Novo Ministro

Teich diz que isolamento deve ser baseado em informação sólida

Médico oncologista, escolhido por Bolsonaro para substituir Mandetta no Ministério da Saúde, defendeu maior equilíbrio com a área econômica

Fonte: Ricardo Cruz | Agência Estado
16 de Abril de 2020 as 18h 04min

O oncologista Nelson Luiz Sperle Teich fez o primeiro pronunciamento após ser escolhido por Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (16), como o novo ministro da Saúde. O médico vai substituir Luiz Henrique Mandetta, demitido do cargo por conta de divergências com o presidente. Em declaração no Palácio do Planalto, ele disse haver um "alinhamento completo" com o presidente Jair Bolsonaro, que instantes antes o anunciara como novo ministro.

O novo chefe da pasta afirmou que neste momento não haverá nenhuma definição "brusca" ou "radical" em relação à adoção de medidas de isolamento social no combate à covid-19 — doença causada pelo novo coronavírus. Ele defendeu, no entanto, que qualquer ação deve estar baseada em informações sólidas.

"O que é fundamental hoje? É que a gente tenha informação cada vez maior sobre o que é que acontece com as pessoas em cada ação que é tomada. Como a gente tem pouca informação, como é tudo muito confuso, a gente começa a tratar a ideia como se fosse fato e a tratar toda decisão como se fosse um tudo ou nada", disse. 

Nelson Teich condenou, ainda, a polarização das áreas de saúde e economia durante a pandemia. "Quando você polariza uma coisa dessa, você começa a tratar como se fosse 'pessoas versus dinheiro', o 'bem versus o mal', 'emprego versus pessoas doentes', e não é nada disso".

O novo ministro também exaltou o papel da estabilidade econômica para a manutenção e construção de uma saúde sólida para as pessoas. "Quanto mais desenvolvido economicamente é um país, mais você investe em educação, mais você investe em saúde, mais você tem recursos para ajudar a sociedade", completou. 

O médico também ressaltou o papel fundamental da ciência nas próximas ações do Ministério da Saúde, principalmente nas relacionadas aos protocolos de atendimento e, ainda, recomendações de medicamentos no tratamento contra a covid-19.

Segundo Teich, quanto mais se entender a doença, mais rapidamente serão tomadas decisões como a de flexibilizar políticas de isolamento social. "As pessoas vão ter muita dificuldade de se isolar."

Em um pronunciamento à imprensa, no qual repórteres não puderam fazer perguntas, Teich defendeu um amplo programa de testagem no país, bem como pesquisa com medicamentos e vacinas. "Tudo será de forma técnica e científica."

Teich se reuniu com o presidente pela manhã, quando, segundo interlocutores do presidente, causou boa impressão. O médico foi consultor da área de saúde na campanha de Jair Bolsonaro, em 2018, e é fundador do Instituto COI, que realiza pesquisas sobre câncer.

Em seu currículo em redes sociais, o oncologista também registra ter atuado como consultor do secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Denizar Vianna, entre setembro do ano passado e março deste ano. Teich e Vianna foram sócios no Midi Instituto de Educação e Pesquisa, empresa fechada em fevereiro de 2019.

Teich teve o apoio da classe médica e contou a seu favor a boa relação com empresários do setor da saúde. O argumento pró-Teich no Ministério da Saúde é o de que ele trará dados para destravar debates "politizados" sobre a covid-19. 

O oncologista já havia sido cotado para comandar a Saúde no início do governo, mas perdeu a vaga para Mandetta, que havia sido colega de Bolsonaro na Câmara de Deputados.

Em artigo publicado no dia 3 de abril em sua página no LinkedIn, o escolhido para a Saúde critica a discussão polarizada entre a saúde e a economia. "Esse tipo de problema é desastroso porque trata estratégias complementares e sinérgicas como se fossem antagônicas. A situação foi conduzida de uma forma inadequada, como se tivéssemos que fazer escolhas entre pessoas e dinheiro, entre pacientes e empresas, entre o bem e o mal", afirma ele no texto.

 


COMENTARIOS

Mais de Brasil

Inauguração

Bolsonaro vai a Sinop e Sorriso inaugurar usinas; em Ubiratã entregará regularização fundiária

O presidente Jair Bolsonaro deve ir a Sinop no próximo dia 1º de Agosto para inaugurar a primeira fase de uma indústria de álcool.

04 de Julho de 2020 as 15h15

Coronavírus

Vacina contra a Covid-19 promete ser a mais rápida da história

Cientistas em todo o planeta participam de um esforço sem precedentes para desenvolver, em tempo recorde, uma vacina contra o novo coronavírus.

04 de Julho de 2020 as 09h04

Auxílio Emergial

Cartórios do Brasil passam a regularizar CPF para o auxílio emergencial do Governo

Serviço terá início, hoje, quarta-feira (1º/7), nas 836 unidades de Registro Civil do Estado de São Paulo e na sequencia será expandido para todo o Brasil, possibilitando os atos de inscrição, alteração, consulta e emissão de segunda via de CPF

02 de Julho de 2020 as 07h20

Veto PL 675

Presidente da República veta PL 675 que suspendia por 90 dias novas inscrições nos cadastros de proteção ao crédito

O PL 675/2020 contrariava o interesse público ante a potencialidade da medida em prejudicar o funcionamento do mercado de crédito e a eficiência dos sistemas de registro e viola os princípios constitucionais da livre iniciativa e o da livre concorrên

02 de Julho de 2020 as 07h15

Vacina Covid-19

Vacina contra Covid-19 pode ser distribuída este ano, diz Astrazeneca

Vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, com testes no Brasil

30 de Junho de 2020 as 18h14

Planos de Saúde

Covid-19: ANS torna obrigatória cobertura de teste por planos de saúdev

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu incluir, no rol de procedimentos obrigatórios a serem atendidos por planos de saúde, os testes para confirmação de infecção pelo novo coronavírus, que causa a covid-19

30 de Junho de 2020 as 10h38

Avião

Avião brasileiro cai e explode na fronteira do Paraguai com o Brasil

De acordo com a Polícia Nacional do Paraguai, piloto que ainda não foi identificado, estava sozinho e morreu carbonizado

24 de Junho de 2020 as 20h36

Veneno

Homem é preso após colocar veneno na máscara da ex-mulher

Um homem de 55 anos foi preso, na madrugada desta terça-feira (23/06), acusado de embeber as máscaras de proteção facial da ex-mulher com veneno para matar baratas e outros insetos, em Presidente Prudente, interior de São Paulo.

23 de Junho de 2020 as 17h56

Desaparecimento

Recém-nascido é levado de enfermaria enquanto mãe dormia

Um recém-nascido desapareceu da enfermaria do Hospital Santa Casa de Misericórdia, localizado em Belém.

23 de Junho de 2020 as 17h51

Gafanhoto

Nuvem de gafanhotos avança pela Argentina e está perto da fronteira com o Brasil

O avanço de uma nuvem de gafanhotos põe as autoridades argentinas em alerta. Segundo o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa), a região classificada como “perigo” fica na fronteira com o Brasil, muito próxima ao oeste do Ri

23 de Junho de 2020 as 17h48

Coronavírus

Filha, mãe e pai têm alta no mesmo dia após se curarem da Covid

Um casal e a filha deixaram o Hospital Regional de Luziânia na tarde de quinta-feira (18) após se curarem da Covid-19.

21 de Junho de 2020 as 19h08

Vacinação

Queda na procura por vacinação preocupa o Ministério da Saúde

*Com informações do Ministério da Saúde

10 de Junho de 2020 as 09h11

Enem

Inscrições para o Enem seguem abertas até quarta-feira

O valor da taxa é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio

25 de Maio de 2020 as 09h51

Coronavírus

Casos de covid-19 no mundo ultrapassam 5 milhões

América Latina ultrapassou EUA e Europa na última semana

21 de Maio de 2020 as 09h19

Auxílio Emergencial

Caixa paga hoje primeira e segunda parcelas de auxílio emergencial

Estão inscritas para receber o benefício 50 milhões de pessoas

19 de Maio de 2020 as 09h43

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO