Odebrecht diz que BR-163 é aposta no potencial do agronegócio

Empresa venceu leilão de trecho da rodovia com oferta com deságio de 52% Grupo também arrematou o aeroporto do Galeão, na semana passada.

27/11/2013 - 11:28:00

   

A Odebrecht afirmou nesta quarta-feira (27) que o seu lance com deságio de 52%, que arrematou a concessão de trecho da BR-163 em Mato Grosso em leilão realizado pela manhã, reflete a aposta da companhia no potencial do agronegócio brasileiro.

“Talvez os nossos concorrentes acordaram um pouco tarde para isso”, afirmou o diretor da Odebrecht, Renato Mello, ao ser questionado sobre a agressividade da oferta no leilão. Segundo o porta-voz da empresa, estudos sobre a rentabilidade e potencial da BR-163 estão sendo feitos há um ano e meio pela equipe da Odebrecht.

“Fomos estudar a logística, como é o movimento de grãos e chegamos à conclusão de que o potencial de crescimento do Mato Grosso está muito acima do PIB do país”, disse. A Odebrecht, que na semana passada já tinha arrematado a concessão do aeroporto do Galeão, informou ter interesse no leilão do outro trecho da BR-163, em Mato Grosso do Sul, previsto para 17 de dezembro, e em outros “bons projetos”.

Segundo o diretor, a companhia está estruturada para participar da disputa de outros projetos de infraestrutura.

“Não existe preocupação quanto a estrutura de capital. Sempre que existir um bom projeto, vamos estar perseguindo”, disse Mello.

Quanto ao início da cobrança de pedágio na BR-163, a Odebrecht informou a previsão é a partir do 18º mês de concessão, quando existe a exigência contratual de entrega de ao menos 10% dos cerca de 500 km de duplicação previstos. “Vamos fazer um esforço para ver se antecipamos este calendário”, afirmou o diretor.

Pelas regras do edital, estão previstas 9 praças de pedágio, cuja tarifa básica será de 0,02638 por quilômetro (ou R$ 2,638 para 100 quilômetros rodados).

O diretor da Odebrecht avaliou ainda que os investimentos em rotas alternativas para o escoamento da soja do Mato Grosso, como a pavimentação do trecho entre Sinop e Santarém e o projeto de concessão da ferrovia Norte-Sul, não reduzirão a rentabilidade da BR-163.

“O potencial de crescimento da produção de grãos em muito suplanta o impacto desses outros meios de transporte e rotas”, disse Mello, acrescentando que a aposta da empresa “é a crença no crescimento do agronegócio brasileiro que precisa de infraestrutura para escoar sua produção”.

A Odebrecht é um conglomerado brasileiro que atua na área de engenharia e construção, transporte e logística, energia, além de petroquímicos e químicos, óleo e gás e naval.

Entre as mais recentes obras da Odebrecht estão as obras da Arena Fonte Nova, Arena Pernambuco e Arena Corinthians. A empresa também é uma das acionistas da Braskem.

Na área de transportes, é a operadora da Supervia, no Rio, Conquistou a parceria público-privada para construção e operação da Linha 6-Laranja do metrô de São Paulo, opera o terminal portuário de contêineres Embraport, em São Paulo, e já atua em seis concessões de rodovias, administrando um total de 700 quilômetros de estradas.

Fundada em 1944, a Odebrecht está presente em 26 países e conta com mais de 175 mil profissionais;. Em 2012, a organização obteve uma receita bruta de R$ 84,4 bilhões.

MT Agora - G1

Mais Noticias

Fethab

Fethab será principal tema de reunião entre prefeitos e governador de MT

Focos de Calor

MT é o estado com mais focos de calor nos primeiros 20 dias de janeiro

Otimismo

Diante de bons preços para o milho, produtores se mantêm otimistas

Mosca Branca

Diversas regiões do Mato Grosso estão com as lavouras infestadas por mosca branca

19/01/2015 -

Pressão do bicudo do algodoeiro aumenta no início da safra em MT

Aumento da população adulta do inseto preocupa produtores. O estado produz cerca de 60% do algodão brasileiro.

18/01/2015 -

Mato Grosso ganha 180 milionários em apenas 10 anos

Ao todo, 385 pessoas físicas com faturamento líquido anual acima de US$ 1 milhão

13/01/2015 -

Agricultura familiar expõe demandas ao governo

Hoje, aproximadamente 70% dos alimentos na mesa dos mato-grossenses, no que diz respeito à hortifrutis, vêm de outros Estados, em especial São Paulo e Goiás

13/01/2015 -

Produção e custo da soja aumentam em Mato Grosso

A demanda externa que segue gerando expectativas e ao mesmo tempo, esperança.

12/01/2015 -

Fávaro ouve demandas de pequenos agricultores de Chapada dos Guimarães

Em sua primeira agenda oficial fora de Cuiabá, nesta sexta-feira (09.01) o vice-governador Carlos Fávaro ouviu as reivindicações dos agricultores da Horta Santa Edviges, em Chapada dos Guimarães.

09/01/2015 -

Mato Grosso já colheu 2% da safra de soja

Dados do Imea demonstram que ritmo de colheita cresceu em praticamente todo o Estado

09/01/2015 -

Vazio sanitário da soja passa a ter 122 dias em Mato Grosso

Novo período foi determinado por instrução normativa. Vazio sanitário passa a valer de 1º de junho a 30 de setembro.

05/01/2015 -

Antracnose tem atacado lavouras de soja em MT e preocupado produtores

O fungo deixa vagem, caule e folhas necrosadas. Prejuízos podem chegar a 40% da lavoura.

05/01/2015 -

Transportadores adotam “balizador de fretes” para safra 2015

Segundo as entidades signatárias ATC (Associação dos Transportadores de Cargas do Mato Grosso), Sindmat, Sindicam e Fettremat, a medida visa evitar que em 2015 haja uma quebradeira generalizada no setor de transportes.

26/12/2014 -

Prestes a deixar cargo, Geller destaca avanço na agricultura e fala de prisões

Ministro da Agricultura será substituído por Kátia Abreu na próxima semana. A prisão de dois irmãos dele teria sido um equívoco, conforme Neri Geller.

24/12/2014 -

Embrapa amplia avaliação do manejo integrado de pragas em MT

Ao fim da safra os dados sobre quantidade de pulverizações custos de produção e produtividade das duas áreas serão comparados.

24/12/2014 -

Agronegócio pode ganhar impulso com nova tecnologia

Boeing combina veículos aéreos não tripulados com outras fontes de dados para potencializar agricultura de precisão no Brasil

22/12/2014 -

Começa a colheita de soja em dois municípios de Mato Grosso

Colheita começa em Campos de Júlio e Chapada dos Guimarães. No entanto, chuvas frequentes têm atrapalhado continuidade dos trabalhos.

22/12/2014 -

Crotalária é boa alternativa para renovação de canaviais, diz entidade

Leguminosa ajuda no combate aos nematoides e na fixação de nitrogênio. Planta oferece excelente cobertura do solo.

22/12/2014 -

Famato alerta produtores para prorrogação da adequação à nota fiscal eletrônica

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) informou que o prazo para os produtores rurais pessoas físicas se adequarem ao sistema de emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT) foi prorrogado