Coluna

Em depoimento na PF, Moro disse que não acusou Bolsonaro de crime

Ele disse aos investigadores da PF e da Procuradoria-Geral da República (PGR) que não acusou Bolsonaro de um crime

Fonte: Rubens Valente | UOL
05 de Maio de 2020 as 14h 29min

Presidente Jair Bolsonaro e ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Imagem: ADRIANO MACHADO | UOL

No depoimento que prestou na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba no sábado (2), o ex-ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) em pelo menos duas ocasiões aliviou a carga das acusações contra o presidente Jair Bolsonaro. Ele disse aos investigadores da PF e da Procuradoria-Geral da República (PGR) que não acusou Bolsonaro de um crime e que esse juízo caberá às "instituições competentes".

Para Moro, o relato que ele fez no último dia 24 sobre as pressões de Bolsonaro, quando pediu demissão do cargo, foi uma narrativa de interferência política — que ele confirmou e repetiu aos investigadores no seu depoimento. Assim, ele evitou acusar o presidente diretamente de algum artigo previsto no Código Penal ou na Lei 1979/50, que estabelece os crimes de responsabilidade cometidos pelo presidente da República.

Na qualidade de ex-juiz federal que ficou anos à frente da Operação Lava Jato, uma acusação criminal direta teria relevância no curso do processo e também em outras esferas que poderão investigar o caso, como o Congresso Nacional.

A opinião de Moro contraria a análise de vários advogados ouvidos pela imprensa ao longo dos últimos dias, que enxergaram crimes de responsabilidade, falsidade ideológica, advocacia administrativa e até obstrução de Justiça como delitos que o presidente pode ter cometido ao ter exigido acesso a relatórios de inteligência da PF e forçado a queda do diretor-geral da PF, Maurício Valeixo.

Moro se esquiva sobre superintendente da PF no Rio
Em outro ponto que deverá ser explorado pela defesa de Bolsonaro, Moro se esquivou de oferecer uma explicação sobre as pressões evidenciadas publicamente em agosto de 2019 pelo próprio presidente para a substituição do então superintendente da PF do Rio de Janeiro, o delegado Ricardo Saadi. No depoimento, Moro se limitou a dizer que não sabia os motivos e que a pergunta deveria ser dirigida ao próprio Bolsonaro.

Com essa posição, Moro deixou a cargo dos dois delegados intimamente relacionados ao episódio, Saadi e Valeixo, então diretor-geral da PF, uma outra explicação que não seja a versão oficial de Bolsonaro. Ricardo Saadi não falou publicamente sobre as razões de sua saída, que foi concretizada dois meses depois.

A decisão de Moro de amenizar a carga sobre supostos crimes cometidos por Bolsonaro também pode ser uma estratégia do ex-juiz de aliviar uma acusação futura contra ele próprio. Por essa lógica, poderá dizer que se não enxergou um crime sendo praticado, não teria razão para ter relatado o episódio na época.


COMENTARIOS

Mais de Brasil

Inauguração

Bolsonaro vai a Sinop e Sorriso inaugurar usinas; em Ubiratã entregará regularização fundiária

O presidente Jair Bolsonaro deve ir a Sinop no próximo dia 1º de Agosto para inaugurar a primeira fase de uma indústria de álcool.

04 de Julho de 2020 as 15h15

Coronavírus

Vacina contra a Covid-19 promete ser a mais rápida da história

Cientistas em todo o planeta participam de um esforço sem precedentes para desenvolver, em tempo recorde, uma vacina contra o novo coronavírus.

04 de Julho de 2020 as 09h04

Auxílio Emergial

Cartórios do Brasil passam a regularizar CPF para o auxílio emergencial do Governo

Serviço terá início, hoje, quarta-feira (1º/7), nas 836 unidades de Registro Civil do Estado de São Paulo e na sequencia será expandido para todo o Brasil, possibilitando os atos de inscrição, alteração, consulta e emissão de segunda via de CPF

02 de Julho de 2020 as 07h20

Veto PL 675

Presidente da República veta PL 675 que suspendia por 90 dias novas inscrições nos cadastros de proteção ao crédito

O PL 675/2020 contrariava o interesse público ante a potencialidade da medida em prejudicar o funcionamento do mercado de crédito e a eficiência dos sistemas de registro e viola os princípios constitucionais da livre iniciativa e o da livre concorrên

02 de Julho de 2020 as 07h15

Vacina Covid-19

Vacina contra Covid-19 pode ser distribuída este ano, diz Astrazeneca

Vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, com testes no Brasil

30 de Junho de 2020 as 18h14

Planos de Saúde

Covid-19: ANS torna obrigatória cobertura de teste por planos de saúdev

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu incluir, no rol de procedimentos obrigatórios a serem atendidos por planos de saúde, os testes para confirmação de infecção pelo novo coronavírus, que causa a covid-19

30 de Junho de 2020 as 10h38

Avião

Avião brasileiro cai e explode na fronteira do Paraguai com o Brasil

De acordo com a Polícia Nacional do Paraguai, piloto que ainda não foi identificado, estava sozinho e morreu carbonizado

24 de Junho de 2020 as 20h36

Veneno

Homem é preso após colocar veneno na máscara da ex-mulher

Um homem de 55 anos foi preso, na madrugada desta terça-feira (23/06), acusado de embeber as máscaras de proteção facial da ex-mulher com veneno para matar baratas e outros insetos, em Presidente Prudente, interior de São Paulo.

23 de Junho de 2020 as 17h56

Desaparecimento

Recém-nascido é levado de enfermaria enquanto mãe dormia

Um recém-nascido desapareceu da enfermaria do Hospital Santa Casa de Misericórdia, localizado em Belém.

23 de Junho de 2020 as 17h51

Gafanhoto

Nuvem de gafanhotos avança pela Argentina e está perto da fronteira com o Brasil

O avanço de uma nuvem de gafanhotos põe as autoridades argentinas em alerta. Segundo o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa), a região classificada como “perigo” fica na fronteira com o Brasil, muito próxima ao oeste do Ri

23 de Junho de 2020 as 17h48

Coronavírus

Filha, mãe e pai têm alta no mesmo dia após se curarem da Covid

Um casal e a filha deixaram o Hospital Regional de Luziânia na tarde de quinta-feira (18) após se curarem da Covid-19.

21 de Junho de 2020 as 19h08

Vacinação

Queda na procura por vacinação preocupa o Ministério da Saúde

*Com informações do Ministério da Saúde

10 de Junho de 2020 as 09h11

Enem

Inscrições para o Enem seguem abertas até quarta-feira

O valor da taxa é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio

25 de Maio de 2020 as 09h51

Coronavírus

Casos de covid-19 no mundo ultrapassam 5 milhões

América Latina ultrapassou EUA e Europa na última semana

21 de Maio de 2020 as 09h19

Auxílio Emergencial

Caixa paga hoje primeira e segunda parcelas de auxílio emergencial

Estão inscritas para receber o benefício 50 milhões de pessoas

19 de Maio de 2020 as 09h43

Guia MT

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO