Redação

Brasil estuda novas medidas para proteger câmbio, afirma Dilma

Fonte:MT Agora - Nortão Notícias
05 de Março de 2012 as 13h 03min

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira em Hannover, na Alemanha, que o governo brasileiro estuda novas medidas para proteger o câmbio. O objetivo é evitar a valorização excessiva do real diante da entrada de dólares causada pela injeção de recursos por países desenvolvidos para estimularem suas economias.

Dilma disse que novas medidas estão sendo analisadas, mas negou haver estudo para a imposição de uma "quarentena", que estabeleceria um prazo mínimo de permanência do capital estrangeiro no país.

"Não estou defendendo quarentena, isso é uma temeridade", disse Dilma a jornalistas, segundo áudio divulgado pela Presidência da República.

"Está em andamento uma forma concorrencial de proteção de mercado que é o câmbio, uma forma artificial de proteção do mercado. Somos uma economia soberana. Tomaremos todas as medidas para nos proteger", sustentou a presidente.

Na semana passada, o governo elevou de dois para até três anos o prazo de incidência da alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6 por cento para empréstimos de empresas no exterior, buscando novamente reduzir a entrada de capital especulativo de curto prazo.

Dilma elevou o tom das críticas aos países desenvolvidos na semana passada, chamando de "absolutamente inconsequente" as políticas monetárias expansionistas destas nações para enfrentar a crise internacional. Chamou a injeção de recursos de "tsunami monetário".

A grande quantidade de dinheiro sendo injetada para tentar estimular as economias em crise tem levado fortes fluxos de dólares aos países emergentes, fortalecendo moedas locais, como o real, impactando setores da indústria ligados às exportações.

Dilma se reúne nesta segunda-feira com a chanceler alemã, Angela Merkel, em encontro no qual deve expor às críticas do Brasil às medidas adotadas pelas nações desenvolvidas para superar a crise. Merkel afirmou no último sábado entender as críticas da presidente brasileira e voltou a defender reformas.

A presidente afirmou que os países desenvolvidos deveriam adotar "políticas de expansão do investimento" e não se limitarem apenas às "políticas expansionistas monetárias".

Na semana passada, o Banco Central Europeu (BCE) injetou 530 bilhões de euros nas instituições financeiras que estão atravessando turbulência por conta da crise na zona da moeda única. Parte desses recursos deve desembarcar em mercados emergentes, como o Brasil, em busca de bons rendimentos.

BANCO CENTRAL

Dilma desautorizou também que qualquer assessor do governo comente sobre juros. "Quem fala sobre juro no meu governo, é o BC, Alexandre Tombini, nem eu nem ninguém tem autorização para falar sobre juro".

Na véspera, o assessor para assuntos internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, comentou com jornalistas que o Banco Central anunciaria nova queda na taxa de juros da economia brasileira.

Na quarta-feira, o Comitê de Política Monetária do BC anuncia a nova taxa de juro, com expectativa no mercado de queda de 0,5 ponto percentual, segundo relatório Focus divulgado nesta manhã.

A semana começou com menos apostas sobre uma redução mais forte, de, 0,75 ponto, na Selic.


Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Brasil

Investimentos

Brasil e EUA concluem acordos para facilitação de investimentos

Presidente afirmou que pacote traz benefícios e fluxo de investimentos

19 de Outubro de 2020 as 10h47

Energia Limpa

Brasil inaugura uma das maiores plantas de biogás do mundo, em SP

Presidente Jair Bolsonaro participou da cerimônia de inauguração do empreendimento, da empresa Raízen, que contou com financiamento BNDES

19 de Outubro de 2020 as 10h31

Dia D

Campanha de vacinação segue até 30 de outubro

Sábado (17) é o “Dia D” para multivacinação e poliomielite. Meta é vacinar mais de 11 mil crianças de um a cinco anos até fim do mês

19 de Outubro de 2020 as 10h30

Enem 2020

Enem 2020: inscrições para certificadores começam nesta quarta-feira

As inscrições para a Rede Nacional de Certificadores (RNC), a fim de atuação em atividades de certificação dos procedimentos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, começam nesta quarta-feira (9) e vão até o dia 29 deste mês.

09 de Setembro de 2020 as 09h36

Coronavírus

Farmacêuticas da Europa e dos EUA prometem rigor em testes para vacina

Promessa é manter processo científico para vacinas contra covid-19

08 de Setembro de 2020 as 14h04

Aulas Presenciais

Covid-19: retorno de aulas presenciais é controverso nos estados

Amazonas saiu na frente e retomou atividades presenciais em agosto

08 de Setembro de 2020 as 08h34

Vacina

Argentina e México vão produzir vacina da Oxford

Informação foi dada pelo presidente argentino, Alberto Fernández

13 de Agosto de 2020 as 09h54

Covid-19

Ivermectina só poderá ser vendida com receita enquanto durar a pandemia, decide Anvisa

Decisão já havia sido aplicada a outros medicamentos, como a hidroxicloroquina, a cloroquina e a nitazoxanida

24 de Julho de 2020 as 22h25

Coronavírus

Fiocruz: covid-19 se estabilizou em níveis altos de incidência e morte

Estudo é referente ao período de 28 de junho a 11 de julho

20 de Julho de 2020 as 19h39

Covid-19

Estados e municípios recebem auxílio de mais de R$ 15 bilhões

Recursos fazem parte da segunda parcela do auxílio financeiro concedido pelo Governo Federal a estados e municípios

15 de Julho de 2020 as 15h38

Covid-19

Conselhos tutelares recebem Equipamentos de Proteção Individual

Ao todo, 30 mil conselheiros, em 5,9 mil Conselhos Tutelares do País receberão os kits de proteção

15 de Julho de 2020 as 15h33

Sociedade

Justiça abre consulta para atualizar Plano Nacional de Segurança

Período de recebimento das sugestões será de 45 dias

15 de Julho de 2020 as 15h32

Trecho barrado

Bolsonaro veta renovação por mais 30 anos de contratos de estatais de saneamento

Essa sobrevida, agora barrada, é considerada importante para estatais porque o novo marco proíbe que novos contratos sem licitação sejam fechados

15 de Julho de 2020 as 15h21

Novas Negociações

Em decreto, Bolsonaro permite redução de jornada e salários por mais 30 dias

Empresas e empregados ficam autorizados a fazer novas negociações para ampliar o corte de jornada por mais um mês e a suspensão de contrato por mais dois meses

14 de Julho de 2020 as 23h08

Ajuda

Aos 91 anos, vovô pede ajuda para vender tecidos em loja tradicional de Guarulhos

Uma vida dedicada aos tecidos que foi interrompida por conta da pandemia do coronavírus.

07 de Julho de 2020 as 15h44

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO