Agro

Edição 2021 do Programa Agrinho foca a saúde como prioridade

Desde o ano passado, o Programa Agrinho vem passando por transformações no seu modelo. A pandemia do novo c...

Fonte:CNA Brasil
10 de Maio de 2021 as 11h 20min

Desde o ano passado, o Programa Agrinho vem passando por transformações no seu modelo. A pandemia do novo coronavírus exigiu mudanças na estrutura e no desenvolvimento do programa do SENAR-PR, considerando a necessidade de isolamento social e o fechamento das escolas em todo o Estado. Com isso, o Agrinho precisou se reinventar.

ATENÇÃO! Confira todos os detalhes das categorias do Concurso desse ano no final desta matéria.

Em 2020, diante do cancelamento da edição em seu formato tradicional, o Sistema FAEP/SENAR-PR lançou as campanhas "Todos Contra a Dengue" e "Agro pela Água", realizadas no modelo remoto e com uso de materiais e recursos online. Neste ano, a família Agrinho traz outras novidades. Em decorrência da continuidade da pandemia, o Sistema FAEP/SENAR-PR amplia o envolvimento de professores e alunos do Paraná, principalmente por meio do Ensino a Distância (EaD), com o tema "Do campo à cidade: saúde é prioridade".

"O Agrinho é uma iniciativa extremamente importante para a educação do Paraná, estando presente no dia a dia de milhares de alunos, professores, escolas e municípios há 26 anos. Por isso, pensamos em alternativas para que, mesmo sem as aulas presenciais, o programa seja continuado, com grande adesão", destaca Ágide Meneguette, presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR.

"Diante da instabilidade em que nos encontramos por causa da pandemia, adaptamos o Programa Agrinho para um formato remoto em 2020 e vamos fazer a mesma coisa este ano. Desta maneira, professores e alunos podem contar com os materiais, formações e o concurso como contribuição para o desenvolvimento dos trabalhos", complementa Débora Grimm, superintendente do SENAR-PR.

Materiais e formação

Os novos materiais didáticos, que seriam distribuídos em 2020, serão entregues para os alunos e professores neste ano, além de disponibilizados no site www.sistemafaep.org.br. As secretarias municipais e escolas particulares que desejem participar da edição 2021 do programa têm até o dia 10 maio para concluírem a adesão online e fazerem a solicitação. A previsão é que todos os materiais didáticos sejam entregues entre maio e junho.

A qualificação e especialização dos docentes continua sendo um ponto de atenção do Programa Agrinho. Por isso, serão retomados os seminários com a participação de autores dos livros didáticos, fomentando o debate entre professores, diretores das escolas e pedagogos. Os seminários vão acontecer, de forma online, nos dias 22, 23 e 24 de junho.

A oferta pelo SENAR-PR de cursos EaD também continua como parte fundamental desta formação. São 17 títulos disponíveis sobre metodologias ativas, sendo seis novas capacitações e 11 que passaram por atualização, além de um curso sobre Combate à Dengue, decorrente da campanha de 2020.

"A preocupação para com que o professor trabalhe de forma diferente com o aluno continua, ainda mais focado no EaD. O foco do Sistema FAEP/SENAR-PR é orientar o professor sobre como utilizar os materiais do Agrinho a seu favor neste momento", afirma Josimeri Grein, técnica do Departamento Técnico (Detec) do Sistema FAEP/SENAR-PR.

Concurso

Assim como o programa, o concurso da edição 2021 do Agrinho também traz novidades no regulamento. Neste ano, serão ofertadas novas categorias exclusivas para os alunos das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) e para o Ensino Médio.

A classificação será estadual, com premiação até o terceiro lugar, e escolas da rede pública concorrem junto "Do campo à cidade: saúde é prioridade" Esse é o tema da edição 2021 do Programa Agrinho com a rede particular de ensino em todas as categorias.

O concurso será realizado de forma online, assim como ocorreu em 2020. Os trabalhos serão enviados pelo professor por meio de upload no sistema do Agrinho, não havendo necessidade de envio de documentação pelos Correios. É permitido apenas um trabalho por ano escolar. O período para envio é de 1º de agosto até 15 de setembro.

Na categoria Experiência Pedagógica, o professor deve elaborar um projeto, utilizando os passos previstos na metodologia do programa, relatando ações desenvolvidas para trabalhar o tema escolhido. Na Escola Agrinho, categoria destinada também à escola, o responsável pelo programa deve apresentar um relatório informando todas as ações executadas na entidade de ensino.

Nas categorias Desenho e Redação, os professores e alunos premiados receberão notebook (1º lugar), tablet (2º lugar) e smartphone (3º lugar). Na Experiência Pedagógica, os prêmios serão um projetor multimídia e um notebook (1º lugar), um notebook e um fone com microfone (2º lugar) e um smartphone e um fone com microfone (3º lugar).

Já na categoria Escola Agrinho, serão distribuídos 15 computadores e um projetor multimídia para a entidade de ensino classificada em primeiro lugar, enquanto o responsável pelo relato será premiado com um notebook e um smartphone. A escola na segunda colocação receberá 12 computadores e um projetor multimídia, e o responsável, um notebook. Para a terceira classificada, serão 10 computadores e um projetor multimídia, e, para o responsável pelo relato, um smartphone.

Banca

A banca avaliadora do concurso também vai ocorrer de forma remota. Primeiro, os trabalhos passarão pela triagem para validação da documentação. Em seguida, serão encaminhados para uma banca composta por três especialistas, que serão responsáveis pela avaliação e pelo lançamento das notas, também em formato online.

O prazo para triagem dos trabalhos é de 15 a 30 de setembro e a banca de avaliação está prevista para acontecer em outubro.

O evento de premiação dos professores, alunos e escolas vencedores está programado para a primeira quinzena de novembro, ainda sem dia definido, mas no formato online.

Agrinho passa por transição para um novo modelo a partir de 2023

Os anos de 2021 e 2022 serão utilizados como uma espécie de laboratório para a transição do Programa Agrinho. Em virtude do surgimento de uma nova realidade de ensino em função da pandemia do coronavírus, com a inclusão de ferramentas digitais e avanço do EaD, o Sistema FAEP/ SENAR-PR decidiu estruturada uma fase de transição do programa. Assim, a partir de 2023, os alunos e professores do Paraná terão, na prática, uma nova proposta do Programa Agrinho.

"Diante da instabilidade em que nos encontramos por causa da pandemia, a decisão de colocar o Agrinho em fase de transição é fundamental para realinharmos os objetivos e a estrutura do programa. A proposta é desenvolver uma versão mais inovadora e presente dentro das escolas", aponta Débora Grimm, superintendente do SENAR-PR.

Sistema Redação Paraná é novidade no concurso 2021

Por meio de parceria com o governo do Estado, a edição 2021 do concurso Agrinho vai utilizar o Sistema Redação Paraná, uma ferramenta de inteligência artificial lançada pela Secretaria da Educação e do Esporte (Seed) para auxiliar alunos e professores da rede estadual na correção de redações. O sistema é integrado ao Google Classroom, no qual o aluno pode acessar e inserir seus textos para correção automática, otimizando o processo e auxiliando na melhoria da produção textual.

Ao longo do ano, os alunos da rede estadual escrevem nove redações. Neste ano, uma delas terá o tema "Do campo à cidade: saúde é prioridade" para que os alunos possam inscrever no concurso.

Dessa forma, o concurso Agrinho 2021 vai incluir duas categorias específicas para este sistema: uma voltada aos alunos do Ensino Fundamental II e outra aos estudantes do Ensino Médio.

Os alunos que desejarem concorrer ao concurso devem enviar seus trabalhos pelo próprio Sistema Redação Paraná. Essas categorias são válidas apenas para a rede pública de ensino.

Fonte: CNA Brasil

Siga MT Agora no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para entrar em nosso grupo do WhatsApp clicando AQUI e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros

COMENTARIOS

Mais de Agronegócios

Agro

Dia do Apicultor - Trabalho e dedicação garantem qualidade do mel brasileiro

Brasília (22/05/2021) – A comercialização de produtos apícolas brasileiros ganha cada vez mais espaço ...

22 de Maio de 2021 as 08h20

Agro

Famato ingressa em ação no STF para demonstrar a inaplicabilidade da Lei da Mata Atlântica no bioma Pantanal

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) conseguiu ingressar como amicus curiae (am...

21 de Maio de 2021 as 20h50

Agro

Sistema FAEC/SENAR e ADAGRI firmam parceria para expandir ações do Selo Arte

O Sistema FAEC/SENAR e a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará - ADAGRI assinaram hoje, 21/05, term...

21 de Maio de 2021 as 20h20

Agro

Senar participa de oficina do Projeto FIP Paisagens Rurais em Goiás

Brasília (21/05/2021) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) participou da oficina do Projeto...

21 de Maio de 2021 as 20h10

Agro

Jovens apresentam novo projeto para os gestores do Sistema Famato

Com o objetivo de apresentar o projeto Famato Jovem, os quatro finalistas mato-grossenses do programa CNA Jov...

21 de Maio de 2021 as 19h50

Agro

Maratona de Inovação na Apicultura aborda possibilidades de negócio com abelhas sem ferrão

O Brasil conta com 400 espécies de abelhas “sem ferrão”, as chamadas meliponinas. E estudos indicam que...

21 de Maio de 2021 as 19h20

Agro

Moradores de Guiratinga aprendem cortes especiais de carne bovina

Uma turma de Guiratinga foi a primeira a realizar o treinamento de cortes especiais de carne bovina, disponib...

21 de Maio de 2021 as 18h50

Agro

Produtores Rurais Atendidos pela Assistência do Senar Receberam Treinamento de Silagem

Para capacitar os Produtores atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial-ATeG- da cadeia produtiva de Bo...

21 de Maio de 2021 as 18h20

Agro

Uso de tecnologias otimiza manejo e reduz custos de produção em horta de Terenos/MS

Com implantação de fertirrigação e gotejamento, produtor assistido pelo Senar/MS melhora produtividade em...

21 de Maio de 2021 as 18h20

Agro

Senar participa de oficina do Projeto FIP Paisagens Rurais em Goiás

Brasília (21/05/2021) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) participou da oficina do Projeto...

21 de Maio de 2021 as 17h50

Agro

Instituto AgriHub oficializa criação da Rede de Inovação e Investigação Meteorológica

O comitê da Rede de Inovação e Investigação Meteorológica (RIIMT) foi oficialmente criado esta semana (...

21 de Maio de 2021 as 17h50

Agro

Projeto Retomada da Economia inicia atividades no Oeste da Bahia

O Sistema Faeb/Senar e o Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras, iniciaram a parceria para o projeto ...

21 de Maio de 2021 as 17h20

Agro

CNA avalia que medidas provisórias ajudam pequenos produtores a renegociar dívidas com fundos constitucionais e de investimentos

Brasília (21/05/2021) – A Câmara dos Deputados aprovou, na noite de quinta (20), as Medidas Provisórias ...

21 de Maio de 2021 as 17h20

Agro

Treinamentos do Senar Goiás para melhorar pastagem ajudam produtor a reduzir custos com alimentação do gado

Se tinha uma brechinha, Cleidimar ia para a fazenda dos avós. Com o tempo eles se mudaram pra cidade, mas o ...

21 de Maio de 2021 as 16h50

Agro

Egressos do Senar-MT podem ativar cadastro em plataforma Colheita de Talentos

Está disponível a todos os ex-alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), ...

21 de Maio de 2021 as 16h20

Busca telefônica em Lucas do Rio Verde - MT

ENQUETE

veja +

COTAÇÃO