Odebrecht diz que BR-163 é aposta no potencial do agronegócio

Empresa venceu leilão de trecho da rodovia com oferta com deságio de 52% Grupo também arrematou o aeroporto do Galeão, na semana passada.

27/11/2013 - 11:28:00

   

A Odebrecht afirmou nesta quarta-feira (27) que o seu lance com deságio de 52%, que arrematou a concessão de trecho da BR-163 em Mato Grosso em leilão realizado pela manhã, reflete a aposta da companhia no potencial do agronegócio brasileiro.

“Talvez os nossos concorrentes acordaram um pouco tarde para isso”, afirmou o diretor da Odebrecht, Renato Mello, ao ser questionado sobre a agressividade da oferta no leilão. Segundo o porta-voz da empresa, estudos sobre a rentabilidade e potencial da BR-163 estão sendo feitos há um ano e meio pela equipe da Odebrecht.

“Fomos estudar a logística, como é o movimento de grãos e chegamos à conclusão de que o potencial de crescimento do Mato Grosso está muito acima do PIB do país”, disse. A Odebrecht, que na semana passada já tinha arrematado a concessão do aeroporto do Galeão, informou ter interesse no leilão do outro trecho da BR-163, em Mato Grosso do Sul, previsto para 17 de dezembro, e em outros “bons projetos”.

Segundo o diretor, a companhia está estruturada para participar da disputa de outros projetos de infraestrutura.

“Não existe preocupação quanto a estrutura de capital. Sempre que existir um bom projeto, vamos estar perseguindo”, disse Mello.

Quanto ao início da cobrança de pedágio na BR-163, a Odebrecht informou a previsão é a partir do 18º mês de concessão, quando existe a exigência contratual de entrega de ao menos 10% dos cerca de 500 km de duplicação previstos. “Vamos fazer um esforço para ver se antecipamos este calendário”, afirmou o diretor.

Pelas regras do edital, estão previstas 9 praças de pedágio, cuja tarifa básica será de 0,02638 por quilômetro (ou R$ 2,638 para 100 quilômetros rodados).

O diretor da Odebrecht avaliou ainda que os investimentos em rotas alternativas para o escoamento da soja do Mato Grosso, como a pavimentação do trecho entre Sinop e Santarém e o projeto de concessão da ferrovia Norte-Sul, não reduzirão a rentabilidade da BR-163.

“O potencial de crescimento da produção de grãos em muito suplanta o impacto desses outros meios de transporte e rotas”, disse Mello, acrescentando que a aposta da empresa “é a crença no crescimento do agronegócio brasileiro que precisa de infraestrutura para escoar sua produção”.

A Odebrecht é um conglomerado brasileiro que atua na área de engenharia e construção, transporte e logística, energia, além de petroquímicos e químicos, óleo e gás e naval.

Entre as mais recentes obras da Odebrecht estão as obras da Arena Fonte Nova, Arena Pernambuco e Arena Corinthians. A empresa também é uma das acionistas da Braskem.

Na área de transportes, é a operadora da Supervia, no Rio, Conquistou a parceria público-privada para construção e operação da Linha 6-Laranja do metrô de São Paulo, opera o terminal portuário de contêineres Embraport, em São Paulo, e já atua em seis concessões de rodovias, administrando um total de 700 quilômetros de estradas.

Fundada em 1944, a Odebrecht está presente em 26 países e conta com mais de 175 mil profissionais;. Em 2012, a organização obteve uma receita bruta de R$ 84,4 bilhões.

MT Agora - G1

Mais Noticias

Explicação

Por que feijão se chama carioca se não é o mais consumido no RJ?

Encontro

Taques reforça importância do setor produtivo no ''Pacto por MT''

Impostação de Feijão

Governo autoriza importação de feijão para reduzir o preço

Defesa Fitossanitária

Mais de 2 mil propriedades serão fiscalizadas durante vazio sanitário em MT

16/06/2016 -

Conab reduz para 47 milhões de toneladas safra em Mato Grosso

A produtividade por hectare, no entanto, caiu de 3,8 mil quilos para 3,4 mil.

16/06/2016 -

Agricultores têm prejuízo de R$ 17 milhões por falta de chuvas em MT

Governo informou que irá decretar situação de emergência em Alto Garças. Perda média das lavouras da região foi de 40% a 50%, segundo Aprosoja.

12/06/2016 -

Blairo diz fazer pressão para concluir 120 km de asfalto da BR-163 até o PA

Lançadas em 2007, ainda no governo Lula (PT), as obras compreendem o trecho entre entre Guarantã do Norte (MT) e Santarém (PA).

12/06/2016 -

Taques reforça importância do setor produtivo na economia de MT

A exposição segue até 12 de junho reunindo mais de 100 expositores de diversos segmentos e movimentando R$ 40 milhões na economia regional.

06/06/2016 -

Mato Grosso se mantém como 3º maior exportador de grãos

Conforme dados regionais divulgados ontem pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), o Estado acumula de janeiro a maio deste ano receita de US$ 6,89 bilhões,

06/06/2016 -

Cai o número de bois confinados para engorda em Mato Grosso

Criadores sentem os o impacto da alta nos custos da ração. Em todo o estado devem ser confinadas 755 mil cabeças.

06/06/2016 -

Governador de MT pede apoio do setor produtivo para enfrentar crise

O governador Pedro Taques se reuniu com o setor produtivo para apresentar uma proposta de enfrentamento da crise que atinge o país e reflete em todos os estados, incluindo Mato Grosso.

06/06/2016 -

Cai a obrigatoriedade da contratação do seguro rural para o produtor obter crédito

Objetivo é coibir a chamada ''venda casada'' pelos bancos.

01/06/2016 -

Parceria entre Fiagril e Dow vai fomentar a produção do sorgo na região

A F&S Agrisolution está firmando um acordo com a Dow Agrocienses para desenvolver a cultura do sorgo em Lucas do Rio Verde.

01/06/2016 -

Área para próxima safra de soja em Mato Grosso segue estável

A expectativa inicial da safra 16/17 aponta para uma estabilidade na área de soja, projetada em 9,23 milhões de hectares, representando a menor expansão em nove anos, de apenas 0,28%.

01/06/2016 -

Mercado internacional apoia a estratégia de Mato Grosso para o desenvolvimento

Mato Grosso precisa aliar a produção à conservação e a inclusão do pequeno produtor em um novo modelo de desenvolvimento econômico.

27/05/2016 -

Falta de espaço para armazenar a safra ainda é entrave em Mato Grosso

MT tem uma capacidade de 32 milhões de toneladas de grãos e uma produção de 50 milhões. Isso significa uma capacidade estática de 64%

27/05/2016 -

Vacinação de febre aftosa termina 31 de maio em Mato Grosso

Prazo para comunicar a imunização dos rebanhos bovino e bubalino vai até 10 de junho.

27/05/2016 -

MT é reconhecido oficialmente pela OIE como livre de peste suína

Com a certificação, o Estado deve ampliar mercados consumidores da carne.

24/05/2016 -

Baixa oferta de milho preocupa criadores de suínos em Mato Grosso

O valor elevado é decorrente do grande volume que foi exportado na safra anterior, e resultou na escassez interna do grão, que refletiu no preço do mercado interno.