Saúde

Anvisa dá 15 dias para Saúde esclarecer informações sobre autotestes

Agência aguarda proposta de política pública para liberação

Fonte:EBC
19 de Janeiro de 2022 as 16h 45min

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) adiou, nesta quarta-feira (19), a proposta de liberação de aplicação de testes rápidos de antígeno para covid-19, os chamados autotestes. O placar da votação foi de quatro votos contrários à liberação com as informações atuais contra um voto a favor da liberação imediata.

Segundo os diretores da agência, a decisão foi motivada pela falta de política pública por parte do Ministério da Saúde. O conselho deu um prazo de 15 dias para que a pasta apresente informações complementares ao pedido de liberação de autotestes.

A relatora do caso, Cristiane Jourdan, apresentou parecer com a avaliação da procuradoria da agência de que o Ministério não instituiu uma política pública para os autotestes. Ela informou que solicitou esclarecimentos à Saúde sobre a formalização da política pública para os autotestes, mas que não recebeu respostas até o início da reunião.

Liberação excepcional

Contudo, diante do cenário epidemiológico da pandemia no Brasil, a relatora sugeriu que seria possível uma liberação do uso desse método de exame de antígeno para detectar a presença do coronavírus, desde que condicionado a determinados critérios.

“Diante do recrudescimento exponencial dos casos e do pronunciamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que a pandemia está longe de acabar, esta agência entendeu que a regulação pode ser editada em caráter de excepcionalidade para ampliar a testagem, independentemente da existência de políticas públicas”, propôs Jourdan.

Como foi a votação

A diretora elaborou uma proposta de regulamentação prevendo exigências, como linguagem clara e adequada ao público sobre cautela e orientações, informar usuários sobre condições ambientais e sobre uso seguro e eficaz, e ainda sobre a correta interpretação dos resultados.

A população também deverá ser orientada sobre o fato de o resultado negativo não eliminar a possibilidade de infecção. A diretora citou a necessidade de um canal de atendimento para orientar e encaminhar demandas sobre uso do produto, interpretação dos resultados e como proceder após a realização, entre outros pontos.

O diretor Rômison Mota argumentou de forma contrária à liberação excepcional sem que haja uma política pública definida pelo Ministério da Saúde para o tema. Ele foi o autor da proposta vencedora de solicitar diligência para que o MS “atenda à requisição ao ofício da relatora e outras informações que sejam consideradas necessárias para posterior aprovação da matéria”, no prazo de 15 dias.

O diretor Alex Campos seguiu a posição de Mota diante da ausência da inclusão dos autotestes no plano de testagem para covid-19 do Ministério da Saúde. “Não é possível que uma solução cause, ao final, qualquer espécie de dúvida à população, autoridades e profissionais de saúde. O fato é que a solução trazida, apesar do esforço, condiciona o resultado a uma política que está por vir”, assinalou.

A diretora Meiruze Freitas defendeu a importância da liberação dos autotestes, desde que a partir de uma política pública e com informações sobre como a estratégia de uso seria implementada pelos governos federal, estaduais e municipais.

“O processo regulatório está maduro para sair a qualquer momento, pronto para atender à maior necessidade da população. A autotestagem é estratégia importante, mas não pode ser maculada e ter erros quanto à interpretação em relação a acesso, à construção de uma diretriz de controle”, destacou.

O diretor-presidente, Antônio Barra Torres, comentou que a nota técnica enviada pelo Ministério da Saúde na semana passada sobre o tema não caracteriza uma política pública e que o plano de testagem do Ministério segue restringindo o teste rápido de antígeno apenas a unidades de saúde e farmácias.

Ele elencou questões que precisam ser tratadas pela política pública nacional sobre o tema, tais como: forma de compilação de dados, transformação de dados em notificações, locais onde o exame pode ser feito, fluxo de um paciente positivo ainda tendo de recorrer a outros locais para que notificação seja concluída, preparação dos postos para receber de forma mais segregada pessoas com resultado positivo e a campanha de informação para autoteste.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Ciência e Saúde

Saúde

DF anuncia quarta dose contra covid-19 para maiores de 35 anos

O Distrito Federal terá 112 salas de vacinação disponíveis

30 de Junho de 2022 as 21h30

Saúde

Covid-19: Brasil registra 291 óbitos e 75,1 mil casos em 24 horas

Número de pessoas que contraíram a doença passa de 32,3 milhões

30 de Junho de 2022 as 18h45

Saúde

Anvisa prorroga importação de imunoglobulina humana

Importação excepcional poderá ser realizada até 31 de julho

30 de Junho de 2022 as 15h15

Saúde

Hospital Metropolitano passa a ofertar serviço de neurocirurgia

Nova especialidade está disponível desde a noite de quarta-feira (29.06), no Sistema de Regulação

30 de Junho de 2022 as 15h00

Saúde

97% dos pacientes em UTIs de MT não tomaram todas as doses da vacina contra a covid-19

Secretaria de Estado de Saúde alerta para necessidade de se completar o esquema vacinal, que conta com três doses

30 de Junho de 2022 as 14h30

Saúde

UTIs de MT voltam a lotar e 91% dos pacientes não tomaram todas as doses da vacina

Dos 101 pacientes que estão internados pela Covid-19, em UTIs de Mato Grosso, 92 não tomaram todas as doses da vacina

28 de Junho de 2022 as 09h00

Saúde

Brasil registra 51,6 mil casos de covid e 127 óbitos em 24 horas

País acumula 32,1 milhões de casos confirmados da doença

27 de Junho de 2022 as 22h15

Saúde

ANS suspende temporariamente comercialização de 70 planos de saúde

Proibição vale a partir desta quinta-feira

27 de Junho de 2022 as 21h45

Saúde

Com baixa cobertura, vacinação contra gripe segue em São Paulo

Capital paulista quer chegar a 90% do público imunizado

27 de Junho de 2022 as 21h30

Saúde

São Paulo vacina pessoas com mais de 40 anos contra covid-19

Secretaria de Saúde ampliou também vacinação contra influenza

27 de Junho de 2022 as 11h45

Saúde

Ministério quer ampliar atendimento psicossocial de crianças e jovens

Governo vai oferecer incentivo financeiro a estados e municípios

27 de Junho de 2022 as 11h30

Saúde

Covid-19: população ainda não tomou segunda dose de reforço

Faixa dos 40 anos começou a ser atendida na semana passada

27 de Junho de 2022 as 08h45

Saúde

Covid-19: Brasil tem 16,6 mil novos casos e 36 óbitos em 24 horas

País já aplicou 449,9 milhões de doses de vacinas contra covid-19

26 de Junho de 2022 as 18h30

Saúde

Dia Nacional do Diabetes: pacientes buscam qualidade de vida

Controle da doença exige alimentação saudável e acompanhamento médico

26 de Junho de 2022 as 12h45

Saúde

Covid-19: cerca de 2 milhões de pessoas no Rio não tomaram 1ª dose

Secretário de saúde reafirmou importância da vacinação

25 de Junho de 2022 as 19h00

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO