Atlântica, a Nectranda leucantha, conhecida como canela-seca ou canela-branca, combate parasitas que transmitem a leishmaniose visceral e a doença de Chagas. Estudo do Instituto Adolfo Lutz, Universidade Federal do ABC e Universidade de Oxford, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), pode resultar em novos medicamentos para o tratamento de pacientes. 

Os pesquisadores dessas instituições têm se dedicado à identificação de substâncias com origem na biodiversidade da Mata Atlântica que possam resultar em novos tratamentos para as chamadas doenças negligenciadas, aquelas causadas por agentes infecciosos ou parasitas que afetam principalmente populações mais pobres. Além da leishmaniose e Chagas, outros exemplos desse tipo de doença são dengue, malária e doença do sono. 

“As doenças negligenciadas afetam vários países especialmente nas zonas tropicais, afetando muitas pessoas carentes. As drogas ou fármacos disponíveis para o tratamento são escassos e trazem muitos efeitos colaterais, de modo que muitos usuários desses fármacos preferem interromper o tratamento antes da cura definitiva. Por isso, a seleção de novos compostos é crucial”, disse o pesquisador João Henrique Ghilardi Lago, da Universidade Federal do ABC (UFABC). 

Responsável pelo isolamento e determinação estrutural dos compostos da canela-seca, Ghilardi destacou que há diversas substâncias na natureza que podem servir como protótipos para o desenvolvimento de novos medicamentos. 

Os compostos retirados da canela-seca foram muito potentes contra a Leishmania infantum – agente causador da leishmaniose visceral – e o Trypanosoma cruzi – causador da doença de Chagas –, de acordo com os pesquisadores, levando inclusive à morte dos parasitas. 

“O próximo passo do nosso trabalho consiste na realização de ensaios in vivo, ou seja, no animal acometido pela doença para confirmação da atividade já observada nos nossos estudos. O importante, nesse caso, é que a substância que testamos apresenta baixa toxicidade, ou seja, é seletiva atuando no parasita”, explicou o pesquisador. 

Ghilardi ressalta que o composto é acessível, o que é uma vantagem quando se trata do desenvolvimento de um remédio. “A preparação dessa substância ativa [que combate os parasitas] é simples e utiliza matérias-primas baratas e facilmente disponíveis. Esse ponto é muito importante quando se busca medicamentos para tratamento de doenças negligenciadas, eles precisam ser eficientes e baratos”, disse. 

Participaram da pesquisa também André Gustavo Tempone Cardoso, do Instituto Adolfo Lutz, responsável pelos ensaios de atividade antiparasitária da substância, e Edward Anderson, da Universidade de Oxford da Inglaterra, responsável pelo planejamento e síntese dos protótipos ativos baseados nos produtos de origem natural. 


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Ciência e Saúde

Saúde

'Jamais esteve sob análise privatizar o SUS', diz Guedes

Ministro falou na audiência virtual da Comissão Mista do Congresso

29 de Outubro de 2020 as 18h22

Revalida

Inep registra mais de 15 mil candidatos inscritos na revalidação de diploma médico em 2020

Inscrições aumentaram 114% em relação à última edição, em 2017

28 de Outubro de 2020 as 22h47

Saúde Mental

O SESMT previne doenças mentais no ambiente de trabalho

Saúde ocupacional também engloba doenças mentais como ansiedade, depressão e estresse

02 de Setembro de 2020 as 14h57

Doença Rara

Mãe faz vaquinha online para comprar medicamento de R$ 12 milhões para o filho com doença rara

Enzo tem Amiotrofia Muscular Espinhal (AME). Atualmente, ele faz tratamento com remédio fornecido pelo SUS, mas, segundo a mãe, existe uma medicação mais avançada.

29 de Julho de 2020 as 08h10

Prevenção Covid-19

Máscara que mata novo coronavírus é desenvolvida em Portugal

Equipamento inativa até 99% do SARS-CoV-2, causador da Covid-19, e mantém características mesmo depois de 50 lavagens, diz estudo que comprovou eficácia

27 de Julho de 2020 as 14h31

Teste Covid-19

ANS consegue suspender medida que obrigava planos a cobrir teste de coronavírus

A decisão é temporária.

14 de Julho de 2020 as 23h28

Método de Ventilação

A médica brasileira que contraiu covid-19 e foi salva pelo método de ventilação que ela ajudou a criar

Carmen Valente Barbas é conhecida internacionalmente por sua contribuição para o aperfeiçoamento de técnicas de ventilação mecânica

14 de Julho de 2020 as 23h02

Imunidade

Imunidade contra Covid-19 não é garantida após 1º contágio e pode ser perdida em três meses

A descoberta poderia complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz de longo prazo

14 de Julho de 2020 as 22h58

Cartão de Crédito

Coronavírus transformou para sempre a forma de usar o cartão de crédito

Pagamentos por aproximação ganham força durante quarentena

14 de Julho de 2020 as 22h46

Saúde

Problemas de saúde de motoristas contribuem para acidentes em estradas

Em cinco anos 250 mil acidentes foram registrados em rodovias federais

12 de Setembro de 2019 as 15h35

Saúde

Ministério da Saúde antecipa campanha de combate ao Aedes aegypti

Objetivo é mobilizar mais a população no período da seca

12 de Setembro de 2019 as 15h31

Saúde

Em um ano, incidência da dengue no país aumenta 600%

O Ministério da Saúde informou hoje (11) que, de 30 de dezembro a 24 de agosto, foram registrados 1.439.471 casos de dengue em todo o país.

11 de Setembro de 2019 as 13h30

Saúde

Termina na terça consulta sobre novo tratamento de HIV-Tuberculose

Segundo o Ministério da Saúde, a chance de uma pessoa que vive com HIV ter tuberculose é 25 vezes maior que uma pessoa sem HIV.

07 de Setembro de 2019 as 17h30

Saúde

Rio aguarda análise que pode confirmar 22º caso de sarampo no estado

Os sintomas são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, coriza e mal-estar intenso.

06 de Setembro de 2019 as 14h43

Saúde

Ministério confirma 2.753 casos de sarampo, 98% em São Paulo

Foram registradas quatro mortes, sendo três de bebês com até 1 ano

04 de Setembro de 2019 as 15h16

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO